Pesquisa personalizada

Carta Aberta - Por Jorge Schemes:

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e espontânea vontade.

Todavia, algumas situações ocorridas bem como as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano (2009), e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão.

Até então estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica e meus princípios e valores são alicerçados na Santa Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante de atitudes mesquinhas de segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética (no mínimo profissional) e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo.

Não compactuo com manobras politiqueiras de pessoas mesquinhas que, durante meu tempo de coordenação pedagógica à frente do Caráter Conta na GERED de Joinville, SC, nunca fizeram nada pelo Programa, e além disso visavam a apropriação do esforço e do trabalho alheio já feito durante anos para promoção e benefício próprios, tais pessoas são verdadeiros "vampiros psíquicos e sociais".

Alguém disse certa vez com muita propriedade que, "onde não há ética até o ambiente fica doentio". E tais pessoas, por serem as detentoras do poder, são um verdadeiro foco de doenças emocionais para aqueles que se sujeitam as suas manobras carregadas de tirania e cheias de maldade, mas Deus é justo Juiz e cabe a Ele retribuir a cada um segundo as suas obras.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei promover "O Caráter Conta!" nas escolas da Rede Estadual de Ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente (23/10/2009), não faz parte dos programas oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização, gratidão e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Ensino de Joinville, SC, como já vinha fazendo antes. Atualmente tenho 09 turmas, do Ensino Fundamental, somando mais de 300 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando sistematicamente com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", meus alunos e alunas da Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras estão sendo socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses politiqueiros, pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.

Que o Deus Eterno e Criador Ilumine a Todos Nós!
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, no período de 2004 a 2009.
Atualmente é colaborador e multiplicador voluntário do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

Confira Também:

Atividades do Programa "O Caráter Conta"!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos
Pesquisa personalizada

quarta-feira, dezembro 20, 2006

RELATÓRIO: EEF MONSENHOR SEBASTIÃO SCARZELLO

ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL
MONSENHOR SEBASTIÃO SCARZELLO

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

“O CARÁTER CONTA”

16/03/2006
- Durante reunião pedagógica foi repassado aos professores o significado do Programa o Caráter Conta.
- Ficou decidido que em momentos posteriores seria debatido sobre o assunto.
- Foi entregue um xerox com explicações sobre as seis colunas (sinceridade, respeito, responsabilidade, senso de justiça, zelo, cidadania).

10/04/2006
- A biblioteca da escola foi decorada nos tons azuis (representando a sinceridade) para que os professores da EPI (Escola Pública Integral) tomassem conhecimento do cronograma do Programa O Caráter Conta.
- Receberam mensagens, xerox do cronograma.
- Foram instruídas sobre como trabalhar os projetos que elaborarem baseados sempre no Cronograma.
- Foi feita uma dinâmica que prestigiou a confiança.
- Também foi lembrado aos professores para que não esquecessem as cores dos Pilares no momento em que cada um for trabalhado.

12/04/2006
- Foram realizadas as mesmas atividades, descritas acima, com os professores de 4ª à 8ª série.

17/04/2006
- Novamente foram reunidos os professores da EPI.
- Decidiu-se por dar aos professores de Filosofia a incumbência de trabalhar com os alunos de 1ª à 3ª série o Programa O Caráter Conta.
- Os demais professores serão os assessores, onde em cada momento oportuno reforçarão o trabalho desenvolvido.
- No dia 31 de maio, data da culminância dos trabalhos realizados (1º Pilar / Sinceridade), será feita exposições e apresentações de tudo o que foi feito durante a 1ª Etapa do Programa.
- Cada série será encarregada do Mural, por uma semana:
· 02/05 à 05/05 – 3ª série
· 08/05 à 12/05 – 2ª série
· 15/05 à 19/05 – 1ª série

20/04/2006
- Reunião com os professores de 4ª à 8ª série para continuar os estudos sobre O Caráter Conta.
- Nas 4ªs séries as professoras trabalharão O Programa O Caráter Conta nas aulas de Ensino religioso.
- De 5ª à 8ª série houve um sorteio, onde um professor ficou responsável por uma série:
· 5ª série – Professora Lílian (Inglês)
· 6ª série – Professora Nair (Geografia)
· 7ª série – Professora Ieures (Artes)
· 8ª série – Professora Nilsa (Português)
- No próximo trabalho outros professores serão sorteados.
- Também serão responsáveis pelo Mural:
· 22/05 à 26/05 – 4ª série
· 29/05 à 02/06 – 5ª à 8ª série
- No dia 31 de maio haverá a Culminância com exposição e apresentação dos trabalhos realizados.

Observação: Já está agendado para o dia 29 de maio encontro com as professoras da EPI para organizar o próximo Pilar a ser trabalhado.
Para o dia 01 de junho a parada será para os trabalhos com os professores de 4ª à 8ª série.
Valdete Maria da Rocha – Orientadora Educacional

Joinville, 24 de abril de 2006.


ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL
MONSENHOR SEBASTIÃO SCARZELLO

Relatório de atividades desenvolvidas
O CARÁTER CONTA / SINCERIDADE



EPI / Escola Pública Integral

- Apresentação do Pilar: colocar tinta azul numa garrafa com água.
- Confecção do mural: mãozinhas com a cor azul.
- Visita a sala dos professores decorada com a cor azul.
- Construção de frases sobre o tema.
- Fábula de Esopo: “A raposa e a cegonha”.
- Estória da coleção Construindo Valores: “Dizendo sempre a verdade”.
- Construção de um texto sobre caráter: “O que é ter um bom ou mau caráter”.
- Amigo secreto: entregar um cartão ao amigo confeccionado na cor azul.
- Trabalho com a águia, explorando a frase.
- Trabalho com a serpente, explorando a frase.
- Confecção da serpente.


4ª série

Trabalhando a SINCERIDADE através de:
- Acrósticos
- Poesias
- Paródias
- Cartazes


5ª à 8ª série

Atividades desenvolvidas pelos alunos da 8ª série 01:
Dramatizações:
- Sinceridade
- Fica decretado
- O galo e a pérola
Obs: Textos em anexo. Também foram confeccionadas lembrancinhas com frases sobre a sinceridade e entregues no dia da apresentação.

Atividades desenvolvidas pelos alunos da 8ª série 02:
Dramatização:
- Burro com pele de leão
- Se o rato não quer ser leão
- O homem e o livro
Obs: Textos em anexo. Também foram confeccionadas lembrancinhas com frases sobre a sinceridade e entregues no dia da apresentação.

ANEXOS

Fica decretado - Thiago de Melo
Fica decretado que os homens
estão livres do jugo da mentira.
Nunca mais será preciso usar
a couraça do silêncio
nem a armadura de palavras.
O homem se sentará à mesa
com seu olhar limpo
porque a verdade passará a ser servida
antes da sobremesa.

Homem, que fazes tu? - Eugenio de Castro

Murmúrio de água na clepsidra gotejante,
Lentas gotas de som no relógio da torre,
Fio de areia na ampulheta vigilante,
Leve sombra azulando a pedra do quadrante,
Assim se escoa a hora, assim se vive e morre...

Homem, que fazes tu? Para quê tanta lida,
Tão doidas ambições, tanto ódio e tanta ameaça?
Procuremos somente a Beleza, que a vida
É um punhado infantil de areia ressequida,
Um som de água ou de bronze e uma sombra que passa...

Burro com pele de leão / Esopo

Um Asno, tendo colocado sobre seu corpo uma pele de Leão, vagou pela floresta, e divertia-se com o pavor que provocava nos animais que ia encontrando pelo seu caminho.

Por fim encontrou uma Rapôsa, e tentou amedrontá-la também. Mas Rapôsa tão logo escuta o som de sua voz, exclama:
Eu provávelmente teria me assustado, se antes não tivesse escutado seu zurro.

Moral da História:
- Um tolo pode se esconder com belas roupas, mas suas palavras dirão a todos quem na verdade é.
- Não adianta enganar, a mentira tem perna curta, pois a verdade sempre aparece.

Textos produzidos pelos alunos, a partir das fábulas

O homem e o livro

Certa vez um analfabeto recebeu como herança um valioso livro. Ele então, admirou-o e reconheceu sua beleza. Embora fosse analfabeto não desprezou o livro e pensou que as pessoas que soubessem ler precisariam muito de um livro tão valioso.
Em seguida, tomou o livro e levou-o à livraria mais próxima com a intenção de trocá-lo para que o livro fosse aproveitado por quem soubesse ler.
Ao chegar à livraria, pronunciou-se:
- Parece-me um livro de muito valor; contudo, ficaria muito mais feliz se fosse uma moeda de prata, pois não sei ler e não posso impedir que outras pessoas o leiam.
A balconista ficou comovida com a honestidade daquele homem tão simples, analfabeto, porém sábio em sua decisão, que aceitou a troca por julgá-la justa.
Moral: A sinceridade é um dos bens mais preciosos que uma pessoa pode ter.
Alunos: Bianca, Jéssica, Aniela, Jean, Eduardo, Diego, Jenifer, Aline, Álvaro, David, Valdir e Lisley.

Professora: Nilsa

Série: 8ª02
Sinceridade

Depois de muitos anos de vida, tio Francisco sabia que não tinha muito tempo de vida, então foi ao encontro de sua sobrinha e disse:
- Eu sei que não tenho muito tempo de vida, por isso vou lhe
conceder meu bem mais valioso, meu livro.
- Mas tio, eu não sei ler.
- Sei que você fará bom proveito. O tio morre (tem um ataque).
A empregada chama a ambulância e levam seu tio.
Diante deste acontecimento a analfabeta vai até a livraria mais
perto. Uma funcionária lhe cumprimenta:
- Boa tarde.
- Boa tarde. Eu herdei este valioso livro e queria traça-lo por uma moeda.
- Vai querer apenas uma moeda por este valioso livro?
- Sim, eu utilizarei melhor a moeda.
A analfabeta pega a moeda em troca do livro e sai dando pulos
de alegria.

Alunos: Elisa, Roger, Miguel, Beatriz, Bianka, Ebenézer, Jonicler e Maicom.

Professora: Nilsa

Série: 8ª01


O rap sincero
Esse é o rap sincero, vou lhe mostrar o que quero
Vou chegar na moral
Assim que é legal
Ser sempre sincero é que quero.

Então através do meu som
Quero passar tudo de bem
Percorrer as quebradas
Mas sem sair do tom.

A sinceridade é prioridade
O nosso rap só vai falar a verdade
A sinceridade é uma verdade
Que nunca nos exclui da sociedade
A maior virtude de um homem está no coração
A sinceridade nunca nos deixa na mão.

Através de meu som
Quero passar tudo de bom
Percorrer as quebradas
Mas sem sair do tom.

Da licença truta
Aqui é o rap não o crime
Não vim trocar tiro
Vim falar de um mundo livre
Guarde sua maldade
Descanse seu calibre
É tudo nosso, irmandade
Nós somos do mesmo time
Sempre usei a rima como maneira positiva
Não vai ser agora
Que vou trocar de camisa.

Senti a batida que foi feita pra você
A sinceridade você tem que aprender
A sinceridade você não vai esquecer
Assim eu me disperso
Ensinando você.

E assim nos despedimos agitando você
O nosso rap você não vai esquecer.

Alunos: Ebenezer, Kleber, Eduardo, Miguel, Diego, Rodrigo, João e Jonicler / 8ª 01

Sinceridade na moda
Desde os tempos mais primórdios
A mentira tava aí
Destruindo as famílias
Que mentira, que mentira.

Essa mentira é safada
Ta na boca de qualquer um.
Mas isso vai ter que acabar
Sinceridade vai te ajudar.

Refrão: Sinceridade é legal
Sinceridade ta na moda
Quem é sincero pra valer
Tem amigos pra dar e vender.

Se você quer ter um amigo
Você não pode vacilar
A mentira tem perna curta
Sinceridade vai te ajudar.

A mentira é uma coisa bem chata de se falar
Se você não quer ser um bobão
Sinceridade no coração. (2X)

Mas é bonita e é bonita
SINCERIDADE PRO RESTO DA VIDA.

Outras atividades:
- Instalação no pátio. Feitas a partir de discos pintados de azul.
- Mural com as fotos batidas durantes as apresentações dos alunos.
- Teatro feito pelos alunos da 5ª série onde a lição de moral foi: O dinheiro não traz felicidade! Devemos ser sinceros! Somente sendo sinceros, seremos verdadeiramente felizes.
- Teatro feito pelos alunos da 6ª série:
· Quem mente bem, castigo tem
· O pássaro azul
- Dinâmicas
- Palestra feita pela Sra Terezinha para os alunos de 4ª, 5ª e 6ª série do período matutino enfocando o tema central do 1º pilar: a sinceridade.


Programa de apresentação dos trabalhos desenvolvidos sobre a SINCERIDADE:

- Canto pelos alunos da 1ª série: Herdeiros do futuro
- Quem canta seus males espanta. Alunos da 2ª série cantam a música As vogais.
- Para demonstrar o envolvimento de nossos alunos com o primeiro pilar que é a Sinceridade, os alunos da 6ª série 02 encenam: Quem mente bem, castigo tem. Encenarão também: Pássaro sem cor.
- Alunos da 8ª 01 com: Sinceridade ta moda.
- E a sinceridade continua com mais um grupo de alunos da 8ª 01: Rap Sincero.
- Nesse clima onde só a verdade predomina, um grupo de alunos da 8ª 02 encenarão a peça: O Birolho.
- Continuando com o Funck da sinceridade, com um grupo de alunas da 8ª 01.
- E, agora, mais um grupo apresentando uma peça produzida por alunas da 8ª 01: A mentira.
- Encerrando a apresentação, um grupo de alunos da 8ª 02 cantando a música: O caráter conta.


Trabalhando o 3º Pilar
Paródia: Responsável “RPV”
Professora: Maristela Skibinski da Silva
Turmas: 2ª 01 e 02

RESPONSÁVEL

Meu pensamento vai até onde dá,
Meu pai me chama outra vez,
Não vou desperdiçar o meu futuro e sua paz
Com esse seu jeito de ser
Vou te escutar mesmo estando longe daqui
Se fecho os olhos já estou pensando em ti

SOU RESPONSÁVEL porque escuto o meu pai...
SOU RESPONSÁVEL vou respeitá-lo mais e mais...
SOU RESPONSÁVEL porque eu penso no que fiz...
SOU RESPONSÁVEL porque não faço sem pensar...
SOU RESPONSÁVEL é porque você me conhece muito bem.


Alunos: Ebenezer, Kleber, Eduardo, Miguel, Diego,
Rodrigo, João e Jonicler / 8ª 01

Sinceridade na moda
Desde os tempos mais primórdios
A mentira tava aí
Destruindo as famílias
Que mentira, que mentira.

Essa mentira é safada
Ta na boca de qualquer um.
Mas isso vai ter que acabar
Sinceridade vai te ajudar.

Refrão: Sinceridade é legal
Sinceridade ta na moda
Quem é sincero pra valer
Tem amigos pra dar e vender.

Se você quer ter um amigo
Você não pode vacilar
A mentira tem perna curta
Sinceridade vai te ajudar.

A mentira é uma coisa bem chata de se falar
Se você não quer ser um bobão
Sinceridade no coração. (2X)

Mas é bonita e é bonita
SINCERIDADE PRO RESTO DA VIDA.


ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL
MONSENHOR SEBASTIÃO SCARZELLO

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
NO 2º SEMESTRE DE 2006

PROGRAMA
O CARÁTER CONTA


“Para que a escola se transforme em um espaço democrático e cooperativo, pautado por relações éticas, é preciso criar situações e vivências que favoreçam a participação, o respeito à diversidade dos indivíduos e dos grupos. Assim, é importante trabalhar O Programa – O caráter conta, a partir de situações concretas do cotidiano escolar, das relações que os professores e funcionários têm a oportunidade de compartilhar com os educandos.”



PROGRAMA “O CARÁTER CONTA”

C I D A D A N I A / Z E L O / S E N S O D E J U S T I Ç A

4ª SÉRIE 03
Professora: Shirley

Perceber várias formas de serem melhores em suas vidas, através de palavras e ações exercitando a cidadania, o zelo e o senso de justiça, tendo cuidado para não prejudicar as outras pessoas e demais seres vivos, nem a comunidade, o patrimônio, o planeta e o futuro.


ATIVIDADES nº 01

TEXTOS UTILIZADOS

Texto a Terra esta doente / Suplemento Infantil do Jornal Folha de São Paulo de 24 de agosto de 2004.

S. O. S. Terra / Toda Mafalda. Quino. São Paulo, Martins Fontes, 1991.

Florestas para curar o Planeta / Suplemento Infantil do Jornal O globo de 11 de agosto de 2002.

DESENVOLVIMENTO

- Procure em jornais e revistas reportagens sobre estes assuntos.
- Troque idéias sobre o material recolhido. Selecione a imagem e o texto mais interessantes e faça comentários.
- Apresentação dos trabalhos em sala.
- Depois da apresentação, discutir com a classe os problemas que foram denunciados e pensar em soluções que podem ajudar a todos e ao planeta.

ATIVIDADE Nº 02

Zezé / O meu pé de laranja – lima, 22ª ed. São Paulo, Ed. Melhoramentos, 1974.

DESENVOLVIMENTO

- Discussão geral sobre o texto.
- Quando você faz alguma coisa que é considerado “mau comportamento”, como seu professor reage? Como seus pais reagem? Como você acha que eles deveriam reagir?


ATIVIDADE Nº 03

A velha contrabandista / Para gostar de ler, vol.8. São Paulo, Ed. Ática, 1987.

DESENVOLVIMENTO

- Impostos cobrados no Brasil (a que se destina)
Impostos Federais
· IR
· ITR
· IPI

Impostos Estaduais
· ICMS
· IPVA
Impostos Municipais
· IPTU
· ISS

- Carga Tributária
· Pesquisar impostos embutidos em diversos produtos
· Síntese
· Experiências

Discussão em classe:
- “No Brasil, muitas pessoas se vangloriam de burlar a lei. O que você acha desta atitude?”
- “A ação humana deve-se pautar pelo princípio da universalidade, ou seja, ao agirmos, devemos considerar se nossa ação poderia ser uma ação de todas as pessoas.”
- “As idéias de justiça e de valores éticos podem se transformar, assim como a sociedade se transforma.”

"É preciso trabalhar na perspectiva das potencialidades e das possibilidades , sendo necessário dialogar com o sujeito e com a situação para se encontrar ou construir as respostas e soluções adequadas em diferentes contextos. Devemos ser tratados e considerados como sujeitos de direito e como protagonistas de nossa história e de nosso destino"

É preciso que a escola trabalhe com os professores, pois a melhoria da sociedade só pode ser alcançada por meio de indivíduos mais úteis aos seus semelhantes.
O tema proposto foi: RELACIONAMENTO.
- Professor X aluno
- Professor X Professor
Convidado para dirigir os trabalhos: Professor Francisco Austregésilo de Oliveira Coordenador do Ensino Médio (ACE).
· Apresentação de Slides
· Cartazes
· Dinâmicas Variadas
· Troca de Experiência


Ainda dentro do Programa “O caráter conta, o serviço de Orientação desta Unidade de Ensino, acredita que uma das melhores formas de esclarecer dúvidas e encontrar alternativas de ajudar os alunos no exercício pleno de cidadania, senso de justiça, responsabilidade, respeito, responsabilidade e zelo é contar com o apoio dos pais.
Com base neste objetivo e com o apoio da senhora Terezinha Leal Ledoux, foi lançado o projeto que leva o nome !A Arte de Bem Viver, na qual o assunto principal é a relação entre pais e filhos.
Houve 04 encontros em 2006 e a partir do início do ano letivo de 2007, haverá um encontro por mês.
Os temas tratados em 2006 foram:
- Para amar o próximo temos que primeiro amar a nós mesmos.
- Perdoar, perdoar sempre.
- Para mudar os outros, devemos mudar primeiro à nós mesmos.
- Aceitas as pessoas como elas são.
- Evitar falar sobre assuntos negativos.
- Precisamos aprender a ceder o suficiente para tornar a convivência agradável.
- Ver a vida de forma diferente, nem sempre tudo é tão ruim como parece.
- Agradecer a Deus diariamente.
- Aprender a valorizar as pequenas coisas, os pequenos gestos.
- A difícil arte de criar seus filhos – podemos educar os filhos de tal forma que eles possam educar seus filhos melhor ainda e estes a seus filhos e assim quem sabe, melhorar o mundo.

Em várias datas comemorativas, é importante preservar nas atividades desenvolvidas os pilares de sustentação o Programa “O caráter conta” pois nossa relação com o outro (amigo, membro da família, vizinho, educador...) só é possível quando partilhamos com esse outro as nossas dúvidas, nossos dilemas, nossas escolhas, nossas alegrias ou tristezas ou quando permitimos que esse outro nos ajude a refletir sobre as escolhas e decisões a serem feitas.
Algumas atividades desenvolvidas, onde houve uma procura constante do razoável, da harmonia e do bem comum.
- Festa Junina
- Dia do Folclore
- Visita a Prefeitura Municipal de Joinville

TRABALHANDO JUSTIÇA, ZELO E CIDADANIA / 2ª01 e 2ª 02
Professores responsáveis: Maristela, Ieures e Jurema

Objetivo: Cantar o Hino Nacional compreendendo o seu significado, pois na época em que foi criado era esse o vocabulário usado.

Desenvolvimento: Na semana do dia do soldado, foi retomado o os trabalhos do Programa “O caráter conta”, desta vez tendo como suporte os pilares de Senso de Justiça, Cidadania e Zelo. A primeira atividade realizada foi o canto do Hino Nacional, onde foi sentido muita dificuldade para entendê-lo.
Passou-se então, à pesquisa sobre o significado das palavras necessárias para interpretar cada frase ou estrofe e, assim, reescrevemos todo o hino.
Para um maior entendimento, durante as aulas de Artes, a interpretação foi realizada através de desenhos de cada estrofe.
Nos debates realizados em sala percebeu-se o quanto o autor do hino “Joaquim Osório Duque Estrada”, apesar de tê-lo escrito no ano de ....., já sonhava com um Brasil que todos os brasileiros, ainda nos dias de hoje, sonham.
E, esperançosos de que isto aconteça, sofremos ao ver o desrespeito cada vez maior com nossa Pátria Mãe Gentil, onde cada vez mais é deixado para o lá o senso de justiça, o zelo e , principalmente a cidadania. Porém ainda, canta-se com a mão no peito, os olhos fechados, a voz forte:
“Mas se regues da justiça, clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora,
A própria morte...”

Esse trabalho foi apresentado pelos alunos da 2ª série 01 e 02 para todos desta Unidade Escolar na Semana da Pátria. Foi cantado e apresentado cada estrofe do Hino através de cartazes ilustrativos representando o seu significado.

TRABALHANDO SENSO DE JUSTIÇA / 3ª série 01, 02 e 03
Professora responsável: Denise Martins
Disciplina: Filosofia

Desenvolvimento;
- Fábula O preço do amor do livro “Magia das Virtudes”
- Após leitura debate sobre o tema apresentado no livro
- Pesquisar e discutir sobre: O que é justiça? Como utilizar o senso de justiça?
- Confecção de cartazes e desenhos após concluído os debates.

ALGUMAS FOTOS DAS ATIVIDADES






Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada