Pesquisa personalizada

Carta Aberta - Por Jorge Schemes:

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e espontânea vontade.

Todavia, algumas situações ocorridas bem como as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano (2009), e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão.

Até então estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica e meus princípios e valores são alicerçados na Santa Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante de atitudes mesquinhas de segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética (no mínimo profissional) e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo.

Não compactuo com manobras politiqueiras de pessoas mesquinhas que, durante meu tempo de coordenação pedagógica à frente do Caráter Conta na GERED de Joinville, SC, nunca fizeram nada pelo Programa, e além disso visavam a apropriação do esforço e do trabalho alheio já feito durante anos para promoção e benefício próprios, tais pessoas são verdadeiros "vampiros psíquicos e sociais".

Alguém disse certa vez com muita propriedade que, "onde não há ética até o ambiente fica doentio". E tais pessoas, por serem as detentoras do poder, são um verdadeiro foco de doenças emocionais para aqueles que se sujeitam as suas manobras carregadas de tirania e cheias de maldade, mas Deus é justo Juiz e cabe a Ele retribuir a cada um segundo as suas obras.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei promover "O Caráter Conta!" nas escolas da Rede Estadual de Ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente (23/10/2009), não faz parte dos programas oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização, gratidão e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Ensino de Joinville, SC, como já vinha fazendo antes. Atualmente tenho 09 turmas, do Ensino Fundamental, somando mais de 300 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando sistematicamente com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", meus alunos e alunas da Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras estão sendo socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses politiqueiros, pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.

Que o Deus Eterno e Criador Ilumine a Todos Nós!
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, no período de 2004 a 2009.
Atualmente é colaborador e multiplicador voluntário do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

Confira Também:

Atividades do Programa "O Caráter Conta"!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos
Pesquisa personalizada

quarta-feira, novembro 25, 2009

Escolas Municipais Saul Sant'Anna de Oliveira Dias e Karin Barkemeyer - Atividades Realizadas Sobre "O Caráter Conta!" - Professor Jorge Schemes

Alunos (as) Fazendo Atividades do Programa "O Caráter Conta!"




ATIVIDADE II – REDAÇÃO

Orientações:

1. Escolha um dos seis pilares do Programa “O Caráter Conta!” e escreva uma redação sobre ele.
2. Se necessário, utilize as anotações do caderno e o cartaz do Programa para desenvolver as idéias do texto.
3. Esteja preparado para socializar e comentar o que escreveu na próxima aula.

Descrição da Atividade:

Etapa 01:

  • Os alunos foram motivados e orientados a escolher um dos pilares do Programa “O Caráter Conta!” para elaborar uma redação sobre ele (mínimo 10 linhas). Os textos foram produzidos e escritos individualmente durante uma das aulas.
  • Eles utilizaram como subsídios para idéias, as anotações da pesquisa feita sobre os seis pilares no caderno e os cartazes do Programa.

Etapa 02:

Na aula seguinte houve a socialização de todos os textos. Cada aluno leu a sua redação para os colegas e fez comentários do que escreveu. Houve uma aula de reflexão sobre os pilares do caráter e do seu significado conforme a subjetividade de cada um. Foi um verdadeiro exercício de cidadania onde todos puderam expressar a sua opinião sobre os seis pilares do caráter e ao mesmo tempo ouvir o que o outro tinha a dizer.






ATIVIDADE III – POESIA

Orientações:


1. Escolha outro pilar do Programa “O Caráter Conta!” e escreva em seu caderno uma poesia ou um poema sobre ele.
2. Socialização: Recitação ou declamação da poesia em sala de aula.

Descrição da Atividade:

Etapa 01:

  • Os (as) alunos (as) elaboraram durante uma aula as poesias e poemas e registraram em seus cadernos.
  • Cada poesia ou poema deveria conter no mínimo três parágrafos.

Etapa 02:

  • Na aula seguinte os (as) alunos (as) apresentaram suas poesias e poemas aos colegas em forma de recitação ou declamação.
  • Sempre após a apresentação os demais alunos aplaudiram os colegas.

Etapa 03:

ATIVIDADE IV – ACRÓSTICO


Orientações:


1. Escolha outro pilar do Programa “O Caráter Conta!” e faça um acróstico sobre ele registrando em seu caderno.
2. Socialização: apresentação e reflexão sobre os acrósticos elaborados.

Descrição da Atividade:


Etapa 01:

  • Os alunos fizeram uma releitura dos seis pilares do Programa “O Caráter Conta!” pesquisando as anotações feitas em seu caderno e nos cartazes do Programa.
  • Durante uma aula eles criaram acrósticos sobre um pilar do caráter.


Etapa 02:

  • Na aula seguinte os alunos fizeram a socialização da atividade em sala de aula.
  • O momento oportunizou a reflexão sobre o significado de cada pilar do Programa “O Caráter Conta!”.


ATIVIDADE V – JOGOS



Orientações:


1. Em equipes (mínimo 03 e máximo 05 componentes), elaborar, criar ou adaptar um joguinho (lúdico) utilizando os seis pilares do Programa “O Caráter Conta!”.
2. As regras devem estar fundamentadas nos seis pilares do caráter.
3. Todos devem registrar a idéia do jogo e as regras em seu caderno.
4. Cada equipe ficará responsável de trazer o material necessário para a confecção do jogo na próxima aula.
5. Apresentação e socialização.


Descrição da Atividade:


Etapa 01:

  • Durante uma aula as equipes se reuniram para discutir idéias e regras para a elaboração, criação ou adaptação de um joguinho envolvendo os seis pilares do Programa “O Caráter Conta!”.
  • As idéias e as regras foram registradas individualmente no caderno de anotações da disciplina de Ensino Religioso.

Etapa 02:

  • Na próxima aula, os alunos confeccionaram o joguinho trabalhando em equipes e utilizando o material que trouxeram.

Etapa 03:

  • Apresentação dos joguinhos elaborados por cada equipe para toda a turma.
  • Explicação do significado do jogo e das regras aos colegas de classe.

Etapa 04:

  • Socialização: após a apresentação de todas as equipes, os alunos socializaram os joguinhos entre si, de maneira que cada equipe teve oportunidade de brincar um pouco com o jogo feito pelas demais equipes.

Fotos das Equipes Elaborando os Jogos








ATIVIDADE VI – PARÓDIAS


Orientações:


1. Em equipes, elaborar uma paródia (utilizando qualquer estilo musical) ou criar um rap sobre o Programa “O Caráter Conta!” e seus seis pilares.
2. Todos devem registrar a letra da música em seu caderno.
3. Elaborar figurino e coreografia para a apresentação.
4. Socialização: apresentação dos grupos para a turma em sala de aula.

Descrição da Atividade:


Etapa 01:

  • As equipes se reuniram durante uma aula na sala para elaborarem e criarem uma paródia ou rap sobre os seis pilares do caráter.
  • Cada componente fez o registro da letra da paródia elaborada por sua equipe em seu caderno de anotações.

Etapa 02:

  • Socialização: na próxima aula as equipes apresentaram suas músicas aos colegas da sala, houve um show de talentos e todos foram aplaudidos ao final.

Alguns Vídeos das Apresentações

video

video



ATIVIDADE VII – CARTAZ

Orientações:


1. Em equipes (mínimo 03 e máximo 05 pessoas), elaborar um cartaz em sala de aula, o qual deve conter algumas atividades registradas no caderno de anotações.
2. Cada equipe irá selecionar as melhores atividades para constar no cartaz, o qual deve conter:
2.1 Duas redações.
2.2 Duas poesias.
2.3 Dois acrósticos.
2.4 A idéia e a descrição do jogo elaborado e suas regras.
2.5 A letra da paródia ou rap criado pela equipe.
3. O cartaz deve ter tamanho padrão de um metro.
4. O cartaz deve se decorado com as cores dos pilares do Programa “O Caráter conta!”
5. Socialização e apresentação.

Descrição da Atividade:

Etapa 01:

  • Os alunos se dividiram em equipes, e selecionaram as melhores atividades realizadas e registradas no caderno sobre o Programa “O Caráter Conta!” para colocarem no cartaz.
  • Foi fornecido pelo professor um pedaço de papel pardo de um metro e um cartaz oficial do Programa “O Caráter Conta!”.


Etapa 02:

  • Socialização: Após a confecção do cartaz, os alunos foram à frente da sala de aula e explicaram as atividades contidas no mesmo.
  • Os cartazes foram expostos na escola durante as atividades do Dia da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de Novembro.

FOTOS DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS




segunda-feira, novembro 23, 2009

Atividades: Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias e Escola Municipal Karin Barkemeyer - Professor Jorge Schemes

CONTEXTO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS:

  • No final de 2008, em reunião pedagógica realizada nas dependências da EM Saul Sant’Anna de Oliveira Dias, apresentei o conteúdo e a metodologia do Programa “O Caráter Conta!” ao corpo docente e técnico administrativo da referida Unidade Escolar. Na ocasião, sugeri que o mesmo fosse adotado pela escola como fundamentação ética para todas as ações e práticas pedagógicas e constasse em seu Projeto Político Pedagógico.
  • No segundo semestre de 2009, o Programa “O Caráter Conta!” foi apresentado aos alunos das séries finais do Ensino Fundamental da Escola Municipal Saul Sant’Anna de Oliveira Dias por meio da exposição e socialização dos cartazes contendo os seis pilares do Programa.
  • Durante os meses de setembro, outubro e novembro de 2009, nas aulas de Ensino Religioso, introduzi os conteúdos do Programa “O Caráter Conta!” relacionando-os com os temas estudados em sala de aula.
  • O início das atividades específicas sobre os seis pilares do caráter começou no mês de outubro e se estendeu até o mês de dezembro com o término do ano letivo.

ATIVIDADE I – CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS E PESQUISA

Orientações:

1. Apresentação, pelo professor, de histórias reais de pessoas que revelaram pela sua atitude os valores dos seis pilares do Programa “O Caráter Conta!”.
2. Faça uma pesquisa e descubra o significado dos seis pilares do Programa “O Caráter Conta!”.
3. Faça as anotações da pesquisa em seu caderno.
4. Apresentação, socialização e reflexão da pesquisa.

Descrição da Atividade:

Etapa 01:

  • Iniciei as atividades em sala de aula envolvendo 13 turmas das séries finais do Ensino Fundamental, aproximadamente 400 alunos e alunas do 6º ao 9º ano.
  • Como primeira ação, apresentei os seis pilares do Programa “O Caráter Conta!” relacionando-os com histórias verídicas apresentadas na mídia brasileira de casos de pessoas que haviam demonstrado os seis pilares do caráter por meio de uma atitude fundada em valores como: Sinceridade, Respeito, Responsabilidade, Senso de Justiça, Zelo e Cidadania. Por exemplo, dentre outras, o caso do faxineiro de um aeroporto que encontrou uma carteira com 20 mil dólares no banheiro e devolveu ao dono sem aceitar nada em troca, o caso de um catador de papelão que achou no lixão da sua cidade um envelope com 10 mil reais e devolveu ao dono sem aceitar nada em troca, o caso do homem que perdeu tudo com as enchentes que atingiram de Santa Catarina em 2008 e recebeu um casaco de doação, e no bolso havia 10 mil reais esquecidos pelo doador, e que mesmo não sabendo quem havia doado o casado, pesquisou e encontrou o doador e devolveu o dinheiro.
  • Durante a apresentação das histórias e fatos reais, os alunos foram contando situações parecidas vividas por eles mesmos, seus pais e familiares.

Etapa 02:

  • Os alunos foram estimulados e orientados a pesquisar individualmente os seis pilares do Programa “O Caráter Conta!”, suas cores e suas características, e anotar o resultado da pesquisa no caderno. Para tanto, levei para a sala de aula vários cartazes do Programa, e orientei para que, se porventura não concluíssem a atividade em sala, poderiam concluí-la em casa por meio de uma pesquisa no blog http://www.ocaraterconta.blogspot.com/
  • O objetivo desta atividade foi colocá-los diretamente em contato com o conteúdo sistematizado do Programa, ou seja, os seis pilares do caráter.
  • O passo seguinte foi a socialização das pesquisas em sala de aula por meio de leituras, perguntas e respostas e considerações pessoais sobre os seis pilares do caráter conta.
  • O tempo para a realização desta atividade foi de duas semanas, ocupando duas aulas (considerando que o currículo escolar contempla uma aula de Ensino Religioso por semana).

Alunos (as) Desenvolvendo as Atividades de Aprendizagem


quinta-feira, novembro 19, 2009

Projeto de Trabalho: Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias - Professor Jorge Schemes

PROJETO DE TRABALHO
PROGRAMA: “O CARÁTER CONTA!”

ESCOLA MUNICIPAL
SAUL SANT’ANNA DE OLIVEIRA DIAS
E
ESCOLA MUNICIPAL
KARIN BARKEMEYER

SETEMBRO A DEZEMBRO DE 2009
JOINVILLE - SC

RESPONSÁVEL: PROFESSOR JORGE SCHEMES

1. JUSTIFICATICA:
Um programa sistematizado de educação para o caráter justifica-se diante da lacuna ética e moral deixada por um currículo que não prioriza a construção de valores de forma intencional. É justamente a intencionalidade do Programa “O Caráter Conta!” que o torna relevante para o currículo escolar. Considerando a relevância ética do Programa “O Caráter Conta!”, e que seu conteúdo pode servir como eixo norteador dos demais projetos e programas desenvolvidos pela escola, faz-se extremamente necessário desenvolver um projeto de trabalho nas unidades de ensino Saul Sant’Anna de Oliveira Dias e Karin Barkemeyer, pertencentes à Rede Pública Municipal Joinville, SC. Um projeto de trabalho tem como foco as atividades de aprendizagem desenvolvidas pelo (a) aluno (a), pois está centrado no (a) aluno (a) como protagonista na construção de um conhecimento cientificamente válido e que faça sentido para o seu projeto existencial. “O Caráter Conta!” também possibilitará a construção de uma cultura de paz como projeto de vida, demonstrando assim sua relevância preventiva aos problemas de violência manifestados dentro da escola.

2. OBJETIVO GERAL:
Desenvolver atividades de aprendizagem significativas para os (as) alunos (as) das Escolas Municipais Saul Sant’Anna de Oliveira Dias e Karin Barkemeyer, objetivando a implantação e implementação de um programa de educação sistematizada para a formação do caráter por meio da construção de uma cultura de paz, enfatizando os temas dos seis pilares do caráter, tais como constam no Programa O Caráter Conta, ou seja: sinceridade, respeito, responsabilidade, senso de justiça, zelo e cidadania, envolvendo toda a escola, sob a coordenação pedagógica do professor Jorge Schemes.

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
3.1. Envolver todos (as) os (as) alunos (as) das Escolas Municipais Saul Sant’Anna de Oliveira Dias e Kerin Barkemeyer em atividades de aprendizagem significativas sobre os seis pilares do Programa “O Caráter Conta!”, tais como:
3.1.1 Pesquisas sobre o significado do Programa “O Caráter Conta!”.
3.1.2 Elaboração de textos, redações, poesias e acrósticos sobre os pilares do caráter.
3.1.3 Elaboração de joguinhos sobre os seis pilares do Programa.
3.1.4 Elaboração de paródias sobre o Programa “O Caráter Conta!”.
3.1.5 Apresentações e socialização das atividades realizadas.
3.1.5 Participação nas apresentações e exposição das atividades realizadas no dia 20 de novembro, dia da Consciência Negra na escola Saul Sant'Anna de Oliveira Dias.
3.1.6 Realização do Show do Caráter na escola Saul Sant'Anna de Oliveira Dias.
3.1.7 Publicação das atividades em http://www.ocaraterconta.blogspot.com/
3.2. Socializar conhecimentos científicos sobre a formação do caráter por meio de palestras e atividades de aprendizagem com informações relativas aos temas mencionados enfatizando o desenvolvimento biopsicosocial infantil e adolescente e sua relação com a formação do caráter, bem como compartilhar outros conhecimentos e pesquisas que permitam a compreensão das múltiplas dimensões do sujeito aluno e o seu contexto histórico-social.
3.3. Formar alunos (as) multiplicadores (as) capazes de fazer o repasse e a socialização do conhecimento adquirido durante as atividades para toda a comunidade (intra-escolar e extra-escolar), envolvendo principalmente os alunos e seus familiares.
3.4. Incentivar a criação e o desenvolvimento de uma cultura de paz por meio da construção sistemática de valores morais e éticos dentro da unidade escolar.
3.5. Incluir o Programa O Caráter Conta no Projeto Político Pedagógico das referidas Unidades Escolares, como forma de garantir sua implementação, continuidade e eficácia.

4. PÚBLICO ALVO:
Gestores da escola, especialistas (orientadores e supervisores), professores, funcionários, alunos (as) e toda a comunidade.

5. METODOLOGIA:
5.1 Realizar pesquisas e estudos, com atividades de aprendizagem, sobre os seguintes temas:
5.1.1 Sinceridade.
5.1.2 Respeito.
5.1.3 Responsabilidade.
5.1.4 Senso de justiça.
5.1.5 Zelo.
5.1.6 Cidadania.
5.2 Trabalhos individuais, em duplas e em equipes realizados em sala de aula.
5.3 Registros de todas as atividades no caderno de anotações.
5.4 Socialização das atividades em sala de aula e exposição na escola.

6. CRONOGRAMA:
As atividades serão realizadas durante os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2009, nas aulas de Ensino Religioso com o professor Jorge Schemes. Ao todo são 15 aulas, envolvendo todos (as) os (as) alunos (as) do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental do período matutino da Escola Municipal Saul Sant’Anna de Oliveira Dias e mais cinco turmas do ensino fundamental da escola Karin Barkemeyer em Joinville, SC. Ao todo são 17 turmas do ensino fundamental. Somando mais de 500 alunos (as) envolvidos (as).

7. IDENTIFICAÇÃO:
PROJETO DE TRABALHO: Programa “O Caráter Conta!”.
PERÍODO: Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro de 2009.
HORÁRIO: Período matutino – 07:15 às 11:30.
LOCAL: Escolas Municipais Saul Sant’Anna de Oliveira Dias e Karin Barkemeyer, Joinville, SC.
COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA: Professor Jorge Schemes.

terça-feira, outubro 27, 2009

Comunicado

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e expontânea vontade. Todavia, algumas situações ocorridas e as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano, e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão. Até aqui estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica. Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante da segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética, no mínimo profissional, e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo. Não compactuo com manobras politiqueiras que apenas visam a apropriação do trabalho e do esforço alheio para promoção e benefício próprio, tais pessoas são verdadeiros "vampiros sociais". Alguém disse certa vez que, onde não há ética o ambiente fica doentio.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei desde o início promover "O Caráter Conta!" nas escolas da rede estadual de ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente, não faz parte dos Programas Oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Educação, como já vinha fazendo. Atualmente tenho 17 turmas, somando mais de 500 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando este mês e o mês de novembro com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", eles já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras serão em breve socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, (no período de 2004 a 2009).
Atualmente é colaborador e multiplicador do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

quarta-feira, outubro 14, 2009

Carta e Resposta sobre o Programa "O Caráter Conta!"

Bom dia, Dr. Jorge Schemes.

Meu nome é Edison de Souza Magalhães, e me reporto como membro do Rotary Clube Uberlândia Sul (Uberlandia-MG).

Muitas são as entidades que têm demonstrado preocupação acerca de alguns fatos ocorridos no Brasil que, infelizmente, estão se tornando corriqueiros. Nosso clube convocou os demais clubes de Uberlândia para dar início a algumas ações que pudessem promover a difusão de conceitos de ética e cidadania em nossa cidade. Há pouco tempo tomamos conhecimento do projeto " O Peixe e a Arte de Pescar" que foi concebido pelo Deputado Paulo Piau, que é rotariano de Uberaba e de posse deste projeto nos deparamos com outro projeto, " O Caráter Conta", que nos chamou muito a atenção.

Temos agendado uma visita à Brasília, no dia 26 de novembro, onde uma comitiva formada por rotarianos e, possivelmente, outros membros da sociedade uberlandense, poderemos apresentar algumas propostas de projetos bem sucedidos desenvolvidos pelo Rotary nas áreas de educação, meio ambiente e segurança pública, bem como teremos a chance de expressar nossas preocupações e nosso desagravo frente a algumas atitudes e acontecimentos ocorridos no congresso nacional.

Iremos ter uma audiência com o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, com a senadora Marina Silva, com o senador Demóstenes Torres, e com o dep. Gilmar Machado.

O projeto "O Caráter Conta" despertou em nós um grande interesse, mas também uma grande curiosidade. Queremos saber mais sobre o projeto pois pretendemos não só implantá-lo em nossa cidade, mas também defendê-lo por ocasião de nossa visita à Brasília.

Assim sendo, tenho algumas perguntas que gostaria de fazer:

-O que devemos fazer para implantá-lo em nossa cidade? Quais são os passos?

-Existe algum documento mais detalhado sobre o projeto ao qual podemos ter acesso?

-Qual sua função na elaboração do projeto?

-Qual seria a função dos Rotarys Clubes de Uberlândia na condução deste projeto? Que papel desempenharia?

-Qual sua avaliação sobre os resultados obtidos em Joinville?

-Existe a possibilidade de que o Senhor nos faça uma visita e discorra sobre o projeto? Poderia ser na ocasião de nossa visita à Brasília.

-O Senhor gostaria de participar de nossa comitiva?

Bem, espero ter sido claro quanto ao meu objetivo ao enviar este e-mail.

Por favor, me retorne o mais rápido possível.

Desde já agradeço por sua atenção.

Atenciosamente,

Edison de Souza Magalhães


Resposta:

Olá Edison.

Primeiramente, parabéns pelo interesse demonstrado no Programa “O Caráter Conta!”. Gostaria de esclarecer que não tenho o título de doutor, pode me chamar pelo nome mesmo. Quanto às perguntas, vou procurar esclarecer o máximo possível, vamos lá.

-O que devemos fazer para implantá-lo em nossa cidade? Quais são os passos?

R: Primeiramente é bom esclarecer que “O caráter Conta!” é um Programa, não um projeto. E que se trata de um Programa Norte Americano, mais especificamente: A Project of the Josephson Institute of Ethics (USA), portanto é uma marca registrada, e que tem na Universidade da Virgínia, Virginia Tech, uma de suas parcerias. A Virginia Tech tem um departamento, 4H, responsável por aplicar o Programa por meio de capacitações. Dito isso, vale lembrar que para começar o Programa se faz necessário uma capacitação dos multiplicadores, aqui em Joinville temos uma equipe formada por professores envolvidos no Programa e treinada para dar essa capacitação. Sendo mais didático, o primeiro e grande passo, é fazer parceria (convênio) com as Secretarias de Educação do Município e do Estado e reunir o público alvo para aplicar a capacitação no Programa. Sugerimos que esse público seja formado por professores das redes públicas de ensino. Uma vez capacitados, deve haver responsáveis nas Secretarias de Educação para fazer o acompanhamento das atividades.

-Existe algum documento mais detalhado sobre o projeto ao qual podemos ter acesso?

R: Existe sim. Porém vale lembrar que “O Caráter Conta!” não é um projeto, é um Programa, o qual permite que se elaborem projetos de atividades voltados para o mesmo. Documentos sobre o Programa podem ser obtidos no Blog www.ocaraterconta.blogspot.com mais especificamente na seção Marcadores, no item projeto. Ou clique Aqui. Também há links nas imagens laterais dos pilares para o site oficial do Programa nos EUA. Em relação as atividades de capacitação aqui em Joinville, elaborei um projeto que pode servir de modelo para Uberlândia. Clique Aqui.

-Qual sua função na elaboração do projeto?

R: Minha função desde o início do Programa em 2004 está sendo de Coordenador Pedagógico do Programa na GERED de Joinville, SC. O que isso significa? Sou responsável pela elaboração e implementação dos projetos de capacitação que já ocorreram (ao todo foram três) com os professores da Rede Estadual de Ensino de nossa Gerência (GERED). Entenda que não sou o autor do Programa, mas o autor do projeto escrito sobre o Programa. Assim sendo, minha principal função na GERED é de incentivador e motivador pedagógico de ações nas escolas, ou seja, desde o início tivemos a necessidade de adaptar o Programa à realidade local, sem descaracterizar o mesmo. Assim, sugeri às escolas que implantassem o Programa no PPP das mesmas e que o mesmo servisse de fundamentação ética para as demais ações e projetos desenvolvidos pela escola, sem, contudo, perder suas características e identidade. Por exemplo, ao trabalhar o tema Trânsito ou Meio Ambiente, os professores envolvidos deveriam incluir os pilares do caráter relacionados ao tema com intencionalidade, ou seja, revelando o mesmo aos alunos. Sendo mais objetivo e didático, minha participação foi a seguinte:

  1. Elaborei o projeto escrito sobre o Programa. Confira Aqui.
  2. Digitei e imprime todos os certificados dos cursistas.
  3. Criei o Blog do Programa em 2005, do qual sou editor, ou seja: incentivo a inclusão do Programa “O Caráter Conta!” nas ações pedagógicas das escolas e cobro relatórios digitalizados para serem publicados no Blog do Programa.
  4. Promovo reuniões na GERED com os responsáveis pelo Programa nas escolas. O objetivo é a socialização das atividades realizadas, troca de idéias e experiências, apresentação dos relatórios e de novas metodologias e estratégias para implementar o Programa.
  5. Sou o mediador pedagógico entre, IEPES (Mentor financeiro e administrativo do Programa) e as escolas da GERED (66 escolas).
  6. Também sou professor na Rede Pública Municipal e trabalho o Programa com todos os meus alunos sistematicamente, são ao todo 17 turmas do Ensino Fundamental. Sendo assim, tenho experiência em sala de aula também, e não apenas a teoria sobre o Programa.

-Qual seria a função dos Rotarys Clubes de Uberlândia na condução deste projeto? Que papel desempenharia?

R: Penso que a função dos Rotarys de Uberlândia pode ser a mesma dos Rotarys aqui de Joinville, ou seja, parceiros de marketing e finanças. Os Rotarys aqui de Joinville têm fornecido materiais didáticos pedagógicos para servir de suporte às atividades desenvolvidas nas escolas. Há amplas possibilidades, mas penso que a primeira delas é assinar um convênio de parceria com as Secretarias de Educação do Município e do Estado, objetivando apoio institucional.

-Qual sua avaliação sobre os resultados obtidos em Joinville?

R: Minha avaliação é mais positiva que negativa. Há alguns aspectos que ainda precisamos superar, dentre eles a falta de envolvimento da maioria de professores. Contudo, realizamos algumas avaliações e os dados podem ser lidos Aqui.

-Existe a possibilidade de que o Senhor nos faça uma visita e discorra sobre o projeto? Poderia ser na ocasião de nossa visita à Brasília.

-O Senhor gostaria de participar de nossa comitiva?

R: Existe sim. Posso discorrer em relação ao projeto criado na GERED sobre o Programa “O Caráter Conta!” e de minha experiência como coordenador pedagógico e multiplicador em sala de aula. Todavia, como estou envolvido em três empregos diferentes, e meu tempo é bem contado e comprometido com diversas atividades, isso vai depender da data, mas se não for possível eu participar, indico a coordenadora pedagógica do Programa no IEPES, Susanna Bender, a qual é mediadora direta do Programa com a Universidade da Virginia (USA). Seu e-mail é s.bender@terra.com.br

Espero ter respondido suas perguntas e desde já me coloco à disposição para ajudar no que for possível.


Cordialmente,

Jorge Schemes


quarta-feira, setembro 09, 2009

Capacitação no Programa "O Caráter Conta!" em Natal - Rio Grande do Norte




24/08/2009 - Justiça e Escola capacita 180 educadores de Natal:

O Projeto “Justiça e Escola” está promovendo, durante todo o dia de hoje e amanhã, o 2º treinamento com capacitadores do Programa “O Caráter Conta”, cuja metodologia é um dos viés do programa. A capacitação está ocorrendo nas dependências Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves-Cemure, localizado na Avenida Coronel Estevão 3607, Bairro Nossa Senhora de Nazaré, zona oeste de Natal.

O curso que é ministrado para formação de 180 multiplicadores no município de Natal, e tem como base os pilares de sustentação da metodologia desenvolvida que tem como base os pilares do ZELO, SINCERIDADE, RESPONSABILIDADE, CIDADANIA, RESPEITO E SENSO DE JUSTIÇA. De acordo com a coordenadora do Programa “O Caráter Conta”, que é de Joinville/SC, Susana Bender, todos os professores participantes passarão por todos os pilares, que estão sendo trabalhados um em cada sala de aula, com uma capacitadora da equipe catarinense que está em Natal. Segundo a coordenadora, inicialmente os professores verão a parte teórica para depois participarem de dinâmicas de grupo.

Na solenidade de abertura, a juíza coordenadora do Projeto Justiça e Escola, Maria Zeneide Bezerra, falou do prazer em receber a equipe de Joinville em Natal e destacou o seu interesse em capacitar os professores de Natal. Ela resumiu este trabalho dos professores atuando como multiplicadores como um “trabalho de formiguinha”, mas que tem certeza que a capacitação gerará frutos, pois, para ela, o aluno só precisa de oportunidades e informações para se desenvolver e é isso que o projeto propõe. O Projeto já desperta o interesse de algumas cidades do interior do Estado.

O secretário municipal de educação, Elias Nunes, disse que já vem sentindo, há dois anos, os efeitos do projeto nas crianças na rede municipal de ensino. Ele lembrou a renovação do convênio assinado em maio entre a prefeitura e o Tribunal de Justiça. O secretário destacou a importância dos valores dos pilares que o curso de capacitação vai passar para os professores. “Nunca precisamos mais desses valores como hoje. Hoje estamos planando sementes, mas os frutos só virão em dez anos. Mas isso é gratificante, principalmente quando agente encontra um aluno e ele nos agradece por ter contribuído com a sua formação”, observou. Segundo o secretário, quando o professor reserva tempo para conversar com o aluno, este se sente valorizado e inserido na sociedade.

A solenidade contou com uma apresentação musical dos servidores do Tribunal de Justiça, com uma paródia chamada “Justiça e Escola”. Depois, os meninos da Escola Laércio Fernandes apresentaram o espetáculo Tocando e Cantando Poesia, que é dedicado a todos os que lutam pela Justiça.

O Caráter Conta

"O CARÁTER CONTA" é uma parceria entre a ONG "Os Companheiros das Américas", Virginia State University (4-H), IEPES e a Gerencia de Educação do município de Joinville, SC, onde o Programa iniciou suas atividades no Brasil e tem como principal objetivo a construção de uma cultura de paz nas unidades escolares por meio da sistematização de valores nas atividades pedagógicas das escolas envolvidas.


ATENÇÃO:

1. Para mais informações da capacitação em Natal, clique aqui

2. Para obter a Apostila (em pdf) usada na capacitação, clique qui

Rotary Club Joinville-Pirabeiraba dá o Seu Apoio ao Programa "O Caráter Conta!"

O Rotary Club Joinville Pirabeiraba irá realizar no dia 13 de Setembro (domingo), a partir da 11:30 horas, no Rancho do Bethesda em Pirabeiraba, a tradicional Festa do Porco que ja alcança a sua Sétima edição.

Nós do Rotary Club Joinville Pirabeiraba, estamos convidando todos os sócios de Rotary Clubs e seus familiares, extendendo o convite para todos os amigos, para participarem deste evento que neste ano estará repleto de atrações. Tendo como atração principal o "PORCO" que será assado no local pelo nosso ompanheiro Evaldo Fleith.
Haverá também a apresentação do Coral Infantil O Semeador(do Quiriri, cujos instrumentos musicais foram doados pelos Rotary Clubs Joinville Pirabeiraba, Joinville Manchester e Joinville Cidade das Flores), sorteio de brindes (um deles, uma tulipa de chopp em metro), mesas estarão preparadas aos participantes que retenderem, antes, durante ou após o almoço, se intreterem com uma partida de dominó ou canastra. (que servira como divulgação ao evento de companheirismo para os Clubes de Rotary de Joinville programado para o mês de Novembro - Campeonato de Canastra, dominó, tiro na lata, etc.).
A renda da festa sera integralmente revertida para os projetos do Clube, destacando "PROGRAMA O CARÁTER CONTA 2010" (mais informações em anexo, material do projeto realizado em 2008 e no blog http://ocaraterconta.blogspot.com/ ) Para compra de batas para o "CORAL O SEMEADOR", apoio ao "GRUPO ESCOTEIRO PIRABEIRABA". Participem, divulgarem para seus amigo e nos ajudem a melhorar a nossa comunidade. Os cartões estão sendo vendidos ao preço de R$ 15,00, e poderão ser adquiridos antecipadamente.


quinta-feira, setembro 03, 2009

Atividades: EEB Germano Timm

E.E.B “Germano Timm” - Joinville – SC

Projeto: Caráter Conta - Ano: 2009

Séries: 1ª à 4ª

Coordenação Pedagógica: Cleusa Regina Lemos (Administradora Escolar)

Professora: Clarisse

1ª Série

Senso de Justiça

Para que os alunos compreendessem esse tema fiz uma brincadeira que consistia em dar pirulitos e balas para determinados alunos.

Alunos que tivessem cabelos castanhos e de franja ganhariam os docinhos, os demais não. Perguntei para eles se isso que eu fiz foi justo. Eles responderam que não, que todos deveriam ganhar as guloseimas.

Através dessa brincadeira os alunos puderam ver claramente as diferenças entre ser justo ou injusto.

Cidadania e Responsabilidade

Na nossa roda de conversa abordei o tema cidadania e responsabilidade, expliquei o que é ser cidadão, como podemos exercer a cidadania e quais as nossas responsabilidades.

Depois fizemos uma maquete representando uma cidade onde os cidadãos exercem a cidadania com responsabilidade.






Professora: Dorilda

2ª Série

Responsabilidade, Justiça e Cidadania

Foi feito círculo cultural, quando foram colhidas informações sobre os temas: responsabilidade, justiça e cidadania.

Foram construídos textos com os pais dos alunos.

Os textos foram socializados em sala de aula.

Foi produzido um cartaz em forma de árvore com os textos dos alunos.




Professora: Nair Teresinha Pasqalotto

3ª Série 01

Programa Caráter Conta: Responsabilidade, Senso de Justiça e Sinceridade.

Foi um trabalho realizado em grande grupo, onde cada aluno expôs suas opiniões sobre os temas citados:

“Evite tirar vantagem sobre os demais, cada um corrija seus próprios erros, arrume sua bagunça e pense antes de tomar qualquer decisão.”

“Viva em paz e tenha um bom coração”.

“Seja sincero, mantenha sua palavra e evite falar mal das pessoas.”

“É importante manter segredo sobre informações sigilosas”.

“Procure ser melhor que puder e auxilie quem precisa de sua ajuda”.






Professoras: Inge e Fernanda

4ª Série

Para a realização destes trabalhos, apresentamos a declaração dos Direitos Humanos como um documento de referencia no estudo dos pilares do Programa Caráter Conta: cidadania, responsabilidade e senso de justiça.

Responsabilidade

Tendo como base as respostas do questionamento que realizaram juntamente com os seus familiares: O que é responsabilidade, como posso ser responsável na minha casa, na família, na escola, comigo mesmo (a) e na sociedade. Elaboraram um acróstico com o tema central: “Responsabilidade”. Apresentação na sala de aula e exposto no mural da escola.

Cidadania e Senso de Justiça: Para a execução dos trabalhos os alunos discutiram o tema Direitos Humanos, realizado em equipe através de sorteio (1º passo, sorteio dos alunos mediadores da equipe, 2º integrantes das equipes). As equipes organizaram seus trabalhos, atribuindo responsabilidade e senso de justiça.

- Elaboração e apresentação dos Direitos Humanos (equipes);

- Encadernação do trabalho e doação dos trabalhos à biblioteca;

- Ação conjunta: Campanha do agasalho.







sexta-feira, junho 26, 2009

EEB Dom Pio de Freitas - Atividades Desenvolvidas


Título: Pensando Numa Sociedade Igualitária

Aluno: Rafhael Veloso da Veiga

Escola: E.E.B Dom Pio de Freitas – Joinville – SC.

Professora: Mary Elisabeth de Mello Paino


Num mundo tão diversificado, diferenciado por tanta desigualdade, é muito importante estarmos sempre refletindo sobre as ações que direta ou indiretamente formam nossos valores e perpetuam conceitos de geração em geração.

Pensar em igualdade, nos transporta observando gestos, palavras, ações de supressão de direitos e atos de desrespeito aos que nos cercam.

Desde a antiguidade, orientamos nossa vida através de idéias concebidas por uma razão que segue princípios e regras de valores universais. Como seres humanos, temos a faculdade de escolher livremente valores éticos, utilitários, estéticos, religiosos e de podermos ser livres escolhendo entre eles. Somos os únicos que dão conteúdos éticos aos nossos pensamentos, valorando nossas ações. Ou que fazem as leis para justificar barbáries.

A camuflagem das palavras usadas, que preconizam os direitos de todos para todos, numa sociedade utópica, está presente nas escolas, fábricas, mídias, igrejas, criando uma imagem de igualdade não verdadeira.

Com o passar dos tempos, novas formas de preconceito e um número maior de minorias foram criados pela sociedade.

Todos nascem com direitos que vão se modificando e se perdendo, ao longo da existência, no emprego, na escola, na família, na sociedade.

Antigamente, as mulheres eram discriminadas abertamente, numa sociedade patriarcal, hoje esta situação continua maior ainda, através da venda de uma imagem sexual, pela análise de seu papel na sociedade apenas como procriadora, ou que vem através de comprovação de pesquisas científicas, afirmando sua menor capacidade física ou intelectual.

As desigualdades se expressam de várias formas: por gestos, olhares, palavras, que desfazem o caráter das pessoas, também quando vão a certos lugares, e seus direitos são desrespeitados.

Em todos os lugares temos exemplos de direitos desrespeitados, pois não existe diferença de ser mais ou menos ser humano.

Atualmente luta-se pela sensibilização e conscientização dos direitos das minorias: mulheres, negros, homossexuais, índios etc... São os grupos étnicos, de gêneros, preferências religiosas, sexuais, culturais. São os diferentes que não se enquadram na grande massa, mas que representam valores de uma cultura. Demonstram a diversidade da vida que o planeta Terra abriga.

Formamos a imagem da beleza, da perfeição, do exemplo de inteligência, esquecendo que cada um tem seu caráter, características físicas próprias e gostos. Para cada cabeça uma sentença. Junto com esta capacidade de incluir ou não, escolhemos ideologias formadas pelo grupo social onde estamos inseridos. A interferência cultural nas nossas atitudes é marcante: sabemos que os direitos humanos são universais, independentes do que somos ou nos tornamos, mas desconsideramos estes preceitos em função da sociedade. Considerar o outro como humano é permitir que ele tenha escolhas, livre de pré-conceitos. Sejamos dignos, ao fazer escolhas que atinjam os outros.

Muitas vezes o direito ao respeito pela vida, integridade física, mental e moral; ou o direito à liberdade e segurança pessoais; que ajudam a construir uma identidade livre, numa sociedade justa, ficam relegados a segundo plano.

Convivendo em uma sociedade violenta, somos muitas vezes coniventes com condutas, dentro da família, que causam danos, dores, sofrimento físico e sexual, psicológico, atos de violência, demonstrando a grande insensibilidade social dos fatos freqüentes nas relações sociais. Assimilamos o conceito e atos de violência como formas normais de conduta, dentro da família, ou em qualquer relação inter pessoal, somos agressores pacíficos dentro de casa, na comunidade, local de trabalho, escolas.

Mas a sociedade limita ou elimina muitas vezes esta condição de humanidade em função de valores culturais. Então nós, como pessoas, somos determinados pelo meio em que vivemos. Apoiar as modificações de uma cultura que a torna segregaria, poderá causar danos à própria identidade de cada um, em uma sociedade somos um grupo, acima do indivíduo, tornando necessário que se respeitem as diferenças apresentadas por cada um; bem como seu sistema moral. Cabe a cada um tentar modificar sua idéia de sociedade perfeita, incluindo o outro ao invés de excluir todos os diferentes.

Pesquisa personalizada