Pesquisa personalizada

Carta Aberta - Por Jorge Schemes:

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e espontânea vontade.

Todavia, algumas situações ocorridas bem como as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano (2009), e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão.

Até então estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica e meus princípios e valores são alicerçados na Santa Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante de atitudes mesquinhas de segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética (no mínimo profissional) e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo.

Não compactuo com manobras politiqueiras de pessoas mesquinhas que, durante meu tempo de coordenação pedagógica à frente do Caráter Conta na GERED de Joinville, SC, nunca fizeram nada pelo Programa, e além disso visavam a apropriação do esforço e do trabalho alheio já feito durante anos para promoção e benefício próprios, tais pessoas são verdadeiros "vampiros psíquicos e sociais".

Alguém disse certa vez com muita propriedade que, "onde não há ética até o ambiente fica doentio". E tais pessoas, por serem as detentoras do poder, são um verdadeiro foco de doenças emocionais para aqueles que se sujeitam as suas manobras carregadas de tirania e cheias de maldade, mas Deus é justo Juiz e cabe a Ele retribuir a cada um segundo as suas obras.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei promover "O Caráter Conta!" nas escolas da Rede Estadual de Ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente (23/10/2009), não faz parte dos programas oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização, gratidão e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Ensino de Joinville, SC, como já vinha fazendo antes. Atualmente tenho 09 turmas, do Ensino Fundamental, somando mais de 300 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando sistematicamente com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", meus alunos e alunas da Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras estão sendo socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses politiqueiros, pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.

Que o Deus Eterno e Criador Ilumine a Todos Nós!
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, no período de 2004 a 2009.
Atualmente é colaborador e multiplicador voluntário do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

Confira Também:

Atividades do Programa "O Caráter Conta"!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos
Pesquisa personalizada

quarta-feira, dezembro 20, 2006

RELATÓRIO: EEF SENADOR RODRIGO LOBO

ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
GERENCIA DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL “SENADOR RODRIGO LOBO”
Rua:Cuba, s/nº - Bairro: Jardim Sofia – Fone: (47) 3473-0347
Joinville – SC CEP: 89.223-710


RELATO DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS
Título do Projeto: “O Caráter Conta”
Turma: 4a.01, 4a. 02, 7º 01 e 7a. 02.
Turno: Matutino e vespertino
Período de Execução: outubro, novembro e dezembro de 2006.
Disciplina: Artes, Ciências, Língua Portuguesa e Ensino Religioso.
Professores: Camila Juliana Dias
Sandra Regina Pereira
João José

Neste trimestre foram trabalhados os pilares do Caráter Conta em várias disciplinas entre estas, em especial, durante as aulas de Artes ( Professora Camila) com as turmas da 7°1 (matutino) e 7°2 (vespertino), discutiu-se os 6 pilares do Caráter Conta, com o objetivo principal de sensibilizar os alunos da importância desses valores para o nosso dia-a-dia, na convivência com o outro. As discussões iniciaram com um debate com os alunos sobre a importância de cada pilar e logo, após eles começaram os trabalhos práticos. Os alunos foram divididos em equipes e cada turma ficou responsável por: 7°1 – elaborar cartazes com os valores demonstrando através de desenhos e frases o que cada pilar quer nos passar. 7°2 – enfeitar as colunas da escola com os 6 pilares do Caráter Conta (sinceridade, responsabilidade, respeito, cidadania, senso-de-justiça, zelo). Esses trabalhos foram realizados em sala de aula e nos diversos espaços do pátio escolar.
A professora Sandra da 4°1 e 4°2 trabalhou com seus alunos a auto-avaliação nos pilares (essa folha faz parte do material cedidos na capacitação do programa Caráter Conta. Fez uma mesa redonda para discutir os pilares e a sua importância, os alunos citaram exemplos de situações vividas por eles. A partir das mesmas eles confeccionaram fantoches e apresentaram teatros dentro da temática do programa. Trabalhou em parceria com o Professor João José (Artes) desenhos, histórias em quadrinhos de conscientização e prevenção.
Dentro da educação Fiscal a professora Sandra trabalhou o tema “Trânsito” e também introduziu os pilares do programa “O Caráter Conta”, discutindo a responsabilidade, sinceridade e o senso de justiça no trânsito. Com o projeto “Cantando e Encantando a Infância”, trabalhou a vida dos alunos, suas vivências, sua infância, conhecer e valorizar o outro, para assim contribuir com o desenvolvimento das crianças através de momentos significativos, apropriando-se de literaturas, explorando o espaço para uma releitura de mundo.
O cuidado que se deve ter com o outro, o zelo pelos livros, pelos materiais de pesquisa da biblioteca, pelo patrimônio público escolar, etc. Devemos cuidar de nós também. A importância de zelar pelo nosso corpo, prevenir doenças, cuidar dos dentes, tomar banho, lavar as mãos antes de comer e após ir ao banheiro.
Existem outros trabalhos sendo desenvolvidos em sala que não foram mencionados nesse relatório, pois os valores devem ser trabalhados continuamente em sala para melhorar a formação desses alunos que serão os cidadãos a compor a sociedade de amanhã.
Por fim, espero que no próximo ano possamos dar continuidade a esse programa e obter resultados mais consistentes e perceptíveis do que os que já obtivemos.

Seguem alguns fotos dos trabalhos desenvolvidos:



RELATÓRIO: EEB JURACY MARIA BROSIG

GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
EEB. “PROFESSORA JURACY MARIA BROSIG”.
Rua: Dos Metalúrgicos s/n - Paranaguamirim.

Fone/Fax (047)463.5077
Município: Joinville /SC - CEP: 89.231-530
E – mail:
eebjuracybrosi@sed.sc.gov.br


RELATÓRIO TRIMESTRAL DO PROGRAMA O CARÁTER CONTA
(Senso de justiça, zelo, cidadania)



Neste último trimestre nossa unidade escolar desenvolveu os pilares: senso de justiça, zelo, cidadania.
Os alunos da 4ª series fizeram trabalhos em equipe explorando os pilares.
Cada grupo escolheu o tipo de atividade que lhes interessavam produção de texto, acróstico, interpretação da palavra por meio de desenho, que foram colocados expostos em sala de aula.
Todos os dias foram feitos parada para reflexão sobre os temas abordados.
As 3ª series foi conversado sobre as colunas do caráter conta, e trabalharam:
* Leitura compartilhada;
* Estudos dos valores;
* Produção das frases.
O corpo docente empenhou se no desenvolvimento do projeto e aproveitou os materiais recebidos para leitura informativa.
A exploração do material, disponível foi de acordo com a série.
Num todo, todos os seguimentos da unidade escolar foram atingidos pelos temas e espera-se mudança de atitudes já que para 2007 iremos dar continuidade ao projeto.

Atenciosamente,

Evailde Doriane Lopes
Assistente técnica Pedagógica

RELATÓRIO: EEB DOM PIO DE FREITAS

Projetos desenvolvidos em 2006
tendo como eixo norteador
o Programa O Caráter Conta e Nepre

EEB DOM PIO DE FREITAS


1) Projeto Escola Referência
Desenvolvendo o Zelo, Responsabilidade, Cidadania, Solidariedade.

Ver a escola de uma outra maneira e ajudar na sua preservação, partindo num segundo momento do projeto, para o ambiente externo a ela.

Público: toda a escola e comunidade
As atividades foram interdisciplinares: criação do mascote do projeto, slogan, logotipo, frases, cartazes.

Aprender sobre a natureza, mantendo um contato próximo com seus elementos, pode ser a única maneira de despertar nos indivíduos a necessidade de valorizar e buscar equilíbrio dinâmico entre os homens e o meio ambiente. Para que ocorram mudanças de atitudes, o indivíduo precisa estar consciente e, principalmente, sensibilizado de seu papel enquanto espécie integrante de um ambiente equilibrado.

O projeto “escola referência”, tem como meta transformar a UE em um ambiente social e ecologicamente correto, com o aproveitamento das áreas até então inutilizadas, pretendendo assim, implantar e fortalecer a Educação Ambiental através de um conjunto criativo de ações, melhorando o ambiente escolar, resgatando o paisagismo natural do bairro, contribuindo para o desenvolvimento humano, cultural, social da escola. Fazer com que as crianças entendam a educação ambiental, para contribuir com a preservação e defesa do meio ambiente como cidadãos responsáveis, partindo do seu ambiente escolar.
Educar na escola para sair da escola, mais crítico.

A principal linha de ação deste projeto consiste em desenvolver trabalhos em parceria com a empresas, através de uma ação educativa eficaz para a conscientização da sociedade em relação a preservação e conservação do patrimônio. (Responsabilidade social e desenvolvimento sustentável)

A defesa e preservação do patrimônio histórico, cultural e ambiental da escola, é uma tarefa extremamente importante em todos os setores da sociedade que é através de uma ação educativa eficaz e comprometida que temos a possibilidade de realizar um processo de conscientização da sociedade em relação a preservação e conservação do patrimônio escolar, que cerca as comunidades.
A escola deve ser o ponto de partida para um processo de conscientização da sociedade no sentido da construção de um mundo equilibrado e voltado para a defesa da cidadania.

2)Projeto O VERDE-AMARELO NA COPA DO MUNDO

Valores abordados: cidadania, responsabilidade, respeito.

Através deste projeto procurou-se dar ênfase aos valores da cultura ao esporte, como instrumento de cidadania, valorizando o conhecimento coletivo, destacando os países participantes na área: social, política, econômica, cultural, geográfica, histórica e artística. Estudando as atividades e a importância no cenário mundial.

Fortalecer o valor dessa instituição escolar para o desenvolvimento do cidadão, construindo com as ações e propostas da escola, juntamente com os alunos, professores, comunidade a uma prática de integração e socialização, para que a aprendizagem, não fique só limitada à sala de aula. Bem como todas as dimensões e oportunidades de aprendizagem possam ser exploradas e desenvolvidas como troca de experiências entre todos os envolvidos.

Oportunizou-se ao educando, a integração em diferentes grupos, criando, pesquisando, buscando idéias de construir uma nova função social, através de práticas reais, fundamentadas no coletivo. A escola deve promover uma educação universal, que provoque nos estudantes de todos os níveis e de todas as idades, bem como, ativar a participação coletiva, possibilitando acertos e experimentando situações de entusiasmo e confiança, de realização, de valorização para consolidação de sua identidade pessoal e social.

PÚBLICO: Todas as séries do Ensino Fundamental e Médio, com participação da Educação Infantil.
Atividades desenvolvidas pelos professores de Ed. Física, português, geografia e história.

METODOLOGIA: Os professores das diversas áreas de estudo farão uso da estratégia que melhor se adapte á sua disciplina. Poderão ser feitos cartazes, mural, coleta de dados históricos ou geográficos sobre os países participantes da copa, etc.

3)Projeto “Eu respeito a água”
Valores: respeito, cidadania, zelo.
Este projeto surge como tema transversal, incluso na disciplina Meio Ambiente e que segundo a Proposta Curricular de Santa Catarina, é uma possibilidade e meio para o desenvolvimento de ações institucionais e pedagógicas, que permite o envolvimento da equipe escolar, pais e comunidade, na exploração de novas diretrizes de ensino. Será enfatizado os 4 Rs: racionalizar, reusar, reciclar e recuperar, tendo como motivo a utilização dos recursos hídricos.
“Se eu respeito, eu gosto se gosto eu cuido, porque a água é essencial para a vida”.
Sua importância
O aluno, desde as séries iniciais deve compreender as mudanças em seu meio ambiente, devendo participar na conservação e manutenção deste e de sua saúde. A unidade escolar, apresenta vários problemas relacionados com a água, como falta desta nos bebedouros e banheiros, desperdício por parte de alunos, enchente em dias de muita chuva.
Público: o projeto será implantado em toda a escola, procurando envolver o Bairro Floresta, próximo à unidade escolar.
Os educandos serão os monitores – monitores da água, cuidando e conscientizando para seu uso e importância, que atuarão como multiplicadores dos conhecimentos e passarão a utilizá-los em suas famílias. Os conteúdos abordarão noções de cuidados, desperdício, importância para a saúde e vida no planeta, e ação multiplicadora.

· Sensibilizar para a importância da água na vida, alimentação, cuidados com o meio ambiente, lixo, poluição, desperdício.
· Desenvolver a percepção crítica do ambiente da comunidade escolar sobre os problemas, principalmente o desperdício, poluição, descaso com seu uso.
· Realizar atividades de conscientização com a comunidade escolar.


Projeto: Amigo Secreto

Desenvolvido com as 5ºª série na disciplina do Ensino Religioso.
Fazer um amigo secreto trocado a cada quinzena.
Ao invés de trocar presentes, cada aluno secretamente escreve dicas e mensagens expostas no mural da escola para seu amigo secreto, cuidando de suas ações, elogiando suas boas atitudes. Todo mês faz-se a revelação do amigo secreto, dando bombons e revendo as atitudes de cada um.

4)Projeto Corrente do Bem




Desenvolvido com os alunos de 6ª, 7ª na disciplina de ensino Religioso.
Após ver o filme “A corrente do bem”, fazer uma corrente de ações exercendo a cidadania, amizade, respeito, zelo, justiça. Cada aluno escolhe um amigo de toda a escola e faz uma boa ação ( ensina a não jogar lixo no chão, por exemplo) que envolva os valores, como cuidar da escola. E assim por diante, até todos estarem envolvidos em alguma boa ação dentro da escola.
Público: toda a escola, iniciando com os alunos multiplicadores.

5)Projeto: Mural Informativo

Publico: toda a escola

Buscamos no Posto de Saúde Floresta folders sobre doenças sexualmente transmissíveis, fumo, campanha e montamos um mural na escola para informações para todos os alunos.


6) Recreio monitorado e brinquedos cantados

Este projeto busca a redução da violência durante o intervalo, diminuindo agressões e correrias que acabam em empurrões e machucados.
Desenvolvido com o Ensino Fundamental através de cantigas de rodas, ensinando valores como respeito, paciência, justiça ( esperar sua vez ).
Os alunos do Ensino Médio se responsabilizaram por turmas dos alunos menores.
Através deste resgate procurou-se minimizar o problema durante os intervalos, com aceitação das crianças.

RELATÓRIO: EEB GUSTAVO AUGUSTO GONZAGA

E.E.B.PROF. GUSTAVO AUGUSTO GONZAGA
Joinville, 10 de dezembro de 2006
Relatório do Programa: O Caráter Conta

Pelo presente, estamos enviando o relatório das atividades de nossos alunos sobre O Caráter Conta. Nossa escola iniciou o Programa este ano, de forma gradual e consolidada, para que em 2007, possamos prosseguir de forma positiva.
Iniciamos em 2006, com o repasse de cada pilar do Programa, aos Professores, conforme relatório encaminhado anteriormente, com boa aceitação.
Já neste ano, professores envolveram alunos, de forma dedicada e positiva, mas temos ciência de que precisamos maior participação em 2007.
Sabedores que o Programa O Caráter Conta é um acréscimo muito positivo em nossa escola, queremos incutí-lo plenamente no ano de 2007.
Queremos trabalhar com os educandos através das cores, como ponto de partida, assim como fizemos ao repassar aos professores, com balões coloridos (nas cores dos pilares), dividindo os pilares, não por seqüência, mas sim por grupos, de acordo com as cores das camisetas distribuídas, representando cada pilar, inclusive a decoração na sala de aula e escola, e ao término do ano escolar, um grupo irá receber um bótom, de participação.
Encerraremos as atividades em dezembro com uma caminhada colorida, representado os pilares com cartazes para conscientizarmos toda a comunidade da importância deste programa.

RELATÓRIO: EEB JORGE LACERDA

ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL
GEECT – GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Escola de Educação Básica .Dr. Jorge Lacerda
Rua Santo Agostinho, 266 – Guanabara
CEP: 89207-650 – Joinville – Santa Catarina
FONE: (47) 3436 – 2468 - E – mail - djlacerda2001@yahoo.com.br



PROGRAMA CARÁTER CONTA


JUSTIFICATIVA:

Diante do quadro social em que estamos inseridos despertamos para a necessidade de trabalharmos em união com os alunos de Pré à 4ª Série, falando a mesma linguagem. Por isso, o Projeto Caráter Conta, veio preencher mais uma vez esta nossa expectativa.
Nesse trimestre (setembro, outubro,novembro), enfocaremos os seguintes pilares:

Senso de Justiça
Zelo
Cidadania

OBJETIVO:

Ajudar os alunos a trabalharem e conviverem com o próximo, visando desenvolver seus valores éticos e fortalecer ser caráter.
Desenvolver atividades que despertem nas crianças a consciência de que estes pilares são fundamentais para nortear suas vidas pessoais e para construir uma sociedade mais harmoniosa e feliz.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS:


- PALESTRAS
- TEATROS
- MÚSICAS
- BRINCADEIRAS
- SESSÃO DE CINEMA (Filme “Deu Zebra”,” Robôs “, e “ Meu nome é Radio “)

RECURSOS HUMANOS:

- Senac – ( Professoras e Estagiárias do Curso de Enfermagem, com o tema “ Zelo “ ).
- Igreja - “Casa de oração para todos os povos “ (Pastora e equipe de envangelismo
infantil com o tema “ Cidadania “ ).
- Magistério – (Professora Luciana – Educação Física e Alunas do 4º Magistério, com o
tema “ Senso de Justiça “.

RECURSOS FÍSICOS:

- Sala de Multiuso;
- Material confeccionado pelas equipes voluntárias ( fantoches brinquedos, máscaras, roupas, cenários, etc...);
- Multimídia – Cedido pelo Sr. Emílio Mariano da Empresa Herbalife .


OBSERVAÇÃO:


Todos os Pilares foram desenvolvidos em todas as disciplinas, envolvendo dramatizações, leitura e interpretação de textos, cartazes, relatórios, debates.
Situações problemas envolvendo as quatro operações.
Confecção de material específico para fixação.

CRONOLOGIA: SETEMBRO, OUTUBRO E NOVEMBRO


CONCLUSÃO:

Nós professoras, observamos a grande mudança de comportamento e relacionamento dos nossos alunos com os colegas, funcionários da escola em todas as atividades desenvolvidas dentro e fora da escola.

PROFESSORES ENVOLVIDOS:

ADRIANE CRUZ RUEDIGER
BEATRIZ M. RANSDORF AZANA CABALLERO
DYNAH ROBERGE GERLOFF
ELIA RITA GASPAR
LUCIMAR NASCIMENTO DA MAIA
MARLETE BERNARDES PACHECO
ELIETE DA SILVA DA COSTA
ISABEL CRISTINA BUSKO

Joinville, novembro 2006

RELATÓRIO: EEB TITOLÍVIO VENÂNCIO ROSA

EEB TITOLIVIO VENÂNCIO ROSA
ARAQUARI-ITAPOCU

PROGRAMA
O CARÁTER CONTA


3º PILAR: RESPONSABILIDADE
02/08 à 30/08


Abertura: Todos os alunos no pátio. Cada professor falou sobre sua concepção de Responsabilidade. Depois todos os alunos foram para suas salas com atividades referentes ao pilar.
Foi entregue uma fitinha verde para cada aluno colocar no braço.

Nas duas semanas seguintes o pilar da responsabilidade foi trabalhado em sala de aula. Foi escolhido um dia da semana em uma determinada aula, onde cada professore trabalhou com sua turma.

Na 4ª semana, os alunos reuniram-se novamente no pátio e apresentaram os que eles viram sobre o pilar: teatro, música e depoimentos.

Finalizamos as apresentações com a nossa música tema: A Gota d’água e o Grão de Areia.

Apresentação do pilar da Responsabilidade


4º PILAR: CIDADANIA
12/09 à 06/10

Os professores optaram pelo pilar da cidadania agora, por estarmos em época de eleição.

Abertura: Todos os alunos no pátio. Cada professor falou sobre sua concepção de Cidadania, e a importância de estar ciente de seus direitos e deveres. Depois todos os alunos foram para suas salas com atividades referentes ao pilar.

Nas duas semanas seguintes o pilar da cidadania foi trabalhado em sala de aula. Foi escolhido um dia da semana em uma determinada aula, onde cada professor trabalhou com sua turma.

A turma da 4ª série lançou o projeto Escola Limpa, conscientizando os colegas de que cada um fazendo a sua parte podemos ter nossa escola sempre limpa.
Foi feito um cronograma para agilizar a limpeza da escola, onde cada dia uma turma ficava responsável pela coleta de lixo.

Foram espalhadas lixeiras por toda a escola, no pátio, nos corredores, na quadra, no campo.

Na 4ª semana, os alunos reuniram-se novamente no pátio e apresentaram os que eles viram sobre o pilar: teatro, música e depoimentos.

Finalizamos as apresentações com a nossa música tema: A Gota d’água e o Grão de Areia.

RELATÓRIO: EEB ENG. ANNES GUALBERTO

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA
ENGENHEIRO ANNES GUALBERTO


3º RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS DO PROGRAMA
“O CARÁTER CONTA”

DIRETORA: KARLA KOERNER ABUMANSUR
ASSISTENTE TÉC. PEDAGÓGICA:
NILCE LOURDES DOS ANJOS NEHLS

JOINVILLE SC
DEZEMBRO/2006

Nosso terceiro e último relatório deste ano, inicia com o pilar do respeito. Uma simpática coruja amarela apresenta as datas com os nomes dos aniversariantes da nossa escola nos próximos quatro meses
No dia sete de setembro, a escola participou, com educandos da 3ª, 4ª e 5ª séries do Ensino Fundamental no desfile cívico do nosso bairro, cujo tema foi “Respeito”, nossos educandos da oitava série do turno matutino, desfilaram com cartazes, cujas letras formavam a palavra respeito, representando, todos os alunos de nossa escola, futuros cidadăos pilares vivos da nossa sociedade.
Na seqüência, respeitando nossas tradições relembramos nossa festa Julina, com uma demonstraçăo da decoraçăo que havia em todas as portas de salas na administração casais em trajes típicos. Entre tantas opçőes, tivemos apresentaçőes de danças das quadrilhas com as crianças de 1ª a 4ª séries e diversas brincadeiras. Em nosso pátio misturavam-se as decoraçőes com trabalhos feitos pelos alunos das 5ª a 8ª séries sobre “Alimentaçăo Saudável”, terminando com a foto da ganhadora do premio sorteado neste evento.
Em respeito ao direito de que, “toda criança tem que brincar”, tivemos uma programaçăo especial pela passagem do “dia da criança”, para as séries iniciais, com contação de histórias, filmes, atividades com tinta guache, recortes e colagens, apresentaçăo sobre higiene, por agentes de saúde, além de um lanche comunitário e uma tarde de brincadeiras em associaçăo esportiva próxima de nossa escola, com a participação das educadoras, do educador de educação física, de duas assistentes técnicas pedagógicas, e da assessora da direção, conforme fotos no anexo.
Com as 4ª séries, da educadora Elísia, foram desenvolvidas em grupos, atividades sobre “Folclore... com todo respeito hoje!”, utilizando livros: Boto cor de rosa; Cavalo encantado, Lobisomem, Mula sem cabeça, O curupira, Negrinho do pastoreio da coleção Folclore divertido, após terem sido lidos, comentados, desenhados e comparados aos acontecimentos de hoje, com conclusões próprias dos educandos, após breve comentário da assistente técnica pedagógica, conforme anexo. Em outra oportunidade foi feito a atividade “sugestões escorregadias” de nossa apostila do “O caráter conta”.
Os três últimos pilares do Programa o Caráter Conta ( senso de Justiça, zelo e cidadania) seguidos pelo calendário cronológico nos apresentado, foram mediados pela educadora Vandira Siedschlag (inglês) com os 3º anos do Ensino Médio matutino, através do Jornal em sala de aula, com informaçőes pesquisadas pelos próprios educandos relativas a cada pilar. Muito bem trabalhado ao pilares “Senso de Justiça” e “Zelo” diante dos acontecimentos diários, quando na própria sala de aula, os próprios educandos salientaram a Regra de Ouro. Tivemos ęxito também quanto aos diversos trabalhos sobre o pilar “cidadania”, pois coincidiram com as eleiçőes 2006.
A educadora Luizilda A.S. Zhulon (inglês) também trabalhou o pilar cidadania com educandos de 1º, 2º e do 3ºano4, do ensino médio. Fizeram atividades em grupos, com folhas sulfites, enfatizando além da cor do pilar, questionários referentes aos temas. Os trabalhos foram expostos em murais, com o título e objetivo do programa “O caráter conta”, na culminância dos projetos realizados neste ano.
Em artes, a educadora Salete Moser Florentino, selecionou as seis obras: Abaporu -1928 (respeito), Gente -1977 (zelo), Mulher de cabelos verdes-1915/1916 (responsabilidade), O velho violinista-1903 (sinceridade), Vaso com catorze girassóis-1888(senso de justiça) e Ninféias (cidadania), para que, os educandos, através de pesquisas fizessem uma relaçăo não só através da coincidęncia das cores de cada pilar, mas para que, a partir do significado da obra, expusessem suas opiniőes através de desenhos, com escrita e mensagem, comparando-as com o dia-a-dia. Trabalhando assim os valores necessários para a formaçăo de cada individuo. Cartazes muito bem feitos que decoraram nossa escola, muito elogiados, nos dias de concursos, realizados na escola, no dia das eleiçőes, e pela presença da comunidade na escola aberta, em reuniőes da APP e do Conselho Deliberativo, trazendo satisfaçăo a pais que vieram comentar conosco mais tarde, a importância deste trabalho, juntamente com os de prevenção nos dias atuais.
O educador Fábio Eberhard, utilizou diversas molduras nas cores dos pilares valorizando também o programa “O caráter conta”, enfatizou, porém, com a obra de Tarsila do Amaral, “O pescador”, conforme uma foto, com a moldura da cor de cada pilar, no anexo.
Em homenagem aos nossos educadores, além do mural, houve um jantar de confraternizaçăo, onde a nossa diretora presenteou a cada um com camisetas nas cores dos seis pilares do programa “O caráter conta”, com a frase “Os poderosos podem matar uma, duas ou até tręs rosas, mas jamais poderăo deter a primavera” (Che Guevara).
Em fidelidade, para aquele que nos ensinou tanto “zelo”, foi trabalhado, após a leitura do livro “A história de Jesus através da arte” com os educandos das 3º séries, divididos em trios, o “Presépio”. Pintaram, recortaram e com caixas de papelăo confeccionaram com carinho, pois eles mesmos escolheriam o mais bonito, sendo premiado cada membro e entre os três fariam o sorteio para que um ficasse com o “presépio”. Isto foi feito no dia das apresentaçőes de Natal, após os educandos da 1ª3 da educadora Amarilda ter apresentado o presépio vivo, conforme fotos no anexo.
Temos pretensőes em novos planejamentos, atingir um numero maior de participação dos educadores, ajudando assim a desenvolver valores éticos, para fortalecer o caráter dos nossos educandos.
Atenciosamente,

Nilce Lourdes dos Anjos Nehls.
Assistente Técnica Pedagógica
Matr 335839-9-03

RELATÓRIO: EEF MONSENHOR SEBASTIÃO SCARZELLO

ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL
MONSENHOR SEBASTIÃO SCARZELLO

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

“O CARÁTER CONTA”

16/03/2006
- Durante reunião pedagógica foi repassado aos professores o significado do Programa o Caráter Conta.
- Ficou decidido que em momentos posteriores seria debatido sobre o assunto.
- Foi entregue um xerox com explicações sobre as seis colunas (sinceridade, respeito, responsabilidade, senso de justiça, zelo, cidadania).

10/04/2006
- A biblioteca da escola foi decorada nos tons azuis (representando a sinceridade) para que os professores da EPI (Escola Pública Integral) tomassem conhecimento do cronograma do Programa O Caráter Conta.
- Receberam mensagens, xerox do cronograma.
- Foram instruídas sobre como trabalhar os projetos que elaborarem baseados sempre no Cronograma.
- Foi feita uma dinâmica que prestigiou a confiança.
- Também foi lembrado aos professores para que não esquecessem as cores dos Pilares no momento em que cada um for trabalhado.

12/04/2006
- Foram realizadas as mesmas atividades, descritas acima, com os professores de 4ª à 8ª série.

17/04/2006
- Novamente foram reunidos os professores da EPI.
- Decidiu-se por dar aos professores de Filosofia a incumbência de trabalhar com os alunos de 1ª à 3ª série o Programa O Caráter Conta.
- Os demais professores serão os assessores, onde em cada momento oportuno reforçarão o trabalho desenvolvido.
- No dia 31 de maio, data da culminância dos trabalhos realizados (1º Pilar / Sinceridade), será feita exposições e apresentações de tudo o que foi feito durante a 1ª Etapa do Programa.
- Cada série será encarregada do Mural, por uma semana:
· 02/05 à 05/05 – 3ª série
· 08/05 à 12/05 – 2ª série
· 15/05 à 19/05 – 1ª série

20/04/2006
- Reunião com os professores de 4ª à 8ª série para continuar os estudos sobre O Caráter Conta.
- Nas 4ªs séries as professoras trabalharão O Programa O Caráter Conta nas aulas de Ensino religioso.
- De 5ª à 8ª série houve um sorteio, onde um professor ficou responsável por uma série:
· 5ª série – Professora Lílian (Inglês)
· 6ª série – Professora Nair (Geografia)
· 7ª série – Professora Ieures (Artes)
· 8ª série – Professora Nilsa (Português)
- No próximo trabalho outros professores serão sorteados.
- Também serão responsáveis pelo Mural:
· 22/05 à 26/05 – 4ª série
· 29/05 à 02/06 – 5ª à 8ª série
- No dia 31 de maio haverá a Culminância com exposição e apresentação dos trabalhos realizados.

Observação: Já está agendado para o dia 29 de maio encontro com as professoras da EPI para organizar o próximo Pilar a ser trabalhado.
Para o dia 01 de junho a parada será para os trabalhos com os professores de 4ª à 8ª série.
Valdete Maria da Rocha – Orientadora Educacional

Joinville, 24 de abril de 2006.


ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL
MONSENHOR SEBASTIÃO SCARZELLO

Relatório de atividades desenvolvidas
O CARÁTER CONTA / SINCERIDADE



EPI / Escola Pública Integral

- Apresentação do Pilar: colocar tinta azul numa garrafa com água.
- Confecção do mural: mãozinhas com a cor azul.
- Visita a sala dos professores decorada com a cor azul.
- Construção de frases sobre o tema.
- Fábula de Esopo: “A raposa e a cegonha”.
- Estória da coleção Construindo Valores: “Dizendo sempre a verdade”.
- Construção de um texto sobre caráter: “O que é ter um bom ou mau caráter”.
- Amigo secreto: entregar um cartão ao amigo confeccionado na cor azul.
- Trabalho com a águia, explorando a frase.
- Trabalho com a serpente, explorando a frase.
- Confecção da serpente.


4ª série

Trabalhando a SINCERIDADE através de:
- Acrósticos
- Poesias
- Paródias
- Cartazes


5ª à 8ª série

Atividades desenvolvidas pelos alunos da 8ª série 01:
Dramatizações:
- Sinceridade
- Fica decretado
- O galo e a pérola
Obs: Textos em anexo. Também foram confeccionadas lembrancinhas com frases sobre a sinceridade e entregues no dia da apresentação.

Atividades desenvolvidas pelos alunos da 8ª série 02:
Dramatização:
- Burro com pele de leão
- Se o rato não quer ser leão
- O homem e o livro
Obs: Textos em anexo. Também foram confeccionadas lembrancinhas com frases sobre a sinceridade e entregues no dia da apresentação.

ANEXOS

Fica decretado - Thiago de Melo
Fica decretado que os homens
estão livres do jugo da mentira.
Nunca mais será preciso usar
a couraça do silêncio
nem a armadura de palavras.
O homem se sentará à mesa
com seu olhar limpo
porque a verdade passará a ser servida
antes da sobremesa.

Homem, que fazes tu? - Eugenio de Castro

Murmúrio de água na clepsidra gotejante,
Lentas gotas de som no relógio da torre,
Fio de areia na ampulheta vigilante,
Leve sombra azulando a pedra do quadrante,
Assim se escoa a hora, assim se vive e morre...

Homem, que fazes tu? Para quê tanta lida,
Tão doidas ambições, tanto ódio e tanta ameaça?
Procuremos somente a Beleza, que a vida
É um punhado infantil de areia ressequida,
Um som de água ou de bronze e uma sombra que passa...

Burro com pele de leão / Esopo

Um Asno, tendo colocado sobre seu corpo uma pele de Leão, vagou pela floresta, e divertia-se com o pavor que provocava nos animais que ia encontrando pelo seu caminho.

Por fim encontrou uma Rapôsa, e tentou amedrontá-la também. Mas Rapôsa tão logo escuta o som de sua voz, exclama:
Eu provávelmente teria me assustado, se antes não tivesse escutado seu zurro.

Moral da História:
- Um tolo pode se esconder com belas roupas, mas suas palavras dirão a todos quem na verdade é.
- Não adianta enganar, a mentira tem perna curta, pois a verdade sempre aparece.

Textos produzidos pelos alunos, a partir das fábulas

O homem e o livro

Certa vez um analfabeto recebeu como herança um valioso livro. Ele então, admirou-o e reconheceu sua beleza. Embora fosse analfabeto não desprezou o livro e pensou que as pessoas que soubessem ler precisariam muito de um livro tão valioso.
Em seguida, tomou o livro e levou-o à livraria mais próxima com a intenção de trocá-lo para que o livro fosse aproveitado por quem soubesse ler.
Ao chegar à livraria, pronunciou-se:
- Parece-me um livro de muito valor; contudo, ficaria muito mais feliz se fosse uma moeda de prata, pois não sei ler e não posso impedir que outras pessoas o leiam.
A balconista ficou comovida com a honestidade daquele homem tão simples, analfabeto, porém sábio em sua decisão, que aceitou a troca por julgá-la justa.
Moral: A sinceridade é um dos bens mais preciosos que uma pessoa pode ter.
Alunos: Bianca, Jéssica, Aniela, Jean, Eduardo, Diego, Jenifer, Aline, Álvaro, David, Valdir e Lisley.

Professora: Nilsa

Série: 8ª02
Sinceridade

Depois de muitos anos de vida, tio Francisco sabia que não tinha muito tempo de vida, então foi ao encontro de sua sobrinha e disse:
- Eu sei que não tenho muito tempo de vida, por isso vou lhe
conceder meu bem mais valioso, meu livro.
- Mas tio, eu não sei ler.
- Sei que você fará bom proveito. O tio morre (tem um ataque).
A empregada chama a ambulância e levam seu tio.
Diante deste acontecimento a analfabeta vai até a livraria mais
perto. Uma funcionária lhe cumprimenta:
- Boa tarde.
- Boa tarde. Eu herdei este valioso livro e queria traça-lo por uma moeda.
- Vai querer apenas uma moeda por este valioso livro?
- Sim, eu utilizarei melhor a moeda.
A analfabeta pega a moeda em troca do livro e sai dando pulos
de alegria.

Alunos: Elisa, Roger, Miguel, Beatriz, Bianka, Ebenézer, Jonicler e Maicom.

Professora: Nilsa

Série: 8ª01


O rap sincero
Esse é o rap sincero, vou lhe mostrar o que quero
Vou chegar na moral
Assim que é legal
Ser sempre sincero é que quero.

Então através do meu som
Quero passar tudo de bem
Percorrer as quebradas
Mas sem sair do tom.

A sinceridade é prioridade
O nosso rap só vai falar a verdade
A sinceridade é uma verdade
Que nunca nos exclui da sociedade
A maior virtude de um homem está no coração
A sinceridade nunca nos deixa na mão.

Através de meu som
Quero passar tudo de bom
Percorrer as quebradas
Mas sem sair do tom.

Da licença truta
Aqui é o rap não o crime
Não vim trocar tiro
Vim falar de um mundo livre
Guarde sua maldade
Descanse seu calibre
É tudo nosso, irmandade
Nós somos do mesmo time
Sempre usei a rima como maneira positiva
Não vai ser agora
Que vou trocar de camisa.

Senti a batida que foi feita pra você
A sinceridade você tem que aprender
A sinceridade você não vai esquecer
Assim eu me disperso
Ensinando você.

E assim nos despedimos agitando você
O nosso rap você não vai esquecer.

Alunos: Ebenezer, Kleber, Eduardo, Miguel, Diego, Rodrigo, João e Jonicler / 8ª 01

Sinceridade na moda
Desde os tempos mais primórdios
A mentira tava aí
Destruindo as famílias
Que mentira, que mentira.

Essa mentira é safada
Ta na boca de qualquer um.
Mas isso vai ter que acabar
Sinceridade vai te ajudar.

Refrão: Sinceridade é legal
Sinceridade ta na moda
Quem é sincero pra valer
Tem amigos pra dar e vender.

Se você quer ter um amigo
Você não pode vacilar
A mentira tem perna curta
Sinceridade vai te ajudar.

A mentira é uma coisa bem chata de se falar
Se você não quer ser um bobão
Sinceridade no coração. (2X)

Mas é bonita e é bonita
SINCERIDADE PRO RESTO DA VIDA.

Outras atividades:
- Instalação no pátio. Feitas a partir de discos pintados de azul.
- Mural com as fotos batidas durantes as apresentações dos alunos.
- Teatro feito pelos alunos da 5ª série onde a lição de moral foi: O dinheiro não traz felicidade! Devemos ser sinceros! Somente sendo sinceros, seremos verdadeiramente felizes.
- Teatro feito pelos alunos da 6ª série:
· Quem mente bem, castigo tem
· O pássaro azul
- Dinâmicas
- Palestra feita pela Sra Terezinha para os alunos de 4ª, 5ª e 6ª série do período matutino enfocando o tema central do 1º pilar: a sinceridade.


Programa de apresentação dos trabalhos desenvolvidos sobre a SINCERIDADE:

- Canto pelos alunos da 1ª série: Herdeiros do futuro
- Quem canta seus males espanta. Alunos da 2ª série cantam a música As vogais.
- Para demonstrar o envolvimento de nossos alunos com o primeiro pilar que é a Sinceridade, os alunos da 6ª série 02 encenam: Quem mente bem, castigo tem. Encenarão também: Pássaro sem cor.
- Alunos da 8ª 01 com: Sinceridade ta moda.
- E a sinceridade continua com mais um grupo de alunos da 8ª 01: Rap Sincero.
- Nesse clima onde só a verdade predomina, um grupo de alunos da 8ª 02 encenarão a peça: O Birolho.
- Continuando com o Funck da sinceridade, com um grupo de alunas da 8ª 01.
- E, agora, mais um grupo apresentando uma peça produzida por alunas da 8ª 01: A mentira.
- Encerrando a apresentação, um grupo de alunos da 8ª 02 cantando a música: O caráter conta.


Trabalhando o 3º Pilar
Paródia: Responsável “RPV”
Professora: Maristela Skibinski da Silva
Turmas: 2ª 01 e 02

RESPONSÁVEL

Meu pensamento vai até onde dá,
Meu pai me chama outra vez,
Não vou desperdiçar o meu futuro e sua paz
Com esse seu jeito de ser
Vou te escutar mesmo estando longe daqui
Se fecho os olhos já estou pensando em ti

SOU RESPONSÁVEL porque escuto o meu pai...
SOU RESPONSÁVEL vou respeitá-lo mais e mais...
SOU RESPONSÁVEL porque eu penso no que fiz...
SOU RESPONSÁVEL porque não faço sem pensar...
SOU RESPONSÁVEL é porque você me conhece muito bem.


Alunos: Ebenezer, Kleber, Eduardo, Miguel, Diego,
Rodrigo, João e Jonicler / 8ª 01

Sinceridade na moda
Desde os tempos mais primórdios
A mentira tava aí
Destruindo as famílias
Que mentira, que mentira.

Essa mentira é safada
Ta na boca de qualquer um.
Mas isso vai ter que acabar
Sinceridade vai te ajudar.

Refrão: Sinceridade é legal
Sinceridade ta na moda
Quem é sincero pra valer
Tem amigos pra dar e vender.

Se você quer ter um amigo
Você não pode vacilar
A mentira tem perna curta
Sinceridade vai te ajudar.

A mentira é uma coisa bem chata de se falar
Se você não quer ser um bobão
Sinceridade no coração. (2X)

Mas é bonita e é bonita
SINCERIDADE PRO RESTO DA VIDA.


ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL
MONSENHOR SEBASTIÃO SCARZELLO

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
NO 2º SEMESTRE DE 2006

PROGRAMA
O CARÁTER CONTA


“Para que a escola se transforme em um espaço democrático e cooperativo, pautado por relações éticas, é preciso criar situações e vivências que favoreçam a participação, o respeito à diversidade dos indivíduos e dos grupos. Assim, é importante trabalhar O Programa – O caráter conta, a partir de situações concretas do cotidiano escolar, das relações que os professores e funcionários têm a oportunidade de compartilhar com os educandos.”



PROGRAMA “O CARÁTER CONTA”

C I D A D A N I A / Z E L O / S E N S O D E J U S T I Ç A

4ª SÉRIE 03
Professora: Shirley

Perceber várias formas de serem melhores em suas vidas, através de palavras e ações exercitando a cidadania, o zelo e o senso de justiça, tendo cuidado para não prejudicar as outras pessoas e demais seres vivos, nem a comunidade, o patrimônio, o planeta e o futuro.


ATIVIDADES nº 01

TEXTOS UTILIZADOS

Texto a Terra esta doente / Suplemento Infantil do Jornal Folha de São Paulo de 24 de agosto de 2004.

S. O. S. Terra / Toda Mafalda. Quino. São Paulo, Martins Fontes, 1991.

Florestas para curar o Planeta / Suplemento Infantil do Jornal O globo de 11 de agosto de 2002.

DESENVOLVIMENTO

- Procure em jornais e revistas reportagens sobre estes assuntos.
- Troque idéias sobre o material recolhido. Selecione a imagem e o texto mais interessantes e faça comentários.
- Apresentação dos trabalhos em sala.
- Depois da apresentação, discutir com a classe os problemas que foram denunciados e pensar em soluções que podem ajudar a todos e ao planeta.

ATIVIDADE Nº 02

Zezé / O meu pé de laranja – lima, 22ª ed. São Paulo, Ed. Melhoramentos, 1974.

DESENVOLVIMENTO

- Discussão geral sobre o texto.
- Quando você faz alguma coisa que é considerado “mau comportamento”, como seu professor reage? Como seus pais reagem? Como você acha que eles deveriam reagir?


ATIVIDADE Nº 03

A velha contrabandista / Para gostar de ler, vol.8. São Paulo, Ed. Ática, 1987.

DESENVOLVIMENTO

- Impostos cobrados no Brasil (a que se destina)
Impostos Federais
· IR
· ITR
· IPI

Impostos Estaduais
· ICMS
· IPVA
Impostos Municipais
· IPTU
· ISS

- Carga Tributária
· Pesquisar impostos embutidos em diversos produtos
· Síntese
· Experiências

Discussão em classe:
- “No Brasil, muitas pessoas se vangloriam de burlar a lei. O que você acha desta atitude?”
- “A ação humana deve-se pautar pelo princípio da universalidade, ou seja, ao agirmos, devemos considerar se nossa ação poderia ser uma ação de todas as pessoas.”
- “As idéias de justiça e de valores éticos podem se transformar, assim como a sociedade se transforma.”

"É preciso trabalhar na perspectiva das potencialidades e das possibilidades , sendo necessário dialogar com o sujeito e com a situação para se encontrar ou construir as respostas e soluções adequadas em diferentes contextos. Devemos ser tratados e considerados como sujeitos de direito e como protagonistas de nossa história e de nosso destino"

É preciso que a escola trabalhe com os professores, pois a melhoria da sociedade só pode ser alcançada por meio de indivíduos mais úteis aos seus semelhantes.
O tema proposto foi: RELACIONAMENTO.
- Professor X aluno
- Professor X Professor
Convidado para dirigir os trabalhos: Professor Francisco Austregésilo de Oliveira Coordenador do Ensino Médio (ACE).
· Apresentação de Slides
· Cartazes
· Dinâmicas Variadas
· Troca de Experiência


Ainda dentro do Programa “O caráter conta, o serviço de Orientação desta Unidade de Ensino, acredita que uma das melhores formas de esclarecer dúvidas e encontrar alternativas de ajudar os alunos no exercício pleno de cidadania, senso de justiça, responsabilidade, respeito, responsabilidade e zelo é contar com o apoio dos pais.
Com base neste objetivo e com o apoio da senhora Terezinha Leal Ledoux, foi lançado o projeto que leva o nome !A Arte de Bem Viver, na qual o assunto principal é a relação entre pais e filhos.
Houve 04 encontros em 2006 e a partir do início do ano letivo de 2007, haverá um encontro por mês.
Os temas tratados em 2006 foram:
- Para amar o próximo temos que primeiro amar a nós mesmos.
- Perdoar, perdoar sempre.
- Para mudar os outros, devemos mudar primeiro à nós mesmos.
- Aceitas as pessoas como elas são.
- Evitar falar sobre assuntos negativos.
- Precisamos aprender a ceder o suficiente para tornar a convivência agradável.
- Ver a vida de forma diferente, nem sempre tudo é tão ruim como parece.
- Agradecer a Deus diariamente.
- Aprender a valorizar as pequenas coisas, os pequenos gestos.
- A difícil arte de criar seus filhos – podemos educar os filhos de tal forma que eles possam educar seus filhos melhor ainda e estes a seus filhos e assim quem sabe, melhorar o mundo.

Em várias datas comemorativas, é importante preservar nas atividades desenvolvidas os pilares de sustentação o Programa “O caráter conta” pois nossa relação com o outro (amigo, membro da família, vizinho, educador...) só é possível quando partilhamos com esse outro as nossas dúvidas, nossos dilemas, nossas escolhas, nossas alegrias ou tristezas ou quando permitimos que esse outro nos ajude a refletir sobre as escolhas e decisões a serem feitas.
Algumas atividades desenvolvidas, onde houve uma procura constante do razoável, da harmonia e do bem comum.
- Festa Junina
- Dia do Folclore
- Visita a Prefeitura Municipal de Joinville

TRABALHANDO JUSTIÇA, ZELO E CIDADANIA / 2ª01 e 2ª 02
Professores responsáveis: Maristela, Ieures e Jurema

Objetivo: Cantar o Hino Nacional compreendendo o seu significado, pois na época em que foi criado era esse o vocabulário usado.

Desenvolvimento: Na semana do dia do soldado, foi retomado o os trabalhos do Programa “O caráter conta”, desta vez tendo como suporte os pilares de Senso de Justiça, Cidadania e Zelo. A primeira atividade realizada foi o canto do Hino Nacional, onde foi sentido muita dificuldade para entendê-lo.
Passou-se então, à pesquisa sobre o significado das palavras necessárias para interpretar cada frase ou estrofe e, assim, reescrevemos todo o hino.
Para um maior entendimento, durante as aulas de Artes, a interpretação foi realizada através de desenhos de cada estrofe.
Nos debates realizados em sala percebeu-se o quanto o autor do hino “Joaquim Osório Duque Estrada”, apesar de tê-lo escrito no ano de ....., já sonhava com um Brasil que todos os brasileiros, ainda nos dias de hoje, sonham.
E, esperançosos de que isto aconteça, sofremos ao ver o desrespeito cada vez maior com nossa Pátria Mãe Gentil, onde cada vez mais é deixado para o lá o senso de justiça, o zelo e , principalmente a cidadania. Porém ainda, canta-se com a mão no peito, os olhos fechados, a voz forte:
“Mas se regues da justiça, clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora,
A própria morte...”

Esse trabalho foi apresentado pelos alunos da 2ª série 01 e 02 para todos desta Unidade Escolar na Semana da Pátria. Foi cantado e apresentado cada estrofe do Hino através de cartazes ilustrativos representando o seu significado.

TRABALHANDO SENSO DE JUSTIÇA / 3ª série 01, 02 e 03
Professora responsável: Denise Martins
Disciplina: Filosofia

Desenvolvimento;
- Fábula O preço do amor do livro “Magia das Virtudes”
- Após leitura debate sobre o tema apresentado no livro
- Pesquisar e discutir sobre: O que é justiça? Como utilizar o senso de justiça?
- Confecção de cartazes e desenhos após concluído os debates.

ALGUMAS FOTOS DAS ATIVIDADES






RELATÓRIO: EEF RUI BARBOSA

ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL - JOINVILLE
GERÊNCIA DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
EEF RUI BARBOSA
Rua: São Paulo, 555 – Bairro Bucarein – Fone-Fax: (47) 422-5018
e-mail : eefrb@sed.sc.gov.br
Joinville – Santa Catarina

Joinville, 10 de maio de 2006.

Ofº nº 17/06

Prezado Senhor


Vimos pelo presente apresentar a forma de repasse do Programa “O Caráter Conta” aos professores, alunos e corpo administrativo escolar.
Como se sabe, dia 16 de março iniciou a Capacitação do Programa através da competente equipe americana. Desta Capacitação participaram: a Assistente Técnica Pedagógica ANA PAULA PACHECO, a professora da disciplina Língua Inglesa DENISE REGINA GESSER e a professora de ensino fundamental de alunos com necessidades especiais SILVANA FÁTIMA VEIGA, da Escola de Ensino Fundamental Rui Barbosa. As três profissionais formaram a Equipe do Programa “O Caráter Conta” e ficaram responsáveis pelo repasse do conhecimento ao corpo administrativo e aos professores e esses de trabalharem com os alunos em sala de aula.
Na primeira Reunião Pedagógica que aconteceu dia 30 de março à noite, já que a Escola não tem aulas no período noturno, a Equipe do Programa iniciou a apresentação com uma dinâmica e aproveitou para explanar de forma ampla o que é, e como será trabalhado o Projeto “O Caráter Conta” na Escola. Também foi definido, em consenso, o cronograma dos encontros com os professores sobre cada pilar, as datas que todas as turmas desenvolverão atividades e ainda as datas de socialização em forma de apresentação para toda a Escola. Houve críticas de alguns professores que responsabilizam os pais e não a Escola pela educação dos alunos quanto a moral e os valores éticos. A diretora, LAMIS MOUSSE, declarou que a função da escola é trabalhar com o conhecimento, porém, não é possível desconsiderar a história de cada aluno, pois ele aprende através das interações e os valores éticos permeiam essas relações. Sendo assim os professores que não desejarem participar do Projeto são livres para desenvolver outras atividades correspondentes.
O 1º Encontro com os professores realizou-se dia 05 de abril nos períodos matutino e vespertino com todos os professores e corpo administrativo presentes na Escola, inclusive com a presença de estagiárias. O pilar RESPONSABILIDADE foi apresentado pela Equipe do Projeto com o auxílio do professor da disciplina Ensino Religioso, OSNILDO VOLTOLINI, que também participou da Capacitação do Programa com o incentivo da outra Escola em que leciona. A Equipe do Programa apresentou atividades que podem ser aplicadas em sala de aula, teóricas e dinâmicas. A receptividade do grupo foi muito proveitosa e a Equipe conseguiu alcançar o objetivo de incentivar os professores a trabalhar o pilar “Responsabilidade” de forma prazerosa.
Assim sendo, dia 12 de abril, todos os professores desenvolveram atividades sobre o pilar citado acima, nas classes. A socialização ocorreu dia 03 de maio, na última aula dos períodos matutino e vespertino com a presença de toda a Escola no pátio. No período matutino os alunos da 2ª série apresentaram cartazes confeccionados durante as aulas de Artes, a 3ª série também apresentou cartazes confeccionados durante um debate sobre as responsabilidades do professor e dos alunos em forma de círculo na sala, a 5ª série apresentou os deveres e os direitos dos alunos em casa e na escola e a 7ª série apresentou um Termo de Responsabilidade desenvolvido pelos alunos em sala. Já no período vespertino a 2ª série de alunos com deficiência auditiva juntamente com a 2ª série de ouvintes apresentaram um acróstico da palavra “responsabilidade” e a 6ª série apresentou os Mandamentos da Responsabilidade desenvolvido pela classe.
Sendo que o pilar da Responsabilidade encerrou com muitos benefícios à escola e apesar de um novo pilar iniciar, o da Responsabilidade será sempre abordado e lembrado.


ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL - JOINVILLE
GERÊNCIA DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL RUI BARBOSA
Rua: São Paulo, 555 – Bairro Bucarein – Fone-Fax: (47) 3422-5018
e-mail : eefrb@sed.sc.gov.br
Joinville – Santa Catarina


Joinville, 14 de junho de 2006.

Ofº nº 29/06

Prezado Senhor


Vimos pelo presente apresentar a forma de repasse do Pilar SINCERIDADE do Programa “O Caráter Conta” aos professores, alunos e corpo administrativo da Escola de Ensino Fundamental Rui Barbosa.
O pilar foi apresentado aos professores no início da Reunião Pedagógica que aconteceu dia 23 de maio à noite, pela equipe: a Assistente Técnica Pedagógica ANA PAULA PACHECO e a professora de ensino fundamental de alunos com necessidades especiais SILVANA FÁTIMA VEIGA.
Primeiramente foi solicitado que os professores respondessem a Avaliação Inicial (Antes da Implantação) do Programa “O Caráter Conta” encaminhada pela GEECT. Depois se seguiu com explicações e esclarecimentos sobre o pilar SINCERIDADE. Duas perguntas foram lançadas para o grupo: “O que você faria se encontrasse o marido de sua melhor amiga com outra?” e “Seu filho tem uma doença terminável e poucos dias de vida, pergunta-lhe se vai morrer, o que você responde?”, essas perguntas geraram muita discussão sobre ser sincero em todas as situações e muitos professores expuseram exemplos de vida. Em seguida foi feita uma dinâmica para ser usada nas séries iniciais: foi confeccionado um grande móbile de águias de papel que representam pessoas que voam alto, acima das pressões para fazerem coisas erradas e várias cobras de dobraduras de papel que representam pessoas que se arrastam no chão, são falsas e enganam. Ainda foi feita a dinâmica das ratoeiras, a mesma que foi apresentada na Capacitação dos americanos, com ótimos resultados quanto à confiança e segurança que as pessoas transmitem às outras. Após as dinâmicas foram sugeridas outras maneiras de ajudar crianças e adolescentes a serem mais sinceros e maneiras para se trabalhar em sala de aula.
Na semana seguinte os professores trabalharam em sala de aula o pilar SINCERIDADE de várias maneiras. E no dia 06 de junho, toda a Escola reuniu-se no pátio para assistir as apresentações descritas abaixo, que as turmas prepararam.
No período matutino, um grupo da 4ª série cantou o seguinte rap, de autoria deles próprios, incentivando a agir somente de forma correta: “Não engane, não fraude, não roube, seja honesto, seja confiável, faça o que deve, tenha coragem, faça o que é certo, só o que é certo”. Outro grupo da mesma turma confeccionou um cartaz em quadrinhos comparando sinceridade a uma águia e mentira a uma cobra, enfatizando agir com sinceridade. A 6ª série apresentou duas peças teatrais, na primeira demonstraram uma garota que tinha o hábito de mentir e na segunda peça apresentaram uma adolescente que perdeu a confiança dos pais, nas duas peças as garotas sofreram as conseqüências e mudaram de comportamento. A 7ª série também apresentou uma peça teatral, representaram uma classe tendo aula sobre sinceridade e aplicando a aprendizagem no recreio.
Alunos da 5ª série aproveitaram o momento para pedir desculpas à 3ª e 4ª série de alunos com necessidades especiais, por terem vaiado e demonstrado preconceito na semana que passou durante a escolha das turmas para a Gincana da Copa do Mundo. Dessa forma, demonstraram evolução mediante as apresentações dos pilares.
Já no período vespertino a 6ª série apresentou um texto sobre relacionamentos e principalmente sobre amizade, deixando claro que a fórmula para o bom relacionamento pessoal é a sinceridade. E alunos da 8ª série representaram uma família que fez acusações injustas, mas redimiu-se no final, na forma de uma peça teatral.
Assim, foi trabalhado mais um pilar, o da SINCERIADADE, contribuindo para a aquisição de valores de alunos e docentes. Adquiriram também mais confiança uns nos outros e perceberam o quanto a mentira pode ser prejudicial.



ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL - JOINVILLE
GERÊNCIA DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL RUI BARBOSA
Rua: São Paulo, 555 – Bairro Bucarein – Fone-Fax: (47) 3422-5018
e-mail : eefrb@sed.sc.gov.br
Joinville – Santa Catarina



Joinville, 29 de setembro de 2006.

Ofº nº 71/06

Prezado Senhor


Vimos pelo presente apresentar a forma de repasse do Pilar RESPEITO do Programa “O Caráter Conta” aos professores, alunos e corpo administrativo da Escola de Ensino Fundamental Rui Barbosa.
O pilar foi apresentado à comunidade escolar através da Associação Internacional de Direito Pontifício ARAUTOS DO EVANGELHO. Que são leigos constituídos em associação privada internacional de fiéis de direito pontifício, a primeira a ser erigida pela Santa Sé no terceiro milênio. São jovens na sua grande maioria e estão presentes em 57 países, alternam a vida de recolhimento, estudo e oração com atividades filantrópicas diversas com especial ênfase na formação da juventude. Em nossa cidade, Joinville, eles têm desenvolvido um intenso trabalho no sentido de restaurar valores familiares e culturais através de inúmeras apresentações artísticas dentro do Projeto Futuro e Vida.
Os Arautos do Evangelho iniciaram as oficinas dia 04 de agosto com apresentação musical e de defesa pessoal no pátio da escola para toda a comunidade escolar. Explicaram o projeto e entregaram uma autorização que deveria ser lida e assinada pelos pais dos alunos. Dia 11 de agosto aconteceu a primeira aula de teatro “Personalidade e Temperamentos” que trabalhava o conhecimento de si próprio, a primeira aula de música “Noções Gerais sobre Teoria Musical” que visava a ética e personalidade e aconteceu também a primeira aula de defesa pessoal “Disciplina e Auto Controle” que trabalhava o relacionamento humano.
No dia 18 de agosto teve mais aula de teatro sobre equilíbrio emocional “Sonoplastia e Interpretação”, aula de música sobre a harmonia dos homens rumo ao fim comum “Divisão e Entonação Musical” e aula de defesa pessoal sobre o respeito ao próximo “Disciplina e Auto Controle”.
Também no dia 25 de agosto houve aula de teatro “Maquiagem e Figurino” que visava a perda da inibição para vencer as dificuldades da vida, aula de música “Prática de Trompete, Flauta e Caixa” que incentivava o desabrochar das capacidades pessoais e aula de defesa pessoal “Disciplina e Auto Controle” dando ênfase a boa conduta do cidadão redunda numa sociedade perfeita.
E dia primeiro de setembro ocorreu o encerramento com apresentação musical, de teatro e defesa pessoal com muita emoção, no auditório para toda a comunidade escolar.
Todo trabalho desenvolvido pelos Arautos do Evangelho pretendia restaurar os valores familiares e de caráter, proporcionar esperança para o futuro, vontade de viver e alegria dando ênfase ao Pilar Respeito.

RELATÓRIO: EEB GERMANO TIMM



EEB PROFESSOR GERMANO TIMM
RELATÓRIO DE ATIVIDADES

Projeto: Caráter Conta
Atividade: Palestra sobre caráter e sexualidade
Disciplina: Filosofia
Professor: Valtecir
Turmas: Primeiros anos do Ensino Médio
Data: 17/09/2006


Um grupo de alunos do curso de enfermagem do CEFET palestrou sobre a importância de se praticar o ato sexual com amor, responsabilidade, sinceridade, respeito, zelo e justiça, pois não se trata apenas de uma relação meramente física, mas também psíquica e espiritual.
A responsabilidade se dá na medida da consciência das conseqüências da relação sexual em todos os aspectos. A jornada a dois implica num projeto comum familiar.
O respeito ao espírito e ao corpo um do outro deve ser uma troca afetiva que traga segurança física e emocional.
Zelo sexual/amoroso é a preocupação ativa pela vida e crescimento de quem amamos, pois quem ama, cuida e não apenas desfruta.
Sinceridade em aceitar o outro, construindo a relação num diálogo permanente, sem esperar um acontecimento mágico.
O senso de justiça é a ausência de exploração, aceitação do outro com seus defeitos, sem idealizações falsas.
Enfim, para uma cidadania forte, firme, equilibrada e sadia, nada melhor do que um ato de amor sincero, respeitoso, responsável, justo e zelo para com o companheiro.
Pesquisa personalizada