Pesquisa personalizada

Carta Aberta - Por Jorge Schemes:

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e espontânea vontade.

Todavia, algumas situações ocorridas bem como as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano (2009), e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão.

Até então estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica e meus princípios e valores são alicerçados na Santa Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante de atitudes mesquinhas de segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética (no mínimo profissional) e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo.

Não compactuo com manobras politiqueiras de pessoas mesquinhas que, durante meu tempo de coordenação pedagógica à frente do Caráter Conta na GERED de Joinville, SC, nunca fizeram nada pelo Programa, e além disso visavam a apropriação do esforço e do trabalho alheio já feito durante anos para promoção e benefício próprios, tais pessoas são verdadeiros "vampiros psíquicos e sociais".

Alguém disse certa vez com muita propriedade que, "onde não há ética até o ambiente fica doentio". E tais pessoas, por serem as detentoras do poder, são um verdadeiro foco de doenças emocionais para aqueles que se sujeitam as suas manobras carregadas de tirania e cheias de maldade, mas Deus é justo Juiz e cabe a Ele retribuir a cada um segundo as suas obras.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei promover "O Caráter Conta!" nas escolas da Rede Estadual de Ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente (23/10/2009), não faz parte dos programas oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização, gratidão e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Ensino de Joinville, SC, como já vinha fazendo antes. Atualmente tenho 09 turmas, do Ensino Fundamental, somando mais de 300 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando sistematicamente com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", meus alunos e alunas da Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras estão sendo socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses politiqueiros, pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.

Que o Deus Eterno e Criador Ilumine a Todos Nós!
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, no período de 2004 a 2009.
Atualmente é colaborador e multiplicador voluntário do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

Confira Também:

Atividades do Programa "O Caráter Conta"!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos
Pesquisa personalizada

terça-feira, maio 06, 2008

Relatório: EEB Olavo Bilac

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA OLAVO BILAC
PROGRAMA “O CARÁTER CONTA”
Relatório das atividades iniciais sobre o Programa “O Caráter Conta”

Professoras: Elenise Cristiane de Espindola e Vania Regina Beilke Voigt

Joinville
2008

Relatório das atividades iniciais sobre o Programa “O Caráter Conta” desenvolvidas na Escola de Educação Básica Olavo Bilac:

Nos dias 26 e 27 de fevereiro de 2008, na Univille – Universidade da Região de Joinville foi ministrado o curso “O Caráter Conta” para diretores, assessores, professores e demais pessoas envolvidas com atividades dentro das escolas da rede estadual de ensino de Santa Catarina. O curso foi ministrado por palestrantes da Universidade Virginia Tech, localizada nos Estados Unidos da América, e organizado pela Gerência de Educação de Joinville – GERED. Na ocasião participaram do respectivo curso a Assessora da direção Sra. Vania Voigt e a Professora Elenise Cristiane de Espindola, da Escola de Educação Básica Olavo Bilac.
Após o curso, as pessoas participantes obtiveram a tarefa de repassar e aplicar na comunidade escolar as atividades referentes ao programa. As atividades iniciais aplicadas na Escola de Educação Básica Olavo Bilac foram: decoração do coreto da escola com as cores dos pilares do programa, atividades com o texto “Decisões” no 1º ano e 2º ano do Ensino Médio vespertino, dinâmica da maçã com os alunos da 5ª série 4 vespertino, cartazes na aula de artes abordando as diferenças e repasse do programa para o corpo docente em reunião pedagógica.
Segue uma breve descrição das atividades efetuadas: Decoração do Coreto.

Juntamente com a Professora Daniela Holz de Artes, os alunos do 1º ano 4 vespertino fizeram a decoração do coreto com as cores dos seis pilares do programa: azul, amarelo, verde, laranja, vermelho, roxo. O coreto fica localizado no pátio central da escola. Essa atividade inicial teve o objetivo de expor as cores do programa e despertar a curiosidade dos alunos, sem saber ao certo qual a finalidade dessa decoração.

Alunos decorando o coreto







Decoração do coreto finalizada

Texto “Decisões”
No 1º ano 4 e no 2º ano 3 do Ensino Médio vespertino foi aplicado o texto “Decisões”. Os alunos foram instigados a pensar sobre a situação descrita no texto e em todos os afetados com a decisão da personagem.
O 2º ano 3 foi dividido em 6 grandes grupos. As palavras que definiam cada pilar foram expostas no quadro: sinceridade, respeito, responsabilidade, senso de justiça, zelo e cidadania. Cada grupo deveria focar em um pilar e falar sobre o assunto baseado no texto “Decisões”. Seguem alguns trechos descritos pelos grupos:
- Senso de justiça: “(...) significa defender, agir para o lado certo, igualdade! Ou seja, tratar corretamente com a lei, punir os que ultrapassam os limites (...)! Não privilegiar um e prejudicar outro.”
- Zelo: “é ser cuidadoso com você mesmo e com tudo ao redor”.
- Respeito: “respeitar os mais velhos, as pessoas, os animais, a natureza, é se respeitar, é amar uns aos outros, é ser educado, é respeitar as diferenças (...).”
- Sinceridade: “é ser sincero nas coisas que fala e faz.”
- Cidadania: “obedecer às leis de trânsito, não provocar acidentes, desfrutar dos direitos sem abusar deles, reclamar se estiver algo errado (...).”
- Responsabilidade: “ser responsável é obedecer aos pais, avisar quando for sair, não beber antes de dirigir, não avançar sinal, não pegar o veículo sem habilitação e sem permissão (...)”.
2º ano 3 trabalhando os 6 pilares do Caráter Conta

No 1º ano 4 o texto “Decisões” também foi discutido. Após o contato inicial com o texto, os alunos foram direcionados a responder algumas perguntas.
Seguem algumas perguntas e trechos das respostas:
- Como faço para expressar sinceridade e ser confiável? Resposta: “Não mentir (...), não roubar, (...) cumprir o que prometeu”.
- Como posso ser justo nas minhas ações? Resposta: “Não julgar as pessoas pela aparência, cumprir as leis, ter respeito com o próximo (...)."
- O que posso fazer para respeitar e ser respeitado? Resposta: “Ter educação, respeitar o próximo, ter dignidade, ser responsável, ser honesto, cumprir suas tarefas, ter simpatia, inteligência, estar ciente dos atos, dar conselhos, ter sabedoria, ter consciência, ter competência, ter gratidão, não ter duas caras (...)”.
- Como posso ser cidadão? Resposta: “respeitar as leis, respeitar as pessoas, estudar para ter uma vida digna, cumprir os deveres de cidadão, ser honesto, fiscalizar e denunciar se necessário, proteger o patrimônio público, ser responsável perante a sociedade, ser educado, ser digno, reclamar os direitos.”
- Como posso zelar por mim e pelo próximo? Resposta: “sendo responsável, cuidar dos bens materiais, tomando decisões que não prejudique o próximo, ser cuidadosa, não mentir para sempre termos confiança uns aos outros, respeitar e ser respeitado”.
- Como posso ser responsável? Resposta: “Fazer os deveres, cumprir os horários de trabalho, cumprir com suas obrigações, cumprir o que fala, não faltar as aulas, estudar, cumprir as leis (...)”.

1º ano 4 respondendo as perguntas sobre o Caráter Conta


Dinâmica da maçã com os alunos da 5ª série 4 vespertino
Na 5ª série 4 foi aplicada a dinâmica da maçã. Os alunos foram instigados a pensar nas semelhanças e diferenças entre as maçãs expostas na sala de aula, depois pensar nas semelhanças e diferenças entre nós seres humanos. Ao final fizeram uma redação contando a história da maçã até chegar à sala de aula.
Algumas igualdades e diferenças entre as maçãs apontadas pelos alunos: “todas elas podemos comer, são redondas e brancas por dentro. As verdes são azedas e as maduras são docinhas”, “são comestíveis e tem gosto diferente”, “são comestíveis, redondas, saem da árvore, umas são maiores, outras menores”.
Algumas igualdades e diferenças entre nós seres humanos: “tem homens e mulheres, sabedoria, beleza”, “Uns usam óculos outros não, uns tem aparelho outros não, uns são gordinhos outros não”, “temos cabelo, olhos, orelhas, somos feitos de carne e osso e todos podem ficar doentes”, “todos somos seres humanos”, “Uns tem cabelo curto, outros compridos, uns tem olhos verdes, azuis, castanhos, uns gostam de brincar, outros de desenhar, tem pessoas brancas, morenas, mulatos, também tem pessoas que gostam de azul, amarelo, rosa, verde etc.”.


Cartazes na aula de artes abordando as diferenças
A Professora Andréia com a 7ª série 1, na disciplina de Artes, trabalhou as diferenças dentro da concepção de arte. Os cartazes foram expostos na escola.


Repasse do programa para o corpo docente
No dia 31 de março, na reunião pedagógica da escola, a Profa. Elenise e a Sra. Vania apresentaram ao corpo docente o Programa O Caráter Conta.
Inicialmente os professores foram chamados para o pátio da escola, próximo ao coreto, e foram convidados a fazer duas dinâmicas: dos cones e do creme dental. Os professores demonstraram grande interesse pelas atividades, além do momento de descontração propiciado. Após as atividades no pátio da escola, os professores forem convidados a irem à biblioteca da escola, onde foi apresentado o programa “O Caráter Conta”. Foram repassados slides com os pilares, explicações das cores e do contexto de cada pilar. Os professores foram convidados a aplicar o programa nas suas turmas.


Atividade com os cones


Atividade com creme dental

Professores na Biblioteca conhecendo o Programa o Caráter Conta


Nesta primeira parte do programa, acreditamos ter alcançado nosso objetivo que foi o repasse das informações recebidas durante a capacitação do projeto e também de mostrar aos professores que o Caráter Conta não precisa necessariamente ser um projeto novo – no caso da nossa escola – apenas talvez, em algumas situações, adequado a nossa realidade em sala de aula e que, como foi trabalhado com os alunos conforme relato inicial existe uma ótima aceitação por parte dos educandos na participação das atividades propostas.
Agora, no decorrer do ano, poderemos fazer planejamentos de ações que utilizem os pilares do Caráter Conta como meios de alcançar objetivos com a comunidade escolar.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada