Pesquisa personalizada

Carta Aberta - Por Jorge Schemes:

No dia 23 de outubro de 2009 solicitei minha saída da coordenação pedagógica do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC. Foi uma decisão pessoal e feita de livre e espontânea vontade.

Todavia, algumas situações ocorridas bem como as circunstâncias que se arquitetaram ao longo deste ano (2009), e que culminaram na reunião feita no Setor de Ensino na data acima exposta, me fizeram tomar essa decisão.

Até então estive calado, porém não alienado, pois meu pensamento e minha formação cognitiva e filosófica é pós-crítica e meus princípios e valores são alicerçados na Santa Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

Não posso agredir meus princípios morais e éticos diante de atitudes mesquinhas de segregação, exclusão, discriminação, preconceito, abuso de poder, constrangimento ilegal, falta de ética (no mínimo profissional) e assédio moral. O que eu não faço com os outros, eu não aceito que façam comigo.

Não compactuo com manobras politiqueiras de pessoas mesquinhas que, durante meu tempo de coordenação pedagógica à frente do Caráter Conta na GERED de Joinville, SC, nunca fizeram nada pelo Programa, e além disso visavam a apropriação do esforço e do trabalho alheio já feito durante anos para promoção e benefício próprios, tais pessoas são verdadeiros "vampiros psíquicos e sociais".

Alguém disse certa vez com muita propriedade que, "onde não há ética até o ambiente fica doentio". E tais pessoas, por serem as detentoras do poder, são um verdadeiro foco de doenças emocionais para aqueles que se sujeitam as suas manobras carregadas de tirania e cheias de maldade, mas Deus é justo Juiz e cabe a Ele retribuir a cada um segundo as suas obras.

Desde o início, minha dedicação e empenho para que o Programa "O Caráter Conta!" tivesse êxito nas escolas da Rede Pública Estadual pertencentes a GERED de Joinville, SC, foram constantes. Procurei promover "O Caráter Conta!" nas escolas da Rede Estadual de Ensino, por meio de reuniões com professores, técnicos e gestores, bem como formatá-lo pedagogicamente à realidade local. Procurei dar visibilidade para as ações do Programa por meio deste blog, e o fiz de maneira voluntária e por decisão pessoal, uma vez que o Programa, até a data presente (23/10/2009), não faz parte dos programas oficiais da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina. Contudo, o mínimo que se espera quando há dedicação e empenho em qualquer atividade que envolva a educação é reconhecimento, valorização, gratidão e respeito. Talvez essa seja a razão porque há tantos professores e professoras desmotivados.

Apesar de tudo valeu a pena toda minha dedicação e esforço. E aqui deixo registrado o meu respeito e a minha gratidão a todos que se comprometeram junto comigo, e de coração voluntário ajudaram a implementar as atividades do "Caráter Conta!" em sua escola, de maneira especial aos professores e professoras, assistentes técnicos pedagógicos e gestores. Acredito no Programa "O Caráter Conta!" como uma ferramenta poderosa de transformação moral e ética dentro da escola e na vida de cada um de seus agentes. Por essa razão continuarei trabalhando os seus pilares em minhas aulas de Ensino Religioso na Rede Municipal de Ensino de Joinville, SC, como já vinha fazendo antes. Atualmente tenho 09 turmas, do Ensino Fundamental, somando mais de 300 alunos envolvidos com o Programa. Estamos trabalhando sistematicamente com várias atividades pedagógicas relacionadas com os pilares do "Caráter Conta!", meus alunos e alunas da Escola Municipal Saul Sant'Anna de Oliveira Dias já produziram redações, acrósticos, poesias, paródias e joguinhos lúdicos relacionados com os pilares do Programa "O Caráter Conta!". Essas atividades todas e muitas outras estão sendo socializadas neste espaço.

Termino afirmando que acredito na educação para o caráter, acredito na proposta e na metodologia do Programa "O Caráter Conta!", não como plataforma de interesses politiqueiros, pessoais e mesquinhos, mas como uma poderosa força moral na construção de uma cultura para a paz.

Que o Deus Eterno e Criador Ilumine a Todos Nós!
Ex-Coordenador Pedagógico do Programa "O Caráter Conta!" na GERED de Joinville, SC, no período de 2004 a 2009.
Atualmente é colaborador e multiplicador voluntário do Programa nas escolas da Rede Municipal de Ensino, onde atua como professor de Ensino Religioso.

Confira Também:

Atividades do Programa "O Caráter Conta"!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos
Pesquisa personalizada

quarta-feira, maio 30, 2007

RELATÓRIO: EEB OSVALDO ARANHA

E.E.B. OSVALDO ARANHA

PROGRAMA O CARÁTER CONTA

Atividades desenvolvidas


1º BIMESTRE – FEVEREIRO A MAIO
PROF. MARCELINO – SOCIOLOGIA
SÉRIES : 3ºS ANOS – Ensino médio

O professor deu dois temas: Política e Educação e as turmas escolheram mais dois: Meio Ambiente e Criminalidade.
Divididos em grupo, cada equipe desenvolveu um dos temas propostos.
Houve apresentação dos trabalhos para a turma, debates entre as equipes, leitura de reportagens e exposição de cartazes.
Esse trabalho envolveu Respeito por parte dos alunos em relação as opiniões dos colegas; Responsabilidade com o trabalho em grupo; Cidadania com a conscientização do dever, direito de cada um e de toda a sociedade.

MÊS MARÇO:

DIA 13 – PALESTRA PREVENTIVA À GRAVIDEZ PRECOSE E D.S.T.

Foram reunidos no auditório da escola os alunos do Ensino Médio dos turnos matutino e noturno.
A palestra foi proferida pelo biomédico Fernando, do Grupo Saúde e Vida, de São Paulo. O objetivo era informar e conscientizar os jovens sobre os problemas que se acarretam numa gravidez precoce: risco à saúde da mãe e do bebê, responsabilidades assumidas no cuidado, criação e educação de um filho, perda do ano letivo e/ou abandono da escola e as consequências, muitas vezes graves, que levam à morte da falta de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis como camisa-de-vênus e camisinha feminina.
Essa palestra visava também reforçar os pilares do Programa Caráter Conta”, tais como: sinceridade, para que os alunos sejam honestos com eles mesmos; responsabilidade, para que tenham a consciência de que todos devem arcar com as consequências de seus atos; zelo, procurar divulgar tudo o que aprendeu para seus amigos e conhecidos, levando-os a pensar em sua própria saúde; Cidadania, para que como cidadãos, eles realizem sua parte, informando-se e passando seus conhecimentos adiante para que com isso vá se criando um efeito progressivo: cidadãos formando cidadãos.

DIA 16 – PALESTRA COM A PROFESSORA TEREZINHA LEDOUX SOBRE O ”VALOR DO SER HUMANO”

A palestra realizada pela Professora Terezinha Ledoux foi destinada aos alunos da 8ª série, no auditório da escola.
O objetivo visava trazer aos alunos o respeito ao ser humano em sua amplitude, mostrar que todos têm valor e que esse valor, respeito e consideração deve vir desde o momento da concepção.
A palestrante enfatizou o valor da vida e de cada indivíduo usando como argumento a “corrida” de milhares de espermatozóides – apenas um chega ao útero e fecunda o óvulo, dando início a uma nova vida e a um novo indivíduo, portanto, só o fato de sermos concebidos e de nascermos já somos vitoriosos, afinal vencemos milhões de concorrentes e conseguimos chegar em primeiro lugar – isso nos torna especiais, dignos de respeito por parte de todos os nossos semelhantes.
Essa palestra mostrou que devemos Ter Respeito - com os indivíduos que julgamos diferentes de nós e respeitar seus sentimentos; ter Senso de Justiça – ao defendermos aqueles que são discriminados, agredidos, abandonados; Zelar pelo bem-estar de nós mesmos, dos nossos semelhantes e da nossa sociedade; Sermos Cidadãos conscientes de seus deveres e de seus direitos junto ao próximo e à sociedade em que vivemos.

DIA 23 – VISITA DO DENTISTA DO POSTO DE SAÚDE DO BAIRRO VILA NOVA

Os alunos do Pré-Escolar a 5ª série assistiram uma palestra do responsável pelo trabalho de prevenção e tratamento odontológíco do posto de Saúde do Bairro Vila Nova.
O objetivo era orientar, estimular e conscientizar os alunos da importância da higiene bucal na prevenção de doenças relacionadas não apenas à boca, mas os sintomas e enfermidades em outros órgãos.
O palestrante examinou os alunos para detectar o estado da saúde bucal de cada um. Os casos mais simples: limpeza, restaurações são tratados no próprio Posto de Saúde, os mais graves, após o contato com a família e/ou responsável pelo paciente, são agendados e encaminhados para o Consultório/modelo da Faculdade de Odontologia da Univille, onde estudantes são orientados por seus professores nos procedimentos indicados para a resolução do problema apresentado pelo paciente.
Essas orientações serviram também para firma os pilares do “Caráter Conta” à medida em que conscientizou os alunos a saúde; Responsabilidade de cuidar de si e evitar moléstias graves; Cidadania ao conhecer o programa de saúde municipal, que conveniado com a universidade da Região de Joinville – Univille – e que visa proporcionar ao cidadão o seu direito à saúde, ao tratamento, aos medicamentos, tanto para si quanto para sua família e comunidade onde vive.

DIA 26 – PASSEIO: VIVÊNCIA E ESTUDO DA CULTURA – MUSEU DE ARTE E CIDADELA ANTÁRCTICA.

Alunos do Pré a 4ª série foram acompanhados por professores para um passeio cultural ao Museu de Arte de Joinville e à Cidadela Cultural Antártica.
O objetivo era despertar o interesse e demonstrar a importância das manifestações artístico-culturais que são promovidas pelos artistas e órgãos governamentais e também incentivar o aluno a divulgar o que acontece no âmbito artístico-cultural da cidade onde mora.
Foram mostrados projetos desenvolvidos por exposições de trabalhos de artistas locais, levando os alunos a saírem da sala de aula e descobrirem o universo que está
além dos muros escolares.
O contato com a arte e a cultura traz uma visão mais ampliada do mundo e faz com que o sujeito reflita criticamente à respeito de seus conhecimentos, vivências e valores.
Os pilares do “Caráter Conta” estão presentes no Respeito às diferenças que os artistas imprimem e relacionam em suas obras: as cores, o desenho, a temática, o material empregado, a visão/opinião de mundo implícita nas obras, é a compreensão à obra de arte e ao artista que traz o respeito e o reconhecimento de suas obras por parte do público.
Zelo pelo trabalho alheio, pela preservação da cultura, tradições e edificações locais e histórico-culturais que fazem com que o público, ao compreender a importância do saber, procure cuidar do que também lhe pertence como cidadão, Ter consciência do valor que a arte e a cultura têm em sua evolução como homem, cidadão e propagador de conhecimentos adquiridos em passeios culturais e exposições artísticas.

MÊS ABRIL:

DIA 02 – PALESTRA DOS ESTUDANTES DE FISIOTERAPIA DA ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO SOBRE PROBLEMAS OCASIONADOS PELA MÁ POSTURA CORPORAL

Os alunos do 1º ano do Ensino Médio assistiram, uma palestra sobre as lesões causadas pela má postura corporal, feita pelos alunos da Faculdade de Fisioterapia da ACE, acompanhados pela professora do curso.
Além das explicações e demonstrações do que é errado e certo na postura corporal, foram mostrados slades sobre as consequências e qual o tratamento adotado para reparar as lesões.
Essa palestra serviu para enfatizar o papel e a responsabilidade de ser Cidadão, fazer parte de uma comunidade e com as informações dadas pelos palestrantes, divulgar a importância do tratamento feito pelos fisioterapeutas no que se refere a melhoria da qualidade de vida de todos.

DIA 09 –PALESTRA SOBRE DROGAS

A palestra sobre uso de drogas – prevenção e consequências físicas, familiares, psicológicas, profissionais – foi realizada por um grupo de alunos de Terapia Ocupacional – curso ministrado pela Associação Catarinense de Ensino – ACE de Joinville.
Os palestrantes trouxeram material ilustrativo para servir de orientação e alerta aos estudantes de 5ª a 8ª séries do período vespertino.
Os alunos puderam fazer perguntas e obter os esclarecimentos sobre os pontos que julgavam mais importante.
Orientados por uma professora do curso, os graduandos relacionaram a temática da palestra com os “Pilares do Caráter Conta”: Sinceridade: a coragem para fazer o que julga certo e recusar aquilo que vai contra seus princípios, sejam eles morais, religiosos, éticos, familiares e pessoais; Respeito por si mesmo; Responsabilidade: fazer sempre o que é melhor e assumir suas escolhas; Zelo: cuidar de si e orientar os outros contra o uso de drogas; Cidadania: ser cidadão, saber e reivindicar seus direitos e também seus deveres perante a sociedade em que vive e que partilha com todos os seus co-cidadãos.

DIA 11 – VISITA CIDADELA CULTURAL ANTÁRTICA
ALUNOS: 2º ANO DO ENSINO MÉDIO
PROFESSORA: ISABEL – ARTES

Acompanhados pela professora de Artes, Isabel, alunos do 2º ano do Ensino Médio visitaram a Cidadela Cultural Antártica para ver uma exposição de arte.
O objetivo era levar os alunos a conhecer a estrutura do Projeto Cidadela Cultural Antártica, suas atividades destinadas ao público, incentivar os estudantes a participar e divulgar o projeto.
A exposição de arte visava não apenas o contato cultural e artístico com as obras, mas também o reconhecimento e valorização das obras e dos artistas.
O respeito pelo trabalho e pelas obras dos artistas; a Conscientização da arte como meio de expressão, comunicação e crítica; a Cidadania como suporte do comportamento e atitude diante de um bem público e/ou privado.

MÊS MAIO:

DIA 07 – PALESTRA DE ESTUDANTES DA ACE
TEMA: GRAVIDEZ PRECOCE

A palestra foi realizada por estudantes da Associação Catarinense de Ensino para alunos da 6ª, 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental.
Reunidos no auditório da escola, os alunos foram conscientizados da importância de conhecer o próprio corpo, da prevenção, das consequências que terão que arcar sem usar a devida precaução: doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce.
Falou-se sobre o despreparo biológico e psicológico tanto das meninas quanto dos meninos; no caso da mulher, os problemas de saúde: a má formação do feto e o aborto espontâneo estão entre as principais problemas numa gravidez precoce e/ou não planejada.
Dentre os pilares do “Caráter Conta”, os alunos foram orientados sobre o Respeito consigo mesmo, com seu corpo, a Responsabilidade de fazer o que é correto para não Ter que arcar com consequências que irão modificar suas vidas, a Cidadania que implica em conhecer seus direitos mas também cumprir com seus deveres de cidadão, agindo com bom senso e divulgando o que foi discutido na palestra.

DIA 23 – CULTO ECUMÊNICO

Reunidos no auditório da escola, alunos de Pré a 8ª série assistiram e participaram de um culto ecumênico promovido por vários representantes religiosos.
O objetivo era falar da reunião das Igrejas que crêem e Jesus Cristo como Salvador, promover a paz e a união entre os cristãos de diferentes congregações religiosas e valorizar o ser humano perante a vida, o mundo, aos seus semelhantes.
O culto foi realizado de forma .........., não privilegiando a nenhuma religião específica, mas, à todas as religiões que têm Jesus Cristo como o filho enviado por Deus para salvar e trazer paz aos homens.
O respeito ao ser humano e as diferentes manifestações religiosas foi enfatizado pelos palestrantes que abordaram a paz, a tolerância o amor entre todos os cristãos.

DIA 23 – SUSPENSÃO ASSISTIDA

Fato: A aluna Milena da 7ª série 1 do Ensino Fundamental teve um desentendimento com um colega em sala de aula. Houve xingamentos com palavras de baixo calão e tentativa de agressão física por parte da aluna.
Suspensão Assistida: levada à Secretaria, a aluna foi orientada a realizar um trabalho sobre “Respeito”, item de um dos seis pilares do Projeto “Ö Caráter Conta”.
Como tarefa, ela deu uma palestra aos colegas de classe e confeccionou um cartaz sobre o tema proposto.
Tanto na palestra quanto no cartaz houve empenho e percebeu-se que a aluna compreendeu e soube repassar aos colegas a importância do Respeito para com todas as pessoas.
No cartaz, ela trabalhou com duas vertentes: “Desrespeito, coisa mais feia...”e “Respeito, é preciso...”, ao redigir o cartaz ela trabalhou as palavras em “efeito cascata” para enfatizar os dois lados da questão

Trabalho sobre o “Caráter Conta”
Professor Atílio – Ensino Religioso/Sociologia

Turmas 6ª série – Ensino Fundamental
Na 6ª série do Ensino Fundamental, o professor trabalhou da seguinte forma:
Na disciplina de Ensino Religioso, por abordar questões referentes à ética, foi relacionado o tema ”Mitos e as Religiões”, ao projeto “Caráter Conta”.
Os alunos, em seis grupos, criaram um mito que tivesse como problemática um dos seis pilares do “Caráter Conta”: Sinceridade, Respeito, Responsabilidade, Senso de Justiça, Zelo e Cidadania.
Houve também a representação de uma peça teatral apresentada por cada grupo.

Turmas 1ª a 3ª séries– Ensino Médio
Em todas as séries foram relacionados o tema “Corrupção” ao projeto “Caráter Conta”. Foi demonstrado que para se chegar a uma sociedade onde a Sinceridade, o Respeito, a Responsabilidade o Zelo a Cidadania e, principalmente o Senso de Justiça sejam bases sólidas dessa mesma cultura somente se cada um de seus cidadãos empenhar-se em cada qual fazer o que lhe é devido, ou seja, sua parte.

Passeata: Companha O que você tem a ver com a corrupção?
Dia 26 de maio, Sábado, alunos e professores da Escola de Educação Básica Osvaldo Aranha participaram da Passeata idealizada e realizada pelo Ministério Público Estadual, usando o tema “O que você tem a ver com a corrupção? O local foi a Av. Beira-Rio.
O objetivo era alertar, divulgar e conscientizar os cidadãos – jovens e adultos – a inteirar-se das informações sobre o que está ocorrendo em todas as esferas – municipal, estadual e federal do nosso país: o dia-a-dia do cidadão que se depara com notícias escandalosas sobre pessoas que desviam verbas públicas beneficiando a si e a outrem.
A passeata serviu para que o cidadão protestasse diante da situação vexatória do país, manifestasse sua opinião e desse sugestões para erradicar essa prática em todo o país.
A manifestação foi um exercício de Cidadania a partir do momento em que a população resolveu tomar uma atitude de protesto, demonstrando estar atenta aos acontecimentos do país.

DIA 28 – MEIO AMBIENTE
ALUNOS: 4ºs SÉRIES
PROFESSORA: Maria Cristina – Artes

Os alunos da 4ª série, monitorados e orientados pela professora Maria Cristina, montaram uma peça teatral sobre o Meio Ambiente, no auditório da escola.
O objetivo era alertar e conscientizar as crianças sobre a importância da preservação do meio ambiente para essas e demais gerações.
Foi um teatro de fantoche produzidos e manipulados pelos alunos.

DIA 29 – VISITA PROGRAMA DE PREVENÇÃO AO TRAUMA HMSJ
ALUNOS: 3ºs ANOS DO ENSINO MÉDIO
PROFESSORA: DANIELA BIBOW – BIOLOGIA

O primeiro encontro foi no auditório do hospital onde tiveram informações sobre o projeto – iniciativa inédita do HMSJ – dadas por médicos, terapeutas, enfermeiros voluntários, e pacientes que sofreram traumatismo causados por acidentes de trânsito e domésticos, pela imprudência, pelo uso de armas de fogo, drogas e álcool.
A professora e 25 alunos ouviram as palestras e depoimentos de profissionais e pacientes, puderam visitar os quartos e a Unidade de Terapia Intensiva UTI – para constatar o que foi relatado nas palestras, conversaram com pacientes e souberam das muitas histórias de pessoas que quase perderam a vida e/ou ficarão com sequelas e terão que se readaptar a uma nova realidade.
Após as visitas, participaram de um teatro em que os alunos dramatizavam as situações vistas nos quartos e UTI, onde, como atores, puderam colocar-se na situação dos pacientes, familiares e amigos.
O objetivo era conscientizar nossos estudantes da importância da vida, das consequências da irresponsabilidade e do descaso consigo próprio.
Mostrou a Responsabilidade de cada um para consigo mesmo e para com o próprio; o zelo ao mostrar o trabalho dos voluntários, enfermeiros, médicos e terapeutas por seus pacientes e familiares.

DIA 29 – PROJETO: SOLIDARIEDADE EM ALTA
Professoras: Diana, Delsa, Raquel, Josete, Josiane

Apresentação: É um programa educativo com base na escola, que objetiva fortalecer o caráter de nossas crianças , proporcionando a educação de valores éticos de consenso (Respeito, Responsabilidade e cidadania).
Justificativa: Em cada comunidade em cada escola e sala de aula há uma diversidade que devemos considerar e respeitar. O espaço escolar pretende educar a pessoa em todas as dimensões, ultrapassando o repasse de conhecimentos, contribuíndo para a formação de um indivíduo consciente, responsável, crítico e comprometido. Percebe-se nos dias atuais uma deficiência na formação e vivência de alguns valores necessários para a construção da personalidade e da vida social.
Objetivo Geral: Construir em nossos alunos uma cultura de paz, respeito e de solidariedade por meio de atividades que trabalhem esses valores.
Objetivo Específico: Contribuir para a formação de um cidadão mais justo e solidário.
- Despertar a consciência para valores como: Respeito, Responsabilidade e Cidadania.
- Desenvolver a educação global de cada estudante com formação para a “vida”.
Público Alvo: Pré-escola e 1ª a 4ª séries.
Metodologia: Atividades por faixa etária, trabalhar os respectivos pilares acima, enfocando a solidariedade.
Avaliação: no término do projeto o professor avaliará o envolvimento e desempenho de cada aluno no desenvolvimento do projeto.
Observação final: Será feito um incentivo a solidariedade, os alunos que puderem trarão roupas, calçados e brinquedos para doar as famílias carentes da própria comunidade, o dia da distribuição será marcado pelos professores incluídos no trabalho, com a colaboração dos alunos e pais.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada