Pesquisa personalizada

Carta Aberta - Por Jorge Schemes:

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e espontânea vontade.

Todavia, algumas situações ocorridas bem como as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano (2009), e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão.

Até então estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica e meus princípios e valores são alicerçados na Santa Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante de atitudes mesquinhas de segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética (no mínimo profissional) e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo.

Não compactuo com manobras politiqueiras de pessoas mesquinhas que, durante meu tempo de coordenação pedagógica à frente do Caráter Conta na GERED de Joinville, SC, nunca fizeram nada pelo Programa, e além disso visavam a apropriação do esforço e do trabalho alheio já feito durante anos para promoção e benefício próprios, tais pessoas são verdadeiros "vampiros psíquicos e sociais".

Alguém disse certa vez com muita propriedade que, "onde não há ética até o ambiente fica doentio". E tais pessoas, por serem as detentoras do poder, são um verdadeiro foco de doenças emocionais para aqueles que se sujeitam as suas manobras carregadas de tirania e cheias de maldade, mas Deus é justo Juiz e cabe a Ele retribuir a cada um segundo as suas obras.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei promover "O Caráter Conta!" nas escolas da Rede Estadual de Ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente (23/10/2009), não faz parte dos programas oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização, gratidão e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Ensino de Joinville, SC, como já vinha fazendo antes. Atualmente tenho 09 turmas, do Ensino Fundamental, somando mais de 300 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando sistematicamente com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", meus alunos e alunas da Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras estão sendo socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses politiqueiros, pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.

Que o Deus Eterno e Criador Ilumine a Todos Nós!
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, no período de 2004 a 2009.
Atualmente é colaborador e multiplicador voluntário do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

Confira Também:

Atividades do Programa "O Caráter Conta"!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos
Pesquisa personalizada

quarta-feira, julho 26, 2006

SINCERIDADE: EEB JOÃO COLIN

GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÂO CIÊNCIA E TECNOLOGIA
GERÊNCIA DE ENSINO CIÊNCIA E TECNOLOGIA
ESCOLA DE EDUCAÇÂO BÀSICA JOÂO COLIN


RELATÒRIO

PROGRAMA: “O Caráter Conta”
SÈRIES: Sétima e oitava
NÍVEL DE ENSINO: Ensino Fundamental
NÙMERO DE ALUNOS: 70
PROFESSORES: Márcia (Língua Portuguesa) e Monserrate (Língua Estrangeira – Inglês)

1 – OBJETIVO GERAL:
O programa “O Caráter Conta” é educativo e visa uma mudança ou reflexão positiva no cotidiano de jovens e crianças, fazendo com que os jovens percebam o valor de atitudes éticas e cultuem o respeito à verdade, através da sinceridade de suas ações.

OBJETIVOS ESPECÌFICOS:
-Incentivar os educandos a manter ou criar uma postura positiva na sociedade, colocando em prática os valores discutidos.
-Incentivar o trabalho em equipe e a valorização das produções realizadas pelos alunos, expondo-os pela escola.
-Desenvolver um ambiente compreensivo e harmonioso.

SUB-TEMA: Sinceridade

METODOLOGIA

Iniciou-se o tema fazendo um resgate, junto com os alunos, sobre os valores, incentivando a honestidade, a responsabilidade, a cidadania e o respeito. Em seguida ocorreu atividades com jogos, cartazes, dramatizações, textos e discussões. Trabalhou-se em grupos para que cada um contribuísse com o seu modo de pensar e com suas experiências de vida. Houve a exposição de trabalhos no ambiente escolar e apresentações na própria sala e em outras turmas. Os assistentes técnicos pedagógicos trabalharam, extra-classe, com os educandos através da contação de história do livro “ Menina Bonita do laço de Fita”, em que abordava a sinceridade e o respeito de forma crítica e lúdica.

CONCLUSÂO E AVALIAÇÂO
O Programa “O Caráter Conta” está sendo construído gradativamente na escola, havendo necessidade de mais um encontro com os integrantes da escola para uma um novo repasse e conscientização para a importância do programa, pois havendo uma melhora na atitude dos alunos todos terão um melhor ambiente escolar.
Os alunos que participaram dessa primeira etapa tiveram um grande interesse pelo tema, envolvendo-se de forma efetiva nos trabalhos propostos. Foram avaliados de forma contínua e reflexiva.

SINCERIDADE E RESPEITO: EEB DAVID PEDRO ESPÍNDOLA







EEF MARIA AMIM GHANEM






SINCERIDADE: EEB FELIPE SCHMIDT

ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL
GERÊNCIA DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
EEB FELIPE SCHMIDT
RUA FELIPE SCHMIDT, Nº 87
CENTRO - SÃO FRANCISCO DO SUL

Relatório do Pilar da Sinceridade


Durante o repasse dos pilares para os professores, marcou-se o dia 26 de maio, sexta-feira, para a apresentação das atividades desenvolvidas sobre o pilar da Sinceridade.
As apresentações contaram com teatros, músicas, paródias, jograls, fábulas, varal literário, entre outros, conforme o cronograma (anexo 1 e 2).
As atividades basearam-se em reportagens de jornal, assuntos relacionados à política, meio ambiente, sociedade, etc.
Trabalhando-se esse tema – Sinceridade – com os alunos foi possível aproximá-la ainda mais do cotidiano destes, e mostrou-se como é importante preservar qualidades e sentimentos nobres, muitas vezes esquecidos na rotina diária.
Anexo 1: Cronograma de apresentações das turmas do período matutino.

Escola de Educação Básica Felipe Schmidt
São Francisco do Sul, 26 de maio de 2006.

Apresentação do Programa “O Caráter Conta” – Pilar Azul da Sinceridade

Pré-escola
Teatro: com os alunos: Yulia, Julia, Mauro, Milena Caroline, Milena Dias, Hamábily, Leonardo, Daniela.

1ª e 2ª série
Música: “Sinceridade”, com todos os alunos.

3ª e 4ª série
Música: “éf ser Sincero”, com todos os alunos.

5ª série
Teatro
“Rádio”, com os alunos: Samantha, Jorge, Laís Helena, Nathalie, Elaine e Sirlene.
Alunos: Katiúscia, Mayara, Lourdilene, Desireé, Gabriel David.
Alunas: Laís Gabriela e Patrícia.
“O Assalto”, com Endreill, Rudiberto, Albino, Bruno, Geovana, Lúcio e Lucas.


6ª série
Teatro
“Sinceridade no Brasil”, com as alunas: Jéssica Prado, Paola e Patrícia.
Paródia
“Brasil x Bolívia”, com os alunos: Geandle, Vitor, Helton e Milena.
“Gasoduto Brasil x Bolívia”, com os alunos Osni e Gustavo.
“Gasoduto”, com os alunos: Jonatha, Gabriel e Odair.
Música
“Pais e Filhos”, com todos os alunos através da língua dos sinais.

7ª série
Teatros:
“Pobreza no Mundo”, com os alunos: Gustavo, Luiz Rogério, Amanda, Allan Renato e Lucelene.
Annie, Jéferso, Gislaine, Ariane e Suelen.
“Sinceridade na ONU”, com as alunas: Letícia, Thaiane, Nathalie, Bruna, Thaís e Milena Ferrarini.
“Pega Ladrão”, com os alunos: Gustavo, Patrick, Allan Renato e Luiz Rogério.
Dança
“Mentira” – Alunas da 7ª série matutino.

8ª série
Teatro
“Luz da Sinceridade”, com as alunas: Jenifer, Luana, Alice e Yasmin Zapelli.


Anexo 1: Cronograma de apresentações das turmas do período vespertino.

Escola de Educação Básica Felipe Schmidt
São Francisco do Sul, 26 de maio de 2006.

Apresentação do Programa “O Caráter Conta” – Pilar Azul da Sinceridade

Pré-Escola
Leitura pelo aluno Asaph.

1ª série
Música: “Sinceridade”, com todos os alunos.

2ª série
Cantiga de roda

3ª e 4ª série
Música: “Prá ser Sincero”, com todos os alunos.

5ª série
Teatro
“O Pescador e a Árvore Mágica”, com Tainá Arins, Julia, Séfora, Aaron, Matheus Schafauser, Victor Rafael e Ana Carolina.
“A Floresta”, com Andressa, Paula, Amanda Branco, Anderson, Gabriela e Victor Heymanns.
“A Fraude da Tartaruga”, com Guilhermy e Bruna.
“A Fiscal”, com éfer, Matheus Pedor, Amanda Silva, Tainara, Matheus Ignácio, Matheus Gomes e Ariane.
Música
“Hip Hop”, com Rudnei, Jorge, Matheus Schafauser, Bernard, Gabriel, Vinicius e Edgar.
“Sinceridade no Mundo”, com Bruna e Ariane.

6ª série
Teatro
“Super Sincero”, alunos, Kelvin, Alexsander, Jéssica Kormann, Gustavo, Paula e Juliano.
“Sinceridade”, alunos: Jéssica Crispim, Ramisse e Laila.
“Ricos e Pobres”, alunos: Gabriel, Priscila, Amábili, éferso, Monique e Mayara.
“Trabalho Infantil”, alunos: André, Vinicius, Matheus Nunes, Matheus Lopes, Jackson, Antônio e Alexsander.

7ª série
Teatros
“Sinceridade dos Políticos”, com Aline Bonelli, Aline Aparecida, Stephani, Miguel, Juliana, Sabrina Moreira, Sabrina Silva, Henrique, Lucas e Laiane.
“Cadê a Sinceridade”, com Anthony, Erick, Felipe, Roberto Alencar, éferson, Arthur e Leonardo.
“Política e Sinceridade”, alunos: Denis, Jonatha e Roberto Muniz.
Jograu
“Sinceridade Ainda Existe”, com Sabrina Silva, Juliane, Henrique, Aline Aparecida, Lucas, Miguel e Stephani.
Música
“Hino da Sinceridade”, com todos os alunos.
Teatro de Fantoches
“Vira, Vira”, com Érick, Anthony, Roberto Alencar, Felipe e Diego.

8ª série
Teatro de Fantoches
Com os alunos: Damaris, Daiane, Jenifer, Thairine, William e Washington.
Teatro Mímico
Alunos: Thainara, Gleiciele, Vitor, Crislaine e Ana.
Música“O Mundo Precisa de Paz”, com todos os alunos.













sexta-feira, julho 21, 2006

SINCERIDADE: EEB HIGINO AGUIAR

ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO
GERÊNCIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO
EEB. PREFEITO HIGINO AGUIAR
SC 301 KM 05, Nº 570 – ITINGA – ARAQUARI - SC.
E-mail:
eefprefhiginoaguiar@sed.sc.gov.br

Relatório do pilar sinceridade

Considerações Gerais


Após a reunião e elaboração dos projetos, os professores envolvidos deram inicio as atividades propostas.
Algumas adversidades ocorreram durante a execução dos projetos, alguns professores deixaram a unidade escolar, outros tiveram que se ausentar por determinado período por motivos de doença, sendo assim, nem todos os projetos saíram tal qual planejados.
Houve também projetos que acabaram tomando mais tempo do que o previsto e ainda se encontram em execução.


Relato Individual dos Projetos


O projeto realizado pelas professoras Gizelda, Maria Lenilda , Maria Terezinha e Rosa Mística teve o seu desfecho em duas belíssimas apresentações para os alunos da escola e demais professores e funcionários.
Foram apresentados dois teatros enfocando a sinceridade , além de um número de dança onde a letra da música tratava do tema “ser sincero”.


As professoras Valéria Flora Diniz Pereira e Ivonete Chechi Fronza realizaram contação de história e dinâmicas envolvendo não só as crianças, como também a família convidada a comparecer na escola,como previsto no projeto apresentado.


A professora Anadira iniciou as suas atividades com uma mensagem bíblica que nos fala de três jovens que moravam num reino na Persa. Certo dia enquanto o rei descansava acordou com a discussão dos jovens que pretendiam saber qual era o maior poder do mundo. O rei chamou-lhes a atenção e sugeriu que escrevessem ao lado do seu leito, quando acordasse analisaria suas opiniões. O primeiro jovem disse: o vinho, pois todos dominavam, o segundo: o rei, pois a todos mandava e o terceiro: a verdade, a sinceridade, pois diante dela todos tremem.
A professora utilizou exemplos da atualidade. No final da história o jovem que disse que a verdade e a sinceridade ganhou, pois estava ali o maior poder do mundo .
Em segundo momento a professora utilizou a história infantil: Maria vai com as outras de Sylvia Orthof com representação dos alunos. Foram feitas reflexões em cima das duas história e reflexões sobre questões a responder. As respostas foram positivas, os alunos entenderam as mensagens e os objetivos foram atingidos.


As professoras Soneli Suzuki, Maria da Consolação e Denise realizaram um trabalho com as 8ª séries utilizando o filme “A ilha” como havia sido proposto no projeto.
Os alunos assistiram o filme, discutiram as questões históricas relativas ao filme com enfoque no pilar da sinceridade, e também produziram um texto demonstrando onde o filme enfocava o pilar da sinceridade.
Nas aulas de artes a sinceridade no filme também foi trabalhada através de discussão e produção artística . a exposição dos textos e produção artística se dará no dia da festa julina da escola juntamente com outro projeto para assim poder socializar com a comunidade o projeto. A exposição terá como tema não tenha duas caras, seja sincero.


As professoras Soneli Suzuki e Maria da Consolação também realizaram um projeto com as 6ª séries utilizando o filme “A noiva cadáver” assim como previsto no projeto, porém como houve mais o acréscimo de um material disponibilizado pelo SESC, o projeto acabou tomando maiores amplitudes e ainda encontra-se em fase de execução.

Encontra-se também em execução pela professora Soneli e os alunos da 8ª série a pintura do muro externo da escola com desenhos e frases relacionados aos pilares.

SINCERIDADE: EEB ALBANO SCHMIDT


ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA ALBANO SCHMIDT


O CARÁTER CONTA


RELATÓRIOS DO PRIMEIRO PILAR:

SINCERIDADE


Joinville 2006

Pré – escola
Apresentação do Projeto “O Caráter Conta”
1º Pilar – Sinceridade
1º Passo – Apresentar o Pilar ( sua forma e cor), explicar o porquê da cor – comentar também o porquê do pilar; é ele que dá sustentação, é o alicerce. Portanto o Pilar Sinceridade é um dos alicerces que o nosso caráter deve ter.

2º Atividade Árvore da Sinceridade – Em uma folha sulfite pedi para que os alunos desenhassem uma das suas mãos, depois recortassem e pintassem.
Após recortarem as mãos de papel , fizemos um caule e montamos uma árvore com estas mãos , antes foi perguntado aos alunos: O que uma pessoa de bom caráter, não faz? Uma sincera ela?
Exemplos dados: não mente, não rouba, não critica, não machuca os colegas, promete somente o que pode cumprir.Cada um escreveu na sua mão um exemplo e pregou na árvore.
Por último foi fixada a palavra Sinceridade passando no quadro e os alunos escreveram de várias cores e várias vezes.

1ª Série

Relatório sobre o pilar Sinceridade

Professora: Karla Magalhães.

1. Explicação sobre o significado da palavra segundo o dicionário.

2. Reflexão


SINCERIDADE
Sinceridade ainda existe,
ela não é qualidade abstrata.
Acredito nas pessoas sinceras,
por mais que doa,
arrebente,
machuque
ou magoe.

A sinceridade constrói:
amizades, amores, paixões...
Mas quando é enrustida,
provoca desilusões,
dessas que derrubam qualquer um
até o chão da mediocridade,
que vai além do solo material.

Sou dessas que caem,
todavia, sei levantar depressa.
Mesmo fraca, reconsidero a situação
e parto para ir em busca da solução:
Gente.
Eu sou carente de gente.
Nem todo ser humano é gente,
mas toda gente é ser humano.

Quando a racionalidade domina,
a névoa encobre a emoção de cada um,
e eu não vou encobrir a minha.
Procuro o equilíbrio,
dois e dois são quatro,
mas quatro são diferentes

É importante negar,
razão mal empregada só gera distúrbio.
O poder é emocional,
mas só chega ao poder
quem voa incessantemente da razão.
Por isso, a razão pura não me satisfaz.

Eu quero um pouco de tudo.
Eu não quero poder, quero respeito.
Eu não sou boba da corte intencionalmente,
apenas liberei aquilo que todos escondem,
liberei a minha personalidade.
Mostrei às pessoas algo que somente,
há tempos, eu mesma via no espelho

Eu sou por todos, às vezes, mais que por mim.
Sou pela diferença consciente
e pela igualdade de direitos e deveres.
Sou pela revolução dos costumes
e pela preservação da vida.
Não na mediocridade que se encontra,
mas na maravilha que ela é.
(autor desconhecido)


3. Jogo das fichas


Cada aluno recebe 20 fichas com vários tipos de alimentos. Um em cada ficha. A professora fala: cenoura, eles baixam as fichas que tiverem cenoura, a professora fala: espinafre, eles baixam a ficha que tiver espinafre.
O aluno que tiver menos ficha ganha pontos e então fica sendo o campeão daquela rodada.
Como a professora não confere vai ser “natural” a maioria dos alunos abaixarem fichas sem o alimento citado estar em sua mão.
Ela faz uma última rodada valendo bombons e recebe o bombom quem tiver com mais fichas na mão.
Objetivo: Ganharam tantos alunos que foram sinceros.
Falar que os alunos que baixaram as fichas poderiam estar sendo sinceros também,mas aqueles alunos que ficaram com maior número de fichas não haveria sombra de dúvidas de que foram sinceros mesmo.


2ª Série
Relatório sobre o pilar sinceridade
Professora: Jane
Após apresentar aos alunos o que representa o pilar Sinceridade a professora propôs aos alunos para realizarem uma história em quadrinhos com o tema: Sinceridade.
As histórias surpreenderam a professora, pois foram criativas e as crianças se interessaram pelo tema.
Em uma segunda oportunidade a professora deu uma situação de um jogo de bafo, onde um amiguinho trapaceia passando cola na mão, as crianças tomaram diversas decisões em relação à trapaça.

3ª Série

Relatório do pilar Sinceridade
Professor: Jamir
O professor apresentou o programa O Caráter Conta e iniciou o trabalho com Pilar da Sinceridade explicando o porquê da cor azul.Fez leituras, debates e pesquisou no dicionário a palavra sinceridade com as crianças.
O professor pediu para que com a ajuda dos pais montassem 10 itens da Sinceridade Familiar
Na segunda etapa foi pedido as crianças para escrever em um papel uma sinceridade que deveria ser praticada na escola, após todos escreverem foi confeccionado um mural.
Em outro momento o professor pediu para que as crianças criassem uma frase com a palavra Sinceridade, uma delas que chamou a atenção foi: A sinceridade é difícil de encontrar e fácil de perder.
Após trabalhar com as crianças a Música Abalou da Ivete Sangalo, foi pedido a elas para criar uma poesia com o título Sinceridade.
Como as crianças gostaram do que foi feito em relação ao Pilar azul da sinceridade foi proposto a elas para apresentarem as outras turmas o seu trabalho.
Foram reunidas as turmas de 1ª a 4ª série e apresentado os textos, poemas e frases criadas pelas crianças.
Para finalizar todos cantaram a música Abalou da Ivete Sangalo.


4ª Série

Relatório do pilar Sinceridade
Professora: Clarite
1º Passo: Apresentação do Programa “ O Caráter Conta”
Após foi apresentado as crianças o Pilar (sua forma e cor), explicar o porquê da cor – comentar também o porquê do pilar; é ele que dá sustentação, é o alicerce.
Após a explicação a professora pediu para os alunos montarem um acróstico com a palavra Sinceridade.


Relatório do Pilar Sinceridade

Professora: Andressa 5ª a 8ª Série Vespertino

O planejamento realizado para o projeto “ O Caráter Conta”, teve como tema “Sinceridade”, um dos pilares do projeto. Sinceridade é um tema pouco trabalhado em sala de aula e nas próprias escolas e é um elemento importante para trabalhar com o educando.
O professor pode ir além do papel de ensinar as matérias do currículo escolar. O objetivo é estabelecer e estreitar laços afetivos sociais entre aluno e professor.
A meta de acordo com as idéias que tive juntamente com os alunos foi visar o desenvolvimento da expressão oral e ampliação do tema. Todos tiveram oportunidade de falar (acontecimentos da vida real e até novidades imaginárias foram bem aceitas). Preparamos um trabalho, onde aprendemos à importância da sinceridade, mostrando também a importância de cada tópico (honestidade, integridade, cumprir com a palavra e lealdade). Pensamos como seria importante trabalhar o pilar através de uma dinâmica, como histórias, poemas, desenhos, palavras e figuras através de cartazes. A sala foi dividida em grupos de quatro, cada grupo com um tópico. Os alunos levaram para a sala de aula uma cartolina, tesoura, cola, caneta, figuras, poemas e frases para serem colados nos cartazes a serem trabalhados. O uso de histórias facilitou o nosso planejamento, tornando a aprendizagem do aluno mais dinâmica.
O propósito foi alcançado com sucesso, dúvidas foram tiradas e sugestões foram aceitas. Durantes as atividades houve interação de todos e tive um bom resultado.


6ª, 7ª e 8ª Série Matutino

Relatório do Pilar Sinceridade
Professora: Salete Ciências

Após apresentar o Programa “O Caráter Conta” para os alunos, a professora iniciou o trabalho com o Pilar Sinceridade dialogando com os alunos o Tema: Você já passou por uma situação onde alguém duvidou de sua sinceridade? A conversa foi longa e as várias situações citadas foram debatidas entre a professora e os alunos.
Após o debate a professora lançou a idéia de criar uma poesia, um teatro, uma música, um jogo relacionado ao Pilar Sinceridade.
Algumas atividades desenvolvidas abaixo:


Poesia

SINCERIDADE

Sinceridade rima com humildade, honestidade
...Diga a verdade , sempre a verdade
Para nutrir uma amizade diga a verdade
Já é tarde, acaba de perder, só para não fazer sofrer.

Coragem rima com aprendizagem,
Vantagem...
...Quer mudança, tenha esperança
Amizade em abundância, é total confiança.

Coração rima com emoção, reputação...
...Nunca digas mentiras apenas para
Fazer sorrir, as vezes derramar lágrimas
É melhor do que mentir
Vencedores rima com amores, valores...
...Palavras apenas palavras, palavras
Pequenas que ferem, machucam no
Momento, mas tenta em seu pensamento
O amanhã será um tremendo encantamento.

Ser sincero não rima nenhum pouco com...
...Falcidez, mentiras, muito menos com
honestidade, a pessoa que é transparente
tem mente, tem bom coração e nunca
vai se afogar em solidão.

Autores:

Diego Eduardo
Fernanda
Kely Roberta



TEATRO: Ainda é possível ser honesto.
Uéverton estava saindo do banco com uma quantia alta de dinheiro, resolve guarda-lo, mas sem perceber seu dinheiro cai no chão.
Halisson que também estava saindo do banco acha o dinheiro no chão, Rodrigo seu amigo pára para conversar com ele e diz: Onde você achou tanto dinheiro?
E Halisson diz no chão, mas já vou procurar seu dono.
Vitor que estava passando pela rua , sem querer acaba escutando a conversa.
Mais tarde Uéverton encontra Vitor na rua e pergunta: Vitor, você não achou algum dinheiro na rua?
Vitor responde: não mas vi o Alisson achando dinheiro e uma quantia bem alta.
Uéverton fala: Então é meu, vamos atrás deles.
Mais tarde Uéverton, Vitor, Rodrigo e Halisson se encontram na rua e Uéverton diz: Halisson você achou dinheiro na rua?
Halisson responde: não.
Vitor fala: Achou sim que eu vi.
E Uéverton chama a polícia.
O policial fala: O que foi que aconteceu?
Uéverton Fala: Halisson roubou meu dinheiro.
Halisson fala: Não roubei eu iria devolver.
E Vitor fala: Não iria não.
Rodrigo fala: iria sim
Uéverton fala: eu quero meu dinheiro.
Halisson responde: Aqui está.
Policial: Tudo resolvido, vamos lá circulando.
Às vezes somos desonestos, mas há pessoas em nossas vidas sinceras que nos ajudam a consertar nossos erros.
Autores: Alan, Alina, Halisson, Rodrigo, Uéverton e Vitor.


A seguir algumas fotos das atividades:


TEATRO: AINDA É POSSÍVEL SER SINCERO



JOGO DA SINCERIDADE



JOGO DA MEMÓRIA DA SINCERIDADE


POESIA



RAP DA SINCERIDADE

quarta-feira, julho 12, 2006

SINCERIDADE: EEB VICTOR KONDER



Justificativa:
Necessidade de reavivar em nossos alunos, professores e comunidade escolar, os valores morais e éticos que formam e transformam o caráter e a conduta de todos enquanto cidadãos.

Objetivo:
Conscientizar nossa comunidade escolar no que diz respeito formação de caráter, seu valor e significado.

Metodologia:
Os professores estarão trabalhando com seus alunos os pilares que formam o caráter, desenvolvendo atividades, tais como: teatro, dança, música, brincadeiras, dinâmicas, pesquisas, decoração, cartazes, murais, poesias, acrósticos e outros, no intuito de fazê-los compreender a importância desses valores para sua formação e conduta.
A escola será decorada e destinará horário para as apresentações das atividades desenvolvidas pelos alunos. Também na homenagem cívica semanal, as turmas responsáveis desenvolverão as solenidades enfocando o pilar em questão, apresentando atividades.

Avaliação:
Os alunos serão avaliados em todas as disciplinas, considerando-se a participação nas atividades, desenvolvimento dos trabalhos e apresentações,

Desenvolvimento:
O repasse para os professores aconteceu em reunião pedagógica, onde a sala dos professores foi decorada com as cores dos pilares, predominando o azul e o amarelo, que são as cores correspondentes aos dois primeiros a serem trabalhados (sinceridade e respeito).
Foram repassados os objetivos do projeto e deu-se o início a um debate a cerca de como estes pilares poderiam ser desenvolvidos nos conteúdos específicos de cada disciplina.
Foi lido um texto de Marcel Armando Salaverry, e várias sugestões se seguiram.

Sinceridade
Taí uma coisa muito difícil para se definir, e até mesmo para se encontrar.
Como é difícil sermos sinceros. Existem ocasiões em que a verdade nos vem até a garganta mas, por educação, por respeito, a engolimos.
Por vezes, temos vontade de dizer uma série de besteiras para uma pessoa que merece ouvi-las, mas nos calamos para não criar uma situação ruim.
Isto quer dizer que não podemos ser sinceros? Bem... não é bem assim. Existem situações em que a sinceridade se impõe.
Por exemplo, nas questões de amizade. Com os amigos temos que ser sinceros. Sim, mas nem tanto, pois às vezes chegamos à conclusão de que a melhor maneira de conservarmos uma boa amizade é deixarmos prá lá alguma coisa.
Se, contudo, um amigo nos ofendeu voluntariamente ou não, é quando devemos usar de nossa sinceridade e, ao invés de simplesmente nos magoarmos e nos calarmos, devemos procurá-lo, fazendo com que ele veja sua inconveniência, e darmos a oportunidade para que ele explique a atitude e se desculpe. Isso é ser amigo. Mostrar um eventual erro, e dar-lhe a chance de uma explicação, pois entre amigos, nunca deve haver problemas pendentes..
Quantas vezes, inadvertidamente, magoamos alguém... quer seja por atos ou por palavras...
Como não podemos conhecer o íntimo de todas as pessoas que nos rodeiam, não podemos saber que determinadas atitudes, ou palavras, normais para nós, possam ofender ou magoar alguém. Como sair dessa ?
É o tipo da coisa impossível de ser evitada. Como poderemos conhecer o íntimo de todos que nos rodeiam?
Uma coisa é certa, como temos o dom da palavra e do pensamento, o que acho mais coerente e lógico, é que, se alguma coisa nos magoa, devemos com alguma habilidade, chamar a atenção de quem nos magoou, para que o mesmo não repita a mesma mancada (óbvio, não devemos ir "com os pés no peito"), pois não houve a intenção de magoar, foi simplesmente uma mancada, e elas são perdoáveis. Acho que ninguém pode dizer que nunca, jamais, em tempo algum, deu algum fora.
Agora, é lógico de que, sabedores de que tal atitude, tal palavra, tais termos vão magoar alguém, a repetição TEM que ser evitada. Existe a respeito, um célebre provérbio latino que diz: errare humanum est, e eu acrescento, repetirem errum, burrarum est.
Então, crianças, se alguém nos magoar, ou for inconveniente, o melhor a fazer é procurar esse alguém e ser franco. Tal atitude é muito melhor do que um afastamento inexplicável. Inexplicável, porque quem nos chateou, não está sabendo disso e, se não nos abrirmos, nunca ficará sabendo.
Outro ponto importante que muita gente "se esquece" de fazer, é reconhecer erros cometidos. Realmente, é difícil "dar o braço a torcer". Aquele tradicional : "Desculpe, eu estava errado", tem que sair a "forceps". Pouca gente gosta de admitir que errou..
Principalmente entre amigos não podem existir tais veleidades, senão deixa de existir a sinceridade, e, por tabela, a amizade vai pro espaço...
Quando existe o envolvimento amoroso então, a base de tudo TEM que ser a sinceridade, se quisermos que a relação seja duradoura. O amor resiste bem menos do que a amizade a atitudes dúbias. Namorados não costumam esquecer as falsetas.
Agora convenhamos, uma vez que existe um ditado que diz que "a mentira tem pernas curtas", não seria mais fácil usar-se a sinceridade do que ficar inventando histórias?
Aos "Pinóquios" deste mundo, recomendo usar a criatividade para as coisas boas da vida. Como? Para você a melhor coisa da vida é fazer uma sacanagem? Então continue, até sentir na própria pele como é chato ser sacaneado...
E como são importantes as boas e sinceras amizades. Sentindo que o amigo (a) é uma pessoa sincera e confiável, pedimos auxílio, fazemos confidências, pois sabemos que do outro lado existe alguém cuja franqueza e amizade nos permite certos desabafos. Não tenham dúvidas de que isso é tão bom para um lado, quanto para o outro., pois é muito bom saber-se que outras pessoas confiam em nós.
A sinceridade é que ajuda a manter as boas amizades.
(Marcial Armando Salaverry)

Ficou estabelecido que no 1º dia do mês de junho, serão apresentados os trabalhos desenvolvidos pelos alunos e que nas homenagens cívicas semanais, no decorrer do mês de maio, serão apresentadas atividades relacionadas ao pilar em questão (sinceridade).
Os pilares da escola serão decorados, bem como as salas de aula e demais dependências.
Podemos ainda citar uma atividade que está sendo desenvolvida e que compõe o projeto, apesar de fazer parte do pilar da cidadania. Arrecadação de tijolos para a construção dos canteiros da horta escolar que está sendo estruturada.



No dia das apresentações do Pilar da Sinceridade, no qual todos os e professores foram convidados a virem vestidos na cor azul, inicialmente foi realizada na hora do lanche (neste dia especial), uma dinâmica coordenada pela assistente técnica pedagógica Terezinha, onde os professores deveriam escrever qualidades dos demais colegas em papel colado nas costas de cada colega enquanto tocava uma musica e todos dançavam e escreviam. Quando a musica parou todos leram as qualidades que os colegas escreveram e adivinha? A estima foi lá em cima! Todos confirmaram estarem sendo sinceros. Ao final todos receberam como lembrança do dia uma flor azul confeccionada em papel pela professora Romilde,


A partir daí os professores iniciaram as atividades com os alunos, que incluíram dança, música, teatro, decoração, confecção de cartazes, mural, questionário para estatística da sinceridade, poesia, acróstico, pintura de camisetas, reprodução do boton , entre outras.
O texto a seguir foi lido na abertura:


Questionário Sinceridade
Use de sua sinceridade e responda o questionário:
1) Você encontra uma carteira no pátio da escola. Procura saber de quem é o dono para entregá-la?
2) Você se compromete em colaborar com a escola em alguma campanha. Cumpre com sua palavra?
3) Você é testemunha de uma agressão sofrida por um colega. Relata a verdade dos fatos?
4) Você procura relacionar-se com pessoas que tenham os mesmos valores morais que os seus?
5) Você se considera um exemplo a ser seguido pelos outros?



Programa do Dia 1º de Junho
O CARÁTER CONTA
Pilar Sinceridade
Matutino

• Abertura – Diretora Nádia
• As alunas Eduarda, Ana Clara, Maria Clara, da 7ª série 1 e o aluno Jurandyr do Pr 01 – Profª Gilda, encenarão a peça : OPORTUNIDADE: Coordenação Profª Terezinha
´


• Da 6ª série 01, Victor, Ovande, Lucas, William, Marcos, Vinícius apresentarão o teatro de fantoches: SINCERIDADE X PRECONCEITO, em inglês e a aluna Natasha fará a tradução – Coordenação: Profª Maria Rosélia..


• Alunas da mesma série : Tayara, Sílvia e Erica apresentarão seus cartazes
• A aluna Josimere da 5ª 01, irá apresentar uma poesia sobre a “Sinceridade”. O aluno Joanathan apresentara seu cartaz e os demais alunos complementarão com a apresentação das bandeiras desenhadas sobre o tema, com o acróstico, confeccionadas por eles. Coordenação Profª Cristiane

• Os alunos da 8ª série 01 apresentarão o “Mural da Sinceridade” – Coordenação do Profº Juliano.

 O aluno Fernando (DA) apresentará na Linguagem de Sinais o acróstico “Sinceridade” – Coordenação Profª Arilda

 Os alunos farão a distribuição dos botons confeccionados por eles – Coordenação das Profªs Odinéia e Rosana.

 As alunas: Alana, Gabriely, Nahuana, Francieli e Janelise apresentam coreografia, com a música: “Meus Planos” – Coordenação Profª Odinéia.




• Os alunos: Juliete, Tabata, Antônia e Cassiano da 4ª série 01 apresentarão o jogral “Sinceridade” de autoria de Malba Tahan – Coordenação: Profª Romilde



• Alunos da 2ª 01 e 02 do EPI, apresentam trabalho sobre Sinceridade – Coordenação Profª Terezinha

Vespertino:
• Abertura : Diretora Nádia
• Os alunos da 5ª série 03 cantarão a música “Pais e Filhos”. Coordenação – Odinéia e Jucélio
• Da 5ª série 04: Luiz, Alex, Thays, Pámela e Mayara apresentarão um cartaz. Coordenação – Profª Odinéia

• O aluno Jessé da 6ª série 02 fará a leitura sobre Sinceridade e demais alunos apresentarão o cartaz e camisetas pintadas – Profª Odinéia.



• Com a coordenação dos Profºs Jucélio e Marcelo, os alunos da 7ª série 02 cantarão a musica “PRÁ SER SINCERO”



• As alunas: Amaraly, Suelen. Jéssica e Joana (8ª 2) apresentarão a peça teatral “ A ROUPA NOVA DA RAINHA – Coordenação Profº Juliano



• Coreografia das alunas da 8ª série 2 : Música Compromisso. Alunas Jéssica, Joana, Amaraly, Suelen, Ana Gabriela e Aline. Coordenação Odinéia.



• Os alunos Felipe, Willian, Jackson e Jonatan da 4ª série 02 farão a leitura dôo JOGRAL, Sinceridade . Coordenação : Profª Romilde
• Os alunos da 4ª série 2 apresentará cartaz “Receita da Felicidade” – Coordenação : Romilde



• As alunas da 8ª série 1 apresentam a Coreografia, “Meus Planos”;
• A aluna Minéia da Sala de Recursos Visuais declamara a poesia Sinceridade . Coordenação : Profª Maria Emília.

Lançamento



Pilar

Murais

Pesquisa personalizada