Pesquisa personalizada

Carta Aberta - Por Jorge Schemes:

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e espontânea vontade.

Todavia, algumas situações ocorridas bem como as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano (2009), e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão.

Até então estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica e meus princípios e valores são alicerçados na Santa Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante de atitudes mesquinhas de segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética (no mínimo profissional) e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo.

Não compactuo com manobras politiqueiras de pessoas mesquinhas que, durante meu tempo de coordenação pedagógica à frente do Caráter Conta na GERED de Joinville, SC, nunca fizeram nada pelo Programa, e além disso visavam a apropriação do esforço e do trabalho alheio já feito durante anos para promoção e benefício próprios, tais pessoas são verdadeiros "vampiros psíquicos e sociais".

Alguém disse certa vez com muita propriedade que, "onde não há ética até o ambiente fica doentio". E tais pessoas, por serem as detentoras do poder, são um verdadeiro foco de doenças emocionais para aqueles que se sujeitam as suas manobras carregadas de tirania e cheias de maldade, mas Deus é justo Juiz e cabe a Ele retribuir a cada um segundo as suas obras.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei promover "O Caráter Conta!" nas escolas da Rede Estadual de Ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente (23/10/2009), não faz parte dos programas oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização, gratidão e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Ensino de Joinville, SC, como já vinha fazendo antes. Atualmente tenho 09 turmas, do Ensino Fundamental, somando mais de 300 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando sistematicamente com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", meus alunos e alunas da Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras estão sendo socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses politiqueiros, pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.

Que o Deus Eterno e Criador Ilumine a Todos Nós!
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, no período de 2004 a 2009.
Atualmente é colaborador e multiplicador voluntário do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

Confira Também:

Atividades do Programa "O Caráter Conta"!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos
Pesquisa personalizada

quinta-feira, maio 04, 2006

REPASSE: EEB NEREU RAMOS




E.E.B. Nereu Ramos

Relatório do repasse referente ao programa “O Caráter Conta”

Procurando envolver a equipe de trabalho da E.E.B. Nereu Ramos no programa “O Caráter Conta”, desenvolvemos no dia 12 de abril deste ano, nos períodos matutino, vespertino e noturno, um encontro com os professores, equipe pedagógica e administrativa para o repasse do respectivo programa.
Diante desta proposta, visamos facilitar e potencializar a integração das forças existentes no grupo, possibilitando uma atitude reflexiva, através de um processo de discussão e motivação.
Em princípio, os pilares foram trabalhados separadamente, partindo de uma breve explanação baseada no material fornecido pelo curso de capacitação, dando continuidade através dos sentimentos e vivências relatados por alguns participantes do grupo a respeito de cada pilar em questão. Neste momento, percebemos a importância do grupo em compartilhar, além das suas próprias vivências, também as de seus alunos, o valor atribuído por eles a cada pilar de acordo com o que presenciam de comportamento no contexto escolar. Até que ponto eles influenciam em suas vidas, na comunidade, tomando como referência a realidade em que estão inseridos.
Como forma de enriquecer o processo foram aplicadas técnicas de trabalho diferenciadas, sendo elas as dinâmicas em grupo, recursos audiovisuais, sondagem, sugestões de atividades pelos professores e a própria reflexão e relato dos componentes.
Nas dinâmicas de grupo, geralmente percebemos uma certa resistência inicial dos participantes em sair de uma “zona de conforto” para uma postura de “ativação”, motivação. Isto se deve ao fato, de estarmos estimulando tanto uma dinâmica interna (indivíduo – grupo) como externa (grupo – grupos). Sendo assim, sentimos esta resistência inicial, porém no decorrer do processo, o envolvimento aconteceu, levando a equipe a perceber a importância das ações, progresso e alcance das metas estabelecidas.
Levantamos a importância e a necessidade de desenvolver, refletir e revigorar estes pilares universais em nossa comunidade escolar. Os alunos estão sedentos de valores, limites e novos conhecimentos, pois a prática do dia-a-dia reflete uma perigosa descrença no que o ser humano deveria ter como premissa para a formação de seu caráter.
Esta mobilização precisa acontecer com todos os agentes da escola, e atentarmos ao fato de não colocar apenas “o aluno” como fonte sedenta, pois nós, antes de conquistarmos graduação e dedicar a vida à educação, somos seres humanos e conseqüentemente também suscetíveis ao erro e à descrença.
A partir do momento que nos colocarmos em condição de igualdade na busca desse resgate é que conseguiremos atingir com maior propriedade nosso objetivo. Apontar e educar para a busca de uma qualidade de vida (como benefício a si próprio e da sociedade), através da prática, da conscientização para uma melhoria na harmonia (crescimento) em família, grupo de amigos, comunidade e outros segmentos.
Com base nas reflexões alcançadas pelo grupo é que podemos ter a certeza de que o primeiro e mais importante passo foram dados. No entanto, as ações e a proposta de mudança podem ser oferecidas, mas a consciência não, ela é interna e depende de cada um. Só assim, podemos esperar uma atitude mais solidária, humana e verdadeira.

Alencar Caleffi
Fernanda Streit Koch
Ighor Zakaluk

MOMENTOS DO REPASSE E ATIVIDADES






Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada