Pesquisa personalizada

Carta Aberta - Por Jorge Schemes:

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e espontânea vontade.

Todavia, algumas situações ocorridas bem como as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano (2009), e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão.

Até então estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica e meus princípios e valores são alicerçados na Santa Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante de atitudes mesquinhas de segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética (no mínimo profissional) e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo.

Não compactuo com manobras politiqueiras de pessoas mesquinhas que, durante meu tempo de coordenação pedagógica à frente do Caráter Conta na GERED de Joinville, SC, nunca fizeram nada pelo Programa, e além disso visavam a apropriação do esforço e do trabalho alheio já feito durante anos para promoção e benefício próprios, tais pessoas são verdadeiros "vampiros psíquicos e sociais".

Alguém disse certa vez com muita propriedade que, "onde não há ética até o ambiente fica doentio". E tais pessoas, por serem as detentoras do poder, são um verdadeiro foco de doenças emocionais para aqueles que se sujeitam as suas manobras carregadas de tirania e cheias de maldade, mas Deus é justo Juiz e cabe a Ele retribuir a cada um segundo as suas obras.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei promover "O Caráter Conta!" nas escolas da Rede Estadual de Ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente (23/10/2009), não faz parte dos programas oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização, gratidão e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Ensino de Joinville, SC, como já vinha fazendo antes. Atualmente tenho 09 turmas, do Ensino Fundamental, somando mais de 300 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando sistematicamente com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", meus alunos e alunas da Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras estão sendo socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses politiqueiros, pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.

Que o Deus Eterno e Criador Ilumine a Todos Nós!
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, no período de 2004 a 2009.
Atualmente é colaborador e multiplicador voluntário do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

Confira Também:

Atividades do Programa "O Caráter Conta"!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos
Pesquisa personalizada

sexta-feira, junho 23, 2006

REPASSE: EEM RUBEN ROBERTO SCHMIDLIN

Quarta-feira, maio 23, 2006-05-23

EEM Dr. “RUBEN ROBERTO SCHMIDLIN”

Diretora: Alice Vanderlinde Machado
Assistente Técnico Pedagógico: Osni Waldir Goll
Assistente de Educação: Rosane Gazola Rocha
Professora: Zélia Inêz Schmitz

Relatório – Programa Caráter Conta
Aplicação do Programa Caráter Conta para os Professores desta Unidade Escolar



Depois de participarem do programa “Caráter Conta” e se fazer presente na reunião com
O Professor Jorge na GEECT; O Assistente Técnico Pedagógico Osni Goll, a secretária Rosane Gazola, e a professora Zélia passaram a aplicar o programa para os professores de nossa Escola.

17/04/06- Nos reunimos para definir quando e como, faríamos o repasse aos professores.
Ficou definido que o programa será passado aos professores, num período de 8 dias seguidos, sempre nos 15 minutos iniciais da 1ºaula, conforme segue a seguir:
24/04/06- A sala dos professores foi preparada neste 1ºdia com uma toalha branca na mesa,
uma faixa branca foi confeccionada com os dizeres “ Caráter Conta”, sendo que as letras foram confeccionadas nas cores dos pilares do programa. Também foram confeccionados cartazes com os seguintes dizeres: “Não podemos julgar o livro pela capa”; “Vencer a qualquer custo, é um vencer falso”; “Se você tem bom caráter, você pratica sua moral, mesmo quando isso possa doer”.
Para cada professor, foi entregue uma fita, para amarrar no pulso com o dizer: caráter, que usaram neste dia durante aa aulas, esta teve como finalidade aguçar a curiosidade nos alunos, do porque dos dizeres nos laços nos pulsos.
Também foi entregue uma caneta branca para cada professor, com a mensagem: “Seja uma pessoa de caráter e voe como as águias”. Foram dadas explicações do motivo de se usar a águia como referência.Assim como o leão é considerado o rei das selvas, entre os animais , assim a águia é a ave que é mais admirada e cotada pelos estudiosos e palestrantes do mundo todo . Isto porque ela é formosa e majestosa. Apesar de seu corpo de aparência pequena, ao abrir as suas asas, podem chegar a 3 metros de largura. É a única ave que consegue furar uma tempestade e voar sobre as nuvens. A águia é uma ave que chega a viver até os 70 anos. Mas, para chegar até esta idade, ela tem que tomar uma séria e difícil decisão por volta dos 40 anos. Nesta idade, ela esta com as unhas compridas e flexíveis, não conseguindo mais caçar suas presas para se alimentar, seu bico alongado e pontiagudo já esta curvo, suas asas estão apontando contra o peito, envelhecidas e pesadas, em função, da grossura das penas; e voar já esta se tornando uma tarefa difícil . Então, a águia só tem duas alternativas: morrer... ou enfrentar um dolorido processo de renovação que ira durar 150 dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e recolher-se em um ninho próximo ao paredão onde ele não necessite voar. Após encontrar esse lugar a águia começa bater com o bico contra a rocha até conseguir arranca-lo. Após arrancá-lo espera nascer um bico novo com o qual vai arrancar suas unhas. Quando as novas unhas começam nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. E somente depois de cinco meses ela sai para seu famoso vôo de renovação. E poderá viver, então, por mais 30 anos. Em nossa vida, muitas vezes, temos que nos resguardar por um tempo e começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes e outras tradições que nos causam dor. Somente quando nos livramos do peso do passado é que podemos aproveitar o resultado valioso, que uma auto-renovação sempre traz. Colocamos aos professores que o “Caráter Conta” não é um projeto, mas sim um programa, que a partir desta data fará parte da PPP (Projeto Político Pedagógico), de nossa escola que ele tem como objetivo ajudar os educadores a trabalharem com as crianças e jovens, visando desenvolver seus valores éticos e fortalecer seu caráter . Estas atividades constituem-se em método eficaz para despertar nas crianças e jovens, a consciência de que os “seis pilares do caráter”-sinceridade, respeito, responsabilidade, zelo, senso de justiça, e cidadania- são fundamentais para nortear suas vidas pessoais e para construir uma sociedade mais harmoniosa e feliz.

25/04/06- Sinceridade
Antes do horário preparamos a sala dos professores com uma faixa azul, fitas azuis escritas sinceridade, para serem amarradas nos pulsos dos professores, foi servida gelatina azul, distribuímos 1 bis azul, 2 balas com embalagem azul, e uma frase um recorte de cartolina azul, dizendo: “ Seja direto, claro e franco”. Junto aos cartazes já existentes, colocamos o seguinte: “Seja uma pessoa de caráter e voe alto como as águias”.
Dando continuidade repassamos para os demais professores conforme o que segue:
Pessoas boas são em quem você pode confiar. Elas são sinceras e honestas, e corajosas o bastante para fazerem coisas boas, mesmo quando outras pessoas, querem que elas façam coisas ruins. Elas cumprem a sua promessa.
Os seis pilares do caráter conta começam com a sinceridade por uma boa razão. Não existe nada mais importante para definir o bom caráter como as atitudes baseadas na honestidade, na integridade, no cumprimento da palavra dada e na lealdade, componentes que constroem a confiança.
Sinceridade – Significa valorizar a verdade acima de tudo.
- Ser direto, claro e franco. Dizer o que realmente quer dizer e expressar a realidade.
Seja uma pessoa de caráter e voe alto como as águias.
Não seja rasteiro como as cobras, seja uma pessoa de caráter!
Tudo depende se decidirmos ser alguém em que os outros possam confiar... ou se decidirmos ser alguém que não é sincero, leal, que não vive conforme acredita e que não cumpre o que promete.
Pessoas boas, de caráter, voam alto como as águias , voam acima das pressões que recebem para fazer coisas erradas. Os outros podem confiar nelas.

26/04/06 – Respeito
Preparamos a sala dos professores novamente com a cor do pilar correspondente, foi preparada uma fita verde para ser amarrada ao pulso escrito “respeito”, a seguir comentou-se sobre o significado da palavra respeito.Respeitar, é valorizar as diferenças individuais, estimulando a todos direitos iguais. Respeitar, é ouvir e entender o ponto de vista da outra pessoa, as motivações e razões, colocando-se em seu lugar, sem impor as próprias idéias, se eu quero ser respeitado devo respeitar o meu próximo, devemos tomar consciência da necessidade de se desculpar diante de atitudes tomadas, se estas desrespeitam os outros.

29/04/06-Responsabilidade
Neste dia preparamos a sala dos professores, acrescentando a faixa verde com o dizer: Responsabilidade e as demais faixas.
Também entregamos uma fita com o mesmo dizer para cada professor, alem de entregarmos balas na cor verde com o seguinte pensamento: “Você faz a sua parte quando tenta ao máximo e faz sempre o melhor possível. Isto é ter responsabilidade”.
Depois de varias colocações concluímos que responsabilidade significa fazer a sua parte, é fazer coisas por si próprio, ajudas a sua família, amigos, professores, alunos e outros.
Depois apresentamos os quadros: Responsabilidade sim :
- Pense antes de fazer qualquer coisa;
- Pense antes de dizer qualquer coisa;
- Faça as coisas certas;
- Diga as coisas certas;
- Organize as coisas certas;
- Corrija os seus próprios erros;
- Ajude as pessoas;
- Faça o melhor possível;
- Continue tentando;
- Termine suas tarefas antes de ir brincar.
Responsabilidade não:
- Não faça nada sem pensar antes.
- Não diga nada sem pensar antes.
- Não faça nada mau.
- Não deixe as suas coisas desarrumadas.
- Não peça que façam por você o que você mesmo pode fazer.
- Não pare uma tarefa antes de termina-la.
- Não interrompa sua tarefa até que possa se orgulhar dela.
Prosseguindo, deixamos várias perguntas no ar:
- A decisão está de acordo com a busca da excelência? Está comprometida com o que é certo? Competente? Bem informada? Bem acabada? Diligente? Assume as conseqüências pela ação (ou falta de ação)? É um bom exemplo? Ajuda a consolidar a imagem de sua família, escola? E de você mesmo?
Dando continuidade apresentamos um quadro ilustrando o que é ter responsabilidade; no primeiro momento o quadro aparece um pastor “cansado” puxando a sua igreja (templo) com os seus membros em cima de uma carroça e no segundo momento, aparece a igreja (templo), em cima da mesma carroça, mas agora todos estão puxando e empurrando a igreja, onde ninguém parece cansado e todos estão contentes.
Para finalizar foi entregue um texto intitulado “Quem é responsável pela Qualidade”, concluindo foi colocado que o “Diretor” de uma escola, não é o centro nem o cabeça, mas, ele faz parte de uma equipe, na qual cada um tem a sua responsabilidade, e é tão importante quanto o outro, cada um em seu lugar, com sua competência, é uma questão de cooperação mútua.

02/05/06 – Senso de Justiça

A sala dos professores foi novamente preparada, acrescentamos a faixa laranja com as demais, com o dizer “Senso de Justiça”, entregamos também uma fita laranja com o mesmo dizer para ser amarrada no pulso dos professores, foi distribuído balas na cor laranja contendo uma mensagem: “Use as mesmas regras para lidar com todos”.
Dando inicio foi questionado ao professores: Queremos que as pessoas nos tratem de forma justa, mas, será que somos sempre justos com os outros? Houve então um pequeno debate e algumas colocações.

23/05/06 – Zelo
Iniciamos o repasse com a sala dos professores decorada na cor vermelha, em cima da mesa colocamos uma fita vermelha juntamente com uma bala de cereja representando o pilar vermelho.
Dialogamos sobre o que significa zelar, que devemos nos preocupar com o nosso semelhante, ser prestativo, ser generoso. Uma pessoa zelosa é prestativa, boa e generosa;Zelo é sinal de amadurecimento, de evolução. Uma pessoa evoluída ´é capaz de pensar no lugar do outro e zelar pelos outros, além de si mesma.
Trate os outros como gostaria de ser tratado.


08/05/06 – Cidadania
Preparamos a sala dos professores acrescentado a faixa representando o último pilar, cidadania.
Também entregamos para professor uma fita com o dizer cidadania, que foi colocada no pulso permanecendo durante as aulas para aguçar a curiosidade dos alunos.
Iniciamos com a pergunta: O que vocês entendem por cidadão? Concluímos que cidadão é sobretudo um participante. Cidadão não espera que o outro lhe dê condições necessárias para participar, pois essas condições brotam de si mesmo. É autodeterminação.O cidadão sabe preciso buscar, é preciso conquistar, é uma ação que não se acaba.
A cidadania não é esporte para espectador, você tem que participar.
Concluímos também que o endereço e o pressuposto de qualquer cidadão, portanto toda pessoa precisa ter um endereço para se considerar um cidadão.
Dando seqüência colocamos uma pergunta para reflexão: O que as pessoas pensam e esperam de você? Portanto:
- Seja um bom cidadão...
Concluindo aplicamos a dinâmica das mãos: cada professor recebeu uma mão recortada em cartolina, nela anotaram algumas necessidades da escola que podem ser resolvidas por eles. Em seguida essas mãos foram coladas na parede lilás da escola. Na hora do intervalo (lanche), foi servido a todos os presentes uma sobremesa de gelatina, nas seis cores dos pilares, picada e misturada com creme de leite simbolizando os pilares do Caráter.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada